9/12/2007

CHUVA




Estávamos em pleno frevo carnavalesco, ali, na esquina do antigo Cine Natal ( hoje, uma lanchonete / bar ), no cruzamento da Getúlio Vargas com a Fernando Marques, esperando o bloco passar; de repente, começou um toró de verdade, que fez escurecer o tempo.

Vejam só o riacho que se formou; os bueiros não davam conta. O negócio é que estamos no momento atravessando uma fase de calor terrível, mas quando chove aí é um Deus nos acuda.

As autoridades precisam rever essa malha urbana da cidade e identificar esses problemas repetitivos, senão, o custo vai subir, paulatinamente, e comprometer outras atividades.

Vamos cuidar da cidade, certo?

Nenhum comentário: