4/01/2013

De virada, Cori-Sabbá goleia Piauí e entra na briga por uma vaga no G-4

O Cori-Sabbá assegurou, na noite desta quarta-feira (27), sua terceira vitória seguida no Campeonato Piauiense. No Estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina, o alvinegro de Floriano goleou o Piauí por 4 a 1 pela 10ª rodada do Estadual. Esta é a segunda goleada sofrida pelo Enxuga-Rato na competição.

Os gols da vitória alvinegra foram marcados por Ranielson, Jackson, Cafezinho e Anderson. Maninho descontou para o Enxuga Rato.

Com a vitória, o Cori-Sabbá chegou aos mesmos 11 pontos do Piauí e pulou da sétima para a quinta colocação. Já o rubro-anil caiu para a sexta posição.

Piauí e Cori-Sabbá voltam a campo no dia 7 de abril. O Enxuga Rato encara o Parnahyba no Estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina. O alvinegro de Floriano, por sua vez, enfrenta o Barras no Estádio Juca Fortes, em Barras. As duas partidas são válidas pela 12ª rodada, já que os jogos da 11ª rodada foram adiados.

Primeiro tempo quente e cheio de gols

Mordido por conta das duas derrotas nas últimas rodadas, o Piauí começou a partida pressionado o Cori-Sabbá e desperdiçando oportunidades. Aos 10 minutos, Lucas Souza recebeu grande passe de Fabiano e, livre na grande área, bateu para grande defesa de Andrei. No minuto seguinte, a bola sobrou novamente para Lucas Souza, que chutou para mais uma importante defesa do goleiro alvinegro.

Mais tarde, aos 15, foi a vez de Darley assustar Andrei. Ele recebeu passe de Maninho no meio da defesa alvinegra e chutou fraco para defesa segura do goleiro florianense. Quatro minutos depois, a pressão finalmente resultou em gol. Cláudio recebeu lançamento de Binha na direita e cruzou na cabeça de Maninho, que tocou por cima de Andrei para abrir o placar no Lindolfo Monteiro.

A resposta do Cori-Sabbá foi quase imediata. Dois minutos depois, Ranielson recebeu passe na entrada da área e bateu colocado para empatar a partida. Aos 23, a virada alvinegra: Jackson arriscou de longe, bola desviou na defesa e enganou o goleiro Neto, que nada pôde fazer para evitar o segundo do Cori. O terceiro quase saiu em seguida, quando Ranielson serviu Diego na área e o camisa 8 bateu para grande defesa de Neto.

Atordoado com a virada, o Piauí quase empatou aos 29, quando o volante Diego arriscou de fora da área e acertou o travessão. Em seguida, Fabiano recebeu passe dentro da área e chutou para Andrei mandar para escanteio. Pouco minutos mais tarde, mais um ataque rubro-anil: Rubem Júnior cobrou falta e Andrei mandou novamente para escanteio.

Antes o intervalo, o Cori-Sabbá voltou a assutar. Cafezinho avançou pela esquerda e bateu cruzado. Neto espalmou para entrada, onde Vanin pegou o rebote e mandou muito perto.

Cori-Sabbá faz gol relâmpago

O segundo tempo como terminou o primeiro, com o Cori-Sabbá no ataque. Tranquilo com o placar favorável, o alvinegro trocou passes até a bola chegar a Cafezinho, que se livrou da marcação na área e bateu para fazer o terceiro gol do time comandado por Nelson Mourão aos três minutos.

A vitória do Cori-Sabbá se transformou em goleada aos 10, quando Jackson aproveitou cruzamento da esquerda e só ajeitou para chute rasteiro de Anderson: 4 a 1 para o alvinegro de Floriano.

A reação rubro-anil quase começou aos 13. Boiadeiro aproveitou cruzamento de Binha e mergulhou para assustar Andrei. O mesmo Boiadeiro recebeu novo cruzamento e chutou forte, por cima do gol.

Desesperado, o Piauí se mandou para o ataque e deu espaço para o Cori-Sabbá contra-atacar. Em uma dessas oportunidades, Cafezinho quase ampliou aos 32, mas a bola parou nas mãos do goleiro rubro-anil. Dois minutos depois, resposta do Enxuga Rato: Maninho bateu escanteio e Diego cabeceou para defesa firme de Andrei.

Mais uma vez se aproveitando dos contra-ataques, o Cori-Sabbá por pouco não marcou o quinto, novamente com Cafezinho. O camisa 11 recebeu lançamento longo, ganhou na corrida de Thiago Campelo e chutou forte para grande defesa de Neto.

Antes do apito final, o Piauí ainda assustou com Fabiano, que aproveitou cruzamento de Maninho e cabeceou para mais uma boa defesa de Andrei.

Fonte: G1
Foto: Renana Morais

Nenhum comentário: