4/19/2012

RETRATOS

Isso daí foi um churrasco ( foto ) na casa da Aninha já próximo ao carnaval, onde a curriola se confraternizava numa exaltação lírica de emoções fortes.

O reencontro fez relembrar resenhas passadas, lembranças e casos que ficaram preservados na memória daqueles que viveram os tempos d´antes de Floriano.

Da esquerda para a direita, observamos o Paulo ( filho de seu Lourenço ), o Genisson, Astrobaldo, Nonatinho ( irmão de Puluca ), o Genival ( filho de seu Honorato ) e o Valdeci.

A festa foi até altas horas, muita gelada, churrasco e histórias hilárias, como à que o Astrobaldo contou do nosso amigo Cangati, que vivia aperriando-o para se aposentar:

- Doutor, me ajude, pelo amor de Deus!!! - Indagava sempre o velho desportista.

Astrobaldo disse que arrumou e viabilizou toda a documentação solicitada pelo órgão do Governo em Barão de Grajaú e, posteriormente, deu um problema de data de nascimento de Manoel Cangati, não sabiam data exata, de forma que Cangati, mais tarde, fora orientado para quando fosse ao médico dissesse somente o necessário.

Poucos dias depois, já no consultório, aguardava o médico perito chegar e o nosso amigo Cangati já estava se aguniando de tanta espera, mas quando, finalmente, chegara a sua vez, adentrou à sala e o médico foi logo perguntando:

- Bem, meu filho, mas o que é que você tem mesmo?

Cangati, pavio curto que é, já inconformado com tanto vai e vem e tanta burocracia, abriu o bocão:

- Doutor, eu não tenho é porrra nenhuma!!! - E saiu sem dizer mais nada, literalmente.

Nenhum comentário: