4/06/2015

RETRATOS

Paulo de seu Lourenço e Ciço Filho de Ciço Pintor

Uma outra resenha engraçada em Floriano, que nos conta o folclore local, mas dizem que foi pura verdade, lembra o nosso amigo Gilberto Lima, dava conta de que havia na cidade, naqueles bons tempos, dois mestres do pincel, Zé Pintor e o seu irmão Cicero Pintor, dois magros na arte de pintar e desenhar.

O negócio é que certa vez, então, inspirado, seu Cícero Pintor dedicou-se a pintar, na parede externa da casa de seu Zezinho Rocha, na lateral da rua São João, um painel deverasmente incrível, nada mais na menos do que um desenho de um quarto de carneiro assado , desenho este totalmente personalizado, que despertou a atenção de todos que por ali passavam.

Comentava-se que o desenho ficou tão perfeito e simétrico, que não tinha um transeunte ali que não desse uma parada e uma olhada daquelas, pela força da sua realeza e pintura, deixando todo mundo numa fome danada.

Disseram, até, que uns cachorros vira latas da vizinhança dali, se estranharam e se enrolaram numa briga feia, disputando o conteúdo do desenho do carneiro pintado pelo mestre Cíço Pintor.

Em tempo: 


Cícero Pintor, já falecido, deixou uma vasta fonte de trabalho na arte de pintar junto à comunidade florianense e sempre era respeitado por todos aqueles que o conheceram.

Um comentário:

Gilberto de Moura Lima disse...

Perfeito meu caro Janclerques.

Só um reparo. A pintura foi de 1/4 de bode, mas, tudo bem, acredito que os seus seguidores vão adorar a prosa.

Gilberto Lima.