6/01/2018

Folguedos & Copa do Mundo

São João do Passado
Por Rosenita Maria de Carvalho Attem

É, chegou junho com seus folguedos, com a expectativa das festas juninas que vai contagiando a juventude com  os ensaios de quadrilhas. Mês bonito, alegre quando os colégios se preparam para fazer bonito nos festivais numa contagiante brincadeira.

Mês da Copa que anestesia os brasileiros que deixam de lado a catastrófica situação do Brasil e só pensam na Vitória brasileira,  pois somos o PAÍS DO FUTEBOL. Ninguém pensa mais na vergonhosa situação vivida há quatro anos naquele fatídico 7X1. Bola pra frente seleção!

Ninguém pensa que a corrupção chegou também, na FIFA, na CBF e no futebol como um todo.Tudo carta marcada. Não dá pra confiar em ninguém.

Não poderia deixar de falar no bonito movimento dos Caminhoneiros que sem muito alarde parou o Brasil. Mais de um milhão e quinhentos mil caminhões parou completamente o País. Greve anunciada, mas os mandatários do País não acreditaram que  uma classe sem nenhuma representatividade tivesse a força de parar o Brasil. Pena que o povo não aderiu ao movimento. O que se viu foi um monte de desesperados numa corrida desenfreada aos Postos de Combustíveis e Supermercados. Se cada brasileiro entendesse o seu papel, poderia ter dado sua cota de sacrifício. Os grevistas estavam reinvidicando justiça para sua classe e para todos o povo. Essa carga de impostos que se paga é um absurdo. Eita povo conformado  é o brasileiro!

O Brasil inteiro viu homens humildes levando a riqueza do País em péssimas estradas, com um salário de fome.

O Presidente e seus ministros em "reuniões " infindáveis. Infelizmente a greve não obteve o seu quinhão de dignidade.

Vai ficar tudo como antes, ou até pior.

Está chegando as eleições e tudo vai permanecer como antes. A farra de malas de dinheiro,  cifras astronômicas de roubos e cada candidato com promessas mentirosa.

Minha idade já me isentou de votar.

Não voto mais.

Mas a Esperança de dias melhores nunca termina. O que terminou foi minha confiança em política.

Até o próximo mês amigos!

Nenhum comentário: