2/19/2018

Floriano sedia III Seminário Regional Mercado de Oportunidades

Mercado de Oportunidade


Produção sustentável e formação política sobre alternativas de renda, consumo consciente e economia solidária no Nordeste do Brasil. Com esse tema a cidade de Floriano sediou, no último sábado (17), o III Seminário Regional Mercado de Oportunidades.

O evento, promovido pela Associação Regional Integrada de Desenvolvimento Agroecológico e Sustentável (ARIDAS) de Floriano-PI, aconteceu no auditório da Casa Kolping do bairro Campo Velho, reunindo grupos de pequenos agricultores de Floriano, Itaueira e Flores do Piauí.


De acordo com o líder comunitário Edvaldo Araújo, o III Seminário Regional teve como principal objetivo oportunizar os pequenos produtores, através da agricultura familiar integrada e diversificada, o escoamento da produção a preço competitivo no mercado local.

“O grande tema do encontro é Mercado de Oportunidades da agricultura familiar, vendo também mercados alternativos para inserir essa produção, que normalmente é produção de boa qualidade, e que existem oportunidades de mercado que não são vistas pelo agricultor isoladamente, mas um grupo facilmente acessa essas oportunidades”, declarou Edvaldo Araújo.

Fonte: florianonews.com

2/15/2018

Retratos

ROTEIRO

Estávamos, ansiosos, cumprindo um roteiro matinal por entre as matas e as florestas da Princesa. Ainda havia um tempo em que a nossa vegetação nos proporcionava grandes alegrias.

A Taboca, Vereda Grande, Irapuá e Meladão, por aí ainda havia muitas belezas e florestas naturais e o canto dos pássaros; hoje, apenas, escutamos os carros de som insuportavelmente transgredindo a harmonia de nossa música.

Precisamos, a um tempo curto, revitalizar as nossas matas e o canto do passarinhedo. Precisamos voltar a tomar banho de chuva e invadir as bicas. Não podemos mais suportar o novo consumo que instalou-se de repente de forma descultural.

Precisamos, enfim, buscar os velhos carnavais e as marchinhas que nos causavam grandes emoções.

Missas da Quarta-feira de Cinzas marcam o início da Quaresma em Floriano

Celebração 4a. Feira de Cinzas

As sete paróquias de Floriano iniciaram, na última quarta (14), o tempo da Quaresma, com a Missa da Quarta-feira de Cinzas. 

A missa diocesana aconteceu às 9h00, na Catedral São Pedro de Alcântara, e foi presidida pelo Bispo Dom Edivalter Andrade. A celebração reuniu um grande número de leigos de todas da Diocese. Além da Catedral, as celebrações se estenderam por quase todas as igrejas das sete paróquias, que exaltaram a Quaresma como tempo de arrependimento e espera no Senhor.

Na Quaresma, que se estende até o dia 29 de março, os cristãos são convocados a viverem mais profundamente a experiência da conversão ao seguimento de Jesus. A Igreja propõe os “exercícios quaresmais" como o jejum, a esmola, o perdão e a oração. 

Os fiéis também receberam a imposição das cinzas sobre as cabeças como símbolo de que o homem veio do pó e ao pó voltará, uma alusão à fragilidade humana. O momento também foi um convite a conversão e crença do Evangelho. 

A celebração nas igrejas marcou também o início da Campanha da Fraternidade 2018, promovida pela Conferência Nacional dos Bispos (CNBB), que neste ano tem como tema “Fraternidade e Superação da Violência” e o lema “Vós sois todos irmãos", que foi tirado do Evangelho de São Mateus. 

Fonte: florianonews.com

2/14/2018

Retratos de Floriano


Não temos fotos do antigo casarão aí dessa esquina da praça ao lado do Banco do Brasil (foto), mas o Teodoro vai tentar conseguir um exemplar desse belo casarão que aí existia, segundo o professor Djalma Nunes, "Era a residência do tabelião José Leal e sua esposa Dioneia Rocha, irmã de Pedro da Fonseca Rocha e Rafael da Fonseca Rocha, funcionário do Banco do Brasil que residia em Brasília, autor de um livro de reminiscências sobre Floriano. Pedro Rocha era casado com Dona Maria Hermínia Sobral, filha do Doutor Teodoro Sobral."

No entanto, o nosso amigo Teodoro Sobral ressalta que "Convém lembrar que a matriarca da família era dona Custódia Rocha, que com muita altivez criou seus 4 filhos, três homens e uma mulher, pois ficou viúva muito nova do senhor Martinho Rocha. Praticamente toda aquela parte da praça era dela, onde hoje o Bancodo Brasil. 

Foram seus filhos Pedro e Rafael que venderam para ser feita a nova agência de Floriano. A inauguração foi em junho 1972. A parte da esquina ficou com a irmã dele, dona Dioneia. Agora, as herdeiras dela, Ana Lucia e os filhos da sua irmã, a falecida Lisinia, venderam a área para a Drogarias Globo do   Grupo Jorge Batista, que construirá mais uma das suas lojas, que já existem no Maranhão, Piauí, Rio Grande do Norte e Bahia, onde recentemente inaugurou 14 farmácias . Ao todo já são mais de cem", conclui Teododo.

É interessante notar que a história dos casários de Floriano é extensa e, aos poucos, vamos desvendando seus mistérios de uma maneira sadia e relicária.

2/13/2018

Poemeus



Teus carnavais,  poeta, agora, são  outros; não há mais saraus; nem recitais; apenas doces lembranças;  de teus madrigais.

2/10/2018

Município de Floriano decreta ponto facultativo na segunda de carnaval e muda horário de funcionamento na quarta de cinzas


O Decreto Municipal nº 008, de 9 de fevereiro de 2018, assinado pelo prefeito Joel Rodrigues declara ponto facultativo para o servidor público municipal, pelo período carnavalesco, que faz parte do calendário cultural da cidade, no dia 12 de fevereiro, segunda-feira de carnaval.

Já na quarta-feira de cinzas, 14 de fevereiro, o horário de funcionamento será de 13:00 às 17:30h. O decreto não atinge o servidor que trabalha em serviço de urgência, plantão ou necessidades indispensáveis ao funcionamento, como os serviços de saúde, fiscalização de trânsito, vigilância de prédios públicos e outros que, a critério de cada secretaria municipal, em razão de sua natureza, não possam ser suspensas as suas atividades durante o período.

Decreto municipal disciplina paradas, estacionamento e uso de som automotivo durante o carnaval de Floriano



Foi publicado nesta sexta-feira (09) o Decreto Municipal nº 009, de 9 de fevereiro de 2018, que disciplina a parada, o estacionamento e a utilização de som automotivo, nas ruas e logradouros públicos, utilizados para o percurso e realização do carnaval de Floriano.

Três artigos estão no decreto:

O 1º proíbe a obstrução de vias e logradouros públicos, utilizados para a realização de eventos ou percursos, em específico, a parada e estacionamento dos veículos equipados ou não com som automotivo, trailers, reboques e paredões de som, nos corredores da folia, a partir das 19 horas, sob pena de o veículo ser rebocado, e o proprietário ser penalizado de acordo com a legislação de trânsito.

O 2º parágrafo fala especificamente sobre os paredões ou veículos equipados com som automotivo, que, no período carnavalesco, só poderá ser utilizado na “arena do som automotivo”, que fica na avenida Frei Antonio  Curcio, no trecho compreendido entre as ruas Fernando Marques e Nicolau Waquim, no horário de 19:00 à 01:00 da madrugada, entre os dias 10 e 13 de fevereiro de 2018. Os proprietários desses veículos automotivos serão os responsáveis por autorizações junto a concessionárias de serviços públicos, para o funcionamento dos equipamentos automotivos. 

Quem descumprir as regras terá o veículo recolhido e sofrerá as penalidades previstas na legislação de trânsito. “Esperamos dos nossos proprietários de sons automotivos respeito às leis e toda uma organização necessária a fim de que façamos um carnaval para todos, sem problemas, sem multas e prejuízos”, disse o prefeito Joel Rodrigues.

Ministério Público e Prefeitura de Floriano afinam detalhes do Plano Operativo do Carnaval de Floriano

Plano Operativo
Estiveram reunidos na manhã de hoje (9), em audiência no Ministério Público, o presidente da COEF e vice-prefeito, Antônio Reis; secretário de Governo, James Rodrigues; Controlador-Geral do Município, Arnaldo Messias; secretário de Infraestrutura, Marcony Allison e Carlos Eduardo, superintendente da SUTRAN para apresentação do Plano Municipal Operativo do Carnaval de Floriano ao promotor de justiça, Arimateia Dourado, bem como o conjunto de medidas adotados pelo munícipio que compreende a proibição de bebidas em vasilhame de vidro, plano de segurança, distribuição de preservativos e fechamento de ruas necessárias para a segurança dos foliões e melhor desenvolvimento das atividades carnavalescas.

Ainda na reunião foram discutidos o plano de limpeza das ruas pós evento, para que se possa garantir o bem estar da população, uso de veículos particulares com aparelhos de som, além da alocação dos banheiros químicos durante as festividades. Outro ponto conversado na reunião foi sobre a iluminação pública e integração com a Eletrobrás para eventual necessidade, ressaltando a importância de acionar a Prefeitura para possíveis reparos em pontos de iluminação que possam apresentar algum problema em decorrência das chuvas dos últimos dias. Em todos os dias de carnaval haverá fiscalização e avaliação do evento do dia anterior.

Retratos do Carnaval de Floriano

Carnaval de rua dos anos 60
Segundo nos informa Teodoro Sobral, a foliã que está com o estandarte nas mãos é a Eleonora Demes do blocos Os Malandros na frente ao antigo bar São Pedro ao lado do outro bar, antigo Carnaúba na praça doutor Sebastião Martins no ano de 1966.

Eleonora tinha, à época, 17 anos de idade e gostava bastante de pular o carnaval com o estandarte do bloco Os Malandros.

Estamos longe de reviver essa fase efervescente do nosso carnaval em sua época de ouro. De qualquer forma, essas lembranças nos servem para matar a saudade.

O carnaval de hoje está consolidado, moderno e voltados para uma febre de consumo sem limites. Os grandes desfiles, hoje, são espetáculos para despertar turístas e incautos.

Sexta-feira de muita folia na abertura do Carnaval 2018 em Floriano

Sexta da Folia

O clima do carnaval de Floriano começou ainda bem cedo, quando o trio elétrico Eldorado invadiu as avenidas da cidade, fazendo o teste de som e de percurso, já pensando no arrastão do sábado.

Mas a folia já tinha invadido os quatro cantos da cidade, embalada por diversos eventos simultâneos, entre eles o tradicional Bloco das Virgens, realizado no Bar do Zé Gatão, com a irreverência de homens vestidos de mulher e vice-versa. Os foliões entraram na brincadeira e a festa invadiu várias ruas ao som da banda que animou o bloco e dos paredões que se fixaram nas ruas próximas.

Teve também vários blocos espalhados por diversos bairros da cidade, como o Bloco Peleja, do bairro Irapuá, que recebeu a visita do Prefeito Joel Rodrigues, do Diretor Geral do Instituto de Águas do Piauí, Dr. Francisco Costa, do Vereador Miguel Vieira, do Secretário Assis Carvalho e amigos.

Mais tarde, o trio elétrico levou grande público ao Cais da Beira-Rio, ao som de Hiury Barros, Jonas Filho e Banda Romã com Mel, abrindo o carnaval 2018. O sábado promete muito, com o primeiro Arrastão da banda Os Bambaz, que se concentrará próximo ao Espaço da Cidadania, às 21 horas, e seguirá arrastando o folião até o Cais, onde assume a banda Arrastamassa. O samba vai levantar, na Princesa do Sul.