8/27/2007

QUARTETO FANTÁSTICO


Voltando a relembrar do futebol amador florianense, da fase romântica, eis que nos deparamos com essas quatro figuras ( foto ), quarteto fantásico, que jogava bola no passado e fizeram grande sucesso.

Pela ordem, os irmãos Gerardinho, Puluca, Nonatinho e Janjão, que moraram, ali, na rua Defala Attem, foram jogadores que disputavam tudo no campo dos artistas, no Ferroviário, no Mário Bezerra e nas quadras de futebol de salão, tornando-se campões em quase todas as competições de que se disputavam à época.

Hoje, eles estão aí na luta, mas participando, também, do seu lazer turístico, que ninguém é de ferro, visitando as belas cidades do interior do estado do Goiás. É a velha guarda de nosso futebol buscando novos horizontes.

Um comentário:

Gilberto Lima disse...

Janjão, Puluca, Nonatinho e Gerardinho, efetivamente formam um quarteto fantástico.
São cidadãos do mais alto gabarito.
Florianenses, pelo menos os três primeiros, por adoção, já que nasceram na cidade de Barras de Maratoan-PI.
Ainda crianças fixaram residencia na Princesa do Sul, e, dadas suas espirituosidades, construiram e consolidaram amizades sinceras.
Receberam dos seus genitores, D. Maria e o Sr. João José (já falecidos) uma educação esmerada, tendo como princípios, a honradez, amor ao próximo e retidão de caráter.
Para este firmatário é motivo de júbilos e satisfação privar da camaradagema fraterna do indigitado quarteto, que na verdade é uma dezena, e, na oportunidade, que faço questão de nominá-los, a saber: Dos Reis, Deuselina, Chiquinho, Teresinha, Aucenira e Maria de Fátima.
Gilberto de Moura Lima, São Luís-MA.