6/18/2010

CINE CLUBE




Com a concentração de salas comerciais de cinema em apenas 8% do território nacional e a quantidade muito reduzida de obras audiovisuais brasileiras na TV, a maioria dos filmes produzidos no país permanecem inéditos para grande parte de sua população e o Pontão Cultura Viva ao Alcance de todos, percebendo essa necessidade de expandir a mente da população para as obras audiovisuais nacionais, decidiu levar o Cinema Nacional até os cidadãos florianenses, com o objetivo de fortalecer o conhecimento crítico de cada um em relação ao cinema brasileiro.

È neste cenário que o Cineclube Cultura ao Alcance de Todos entra para modificar a cidade de Floriano atuando com o projeto “Toda sexta tem cinema”, filmes nacionais exibidos gratuitamente toda sexta-feira no Teatro Maria Bonita.O primeiro filme a ser exibido nesta sexta-feira 18/06 será Lula, o Filho do Brasil de Fábio Barreto. O filme tem 128 min de exibição e acontece no ano 1945 no sertão de Pernambuco, onde a história é a seguinte:

Menos de um mês após Aristides (Milhem Cortaz) partir para São Paulo com uma mulher bem mais nova, dona Lindu (Glória Pires) dá a luz ao seu sétimo filho: Luiz Inácio da Silva, que logo ganha o apelido de Lula. Sem ter a quem recorrer, Lindu cuida da família sozinha. Três anos depois Aristides retorna, acompanhado de Sebastiana, sua filha. Uma semana depois ele parte mais uma vez, deixando o bebê e levando consigo Jaime (Maicon Gouveia), o segundo filho mais velho. Durante a seca de 1952 a família recebe uma carta de Aristides, chamando-a para viver com ele em São Paulo. Lindu vende tudo o que tem e viaja para São Paulo, junto com os filhos. Ao chegar descobre que a carta era falsa. Quem a escreveu foi Jaime, que já não agüentava mais os maus tratos do pai. A família passa a viver em Santos, onde Aristides vivia com outra mulher e trabalhava como estivador. Vivendo em condições precárias, a família ainda precisa lidar com a crescente violência de Aristides.

O Cine exibe os filmes e logo após faz o debate, estimulando o pensamento critico da população, formando um público mais consciente e cada vez menos alienado aos problemas da nossa sociedade.


Ligiane DuarteAss. de Imprensa/comunicação(89) 9975 2143/9418 8488

Nenhum comentário: