11/03/2014

RETRATOS

COLÉGIO SANTA TERESINHA

Colaboração: João Luiz Guimarães
(Texto extraído do Jornal de Floriano, ed. 396)

Origem

Fundado em 1º de setembro de 1934 pela emérita professora Iracema Abreu, mais conhecida como dona Morena, com a denominação de Jardim da Infância Santa Teresinha, tendo funcionado inicialmente no prédio localizado à rua Gabriel Zarur, esquina com a rua Assad Kalume, em frente ao Hotel Brasil.

Posteriormente, o professor José Raimundo de Vasconcelos, o famoso professor Zezinho, um dos baluartes da instrução nesta região, associou-se com dona Morena, ampliando a função da escola, que passou a ser denominada Instituto Santa Teresinha. Lá estudei dois anos, tendo a escola sido transferida para a avenida Getúlio Vargas, onde hoje funciona uma dependência do Armazém Triunfo Atacado. A estrutura do prédio continua igualzinha à daquela época: as mesmas portas e janelas, o mesmo teto. O quintal está modificado.Cortaram o frondoso pé de sapucaia em cuja sombra nós os alunos fazíamos as traquinices nas horas do recreio.

Eu não tinha condições financeiras para pagar os cinco mil réis da mensalidade da escola. Com muita bondade e caridade o inesquecível professor Zezinho me incumbia de fazer a cobrança das mensalidades dos alunos e em compensação estudava de graça e ainda recebia livros, material escolar e fardamento. A primeira farda que usei ainda tenho guardada.

Colegas

Foram meus bons colegas de classe: Agostinho Reis, Abdias Carneiro, Antonio José Marques, Euclides Nunes da Costa e Silva, David Carvalho, José Nunes, Euclides Ribeiro da Costa, Alair Alves Pereira da Rocha, Maria da Conceição Drumond, Amália Nunes, Alady Santana, Guilherme Noleto, Raimundo Batista Lavor, as irmãs Hadu e Jamila Mamed Bucar, Pedro Carvalho.

Por motivo superior não cheguei a concluir o curso ginasial. Deixei o Colégio no 3º ano para trabalhar no comércio.

Contemporâneos

Sebastião da Costa Ribeiro, os irmãos gêmeos Raimundo e Sebastião Leal, Milton Nunes Chaves, Maria Chaves, Corina Ribeiro, Leão Goes, Osman Magalhães Gomes, Manoel Nascimento Filho, Amado Bucar, Juscelina Fonseca, Francisco Castro, Iracema e Maria Izaura Atem, Faiz Salim, Mustafá Bucar, Jamil Bucar, Olinda Salustiano, Marisol Carvalho, Maria Kalume, os irmãos Nasser, Francisco, José, Moisés e Raquel Bonasser, Idelfonso Garcia Sandes, José Fonseca Nogueira.

Professores do Instituto

Zezinho Vasconcelos, Morena Abreu, Mário Dias Pereira. Em 20 de janeiro de 1939, o Instituto Santa Teresinha foi comprado pelo doutor Manoel Sobral Neto, que além de Promotor da Comarca, era professor da Escola Normal Municipal de Floriano. O doutor Sobral Neto transferiu a Escola para o prédio localizado na praça Coronel Borges, onde hoje é o Armazém Paraiba.

Foi criado o curso secundário e mudada a denominação de Instituto para Ginásio Santa Teresinha, que liderou por muitos anos a instrução em Floriano, tendo alunos procedentes de Carolina, Balsas, Colinas, São João dos Patos, Passagem Franca Maranhão, Corrente, Bom Jesus, Nova Lapa, São Raimundo Nonato, Jerumenha, Canto do Buriti, Itaueira e Amarante no Piauí.

Professores do Ginásio

Doutor Manoel Sobral neto, Flávio Portela Marcílio, Doutor Teodoro Ferreira Sobral, Eleotério Rezende ( autor do Hino  à Santa Teresinha, que o Ginásio posteriormente adotou como seu hino oficial ), Clementino Beleza, Doutor Fernando Lopes, Teresinha de Jesus Chaib Martins, Iracema Costa e Silva, Raimunda Carvalho, Moema Frejat, Ecléia Frejat, , Joaquim Lustosa Sobrinho, Carlos Salmito de Almeida, Albano Leão da Fonseca, Doutor Sílvio Meireles, dona Hercília Barros Camarço, Antonio Moreira Rosado, Zélia Martins Rocha, Padre Pedro da Silva Oliveira, Francisco Gabriel Batista e Josefina Demes.

Primeira Turma

A primeira turma de concludentes do Ginásio Santa Teresinha, foi a de 8 de dezembro de 1943. Fizeram parte do quadro como patrono e homenageados: Paraninfo - Doutor Manoel Sobral Neto; Jamila Sobral - Secretária. Homenageados: Professor Manoel Felício Pinto ( Juiz de Direito da Comarca ); Padre pedro da Silva Oliveira ( Vigário da Paróquia ); Professor Doutor Joaquim Lustosa Sobrinho; Professor Eleotério Rezende; Tenente Oliveira; Professora Maria Hermínia Sobral; Professora Moema Frejat; Professora Ecléia Frejat; Tenente José Rosa Wernz ( Instrutor ) e Carlino Francisco Nunes ( Inspetor Federal ). 

Foram concludentes nessa 1ª turma: Joaquim Cipriano de Sousa (Oficial do Exército), Horácio Ferreira Sobral (falecido), José Frejat (Orador e Deputado Federal), Auristela Castro (Professora), Maria Júlia Pereira ((Farmacêutica), Joselita Pereira (Funcionária do Inamps e Contadora), Hélio Martins de Araújo costa (Veterinário), Mário Martins (Bancário), Luiz Gonzaga Lopes (Bancário), Antonio Jorge Dib Barguil (Funcionário Federal), Francisco Gabriel (Bancário, Contador e Fundador do Centro de Estudos Superior do Piauí), Ezer Frejat (Professor), Odim Gomes dos Reis (Bancário).

Doutor Manoel Sobral Neto foi proprietário do Ginásio Santa Teresinha durante 24 anos, tendo como secretário o seu irmão Almir Sobral e sua esposa dona Jamila Sobral.

Em 15 de fevereiro de 1962, o Ginásio foi vendido para uma sociedade composta pelo Padre Pedro da Silva Oliveira, Padre José Almeida (Vigário de Barão de Grajaú), professora Adélia Waquim e Ivan Carneiro de Araújo, pela importância de mil e quatrocentos cruzeiros.

A construção do prédio próprio já estava bem adiantada, localizado na praça Francisco Nunes. Lá o Ginásio funcionou precariamente até 1981, quando foi vendido para as professoras Maria Pereira da Silva Araújo e Teresinha de Jesus Chaib Martins pela quantia de cinco milhões de cruzeiros.

Agora, com a denominação de Colégio Santa Teresinha, sob a direção das professoras Teresa Chaib e Maria Pereira, o Colégio dispõe de 12 salas de aula, assim distribuídas: maternal, pré-alfabetização, 1º grau completo, 1º ano do segundo grau. Escola Técnica de Comércio Professora Josefina Demes e Curso Pedagógico.

Para este ano foi construída uma dependência para Diretoria, Secretaria sala de professores e arquivo. Foi construída também a quadra de esportes Mussa de jesus Demes, denominação em homenagem ao atual Secretário de Fazenda do Estado do Piauí, que juntamente com todos os seus irmãos, são ex-alunos do Colégio.

Frequentam, atualmente, o Colégio Santa Teresinha, aproximadamente mil alunos.

Ex-alunos que se destacaram

José Frejat (Deputado Federal); Themístocles Teixeira (Deputado Federal); Edson Lobão (Deputado Federal); Jônathas Nunes (Deputado Federal); Teoplistes Teixeira ( Deputado Estadual); Sebastião Leal (deputado Estadual); Milton M. Furtado (General do Exército); Antonio José de sousa (Presidente do Banco do Estado do Piauí); Mussa de Jesus Demes (Secretário de Fazenda do Piauí); Hamilton Botelho (Presidente do Banco do Estado do Piauí); Fauzer Bucar (Vereador e Vice-Prefeito); Luiz Sobral (Engenheiro da Petrobrás); Juarez Leitão (Prefeito de Itaueira); Martinho Carvalho (Prefeito de São Francisco do Piauí); Napoleão Guimarães (Prefeito de Tomon/MA); Milton Nunes Chaves (Desembargador do Tribunal de Justiça do Piauí); William Palha Dias (Juiz de Direito e Escritor); Cícero coelho Rocha (Médico); Pedro Martins de Araújo Costa ( Médico); José Demes Filho (Médico); Jofran Frejat (Secretário Saúde do Distrito Federal e Diretor da Previdência Social); Alair Alves Pereira da Rocha (Juiz de Direito); Dimas Ribeiro Fonseca (Vice-Presidente do Tribunal de Justiça de Rondônia); Filadelfo Freire de Castro (Deputado Estadual); Termutes Carvalho (Professora); Herbran Ribeiro Gonçalves ( (Odontólogo); Humberto Castro (Médico); José Araújo Costa (Tabelião); João Carlos Ribeiro Gonçalves (Agrônomo); Francisco Pedrosa (Médico); José Afonso Kalume (Médico); Gabriel Kalume (Engenheiro civil); Antonio de Pádua Francis Kalume (Engenheiro Civil); Pedro Queiroz Ribeiro (Médico); Adala Carnib (Secretário SEPLAN); Cristóvão Augusto de Araújo Costa (Servidor do Senado Federal); Antonio Formiga (Bancário); Cezar Queiroz Ribeiro (Prefeito de Barão de Grajaú); José Paraguassu de Sousa Martins ((Odontólogo); Antonio Luiz M. Furtado (Bancário e Advogado); Janete Soares (Juiza de Direito); Pedro Atem Filho (Vereador); Carlos Augusto Bucar (Vereador); Ivone Demes Martins (Professora); Eva Macedo Rocha (Professora); José Leal (Contador); Vicente Rodrigues dos Santos (Administrador Centro Tributário); José Wilson Pereira (Vereador e Vice-Prefeito); Euvaldo Angelim (Médico e Empresário); Pedro Alves Pereira da Rocha (Médico); Nilmar Rocha (Cientista); Jesus Rocha (Médico); Maria Francinete Soares da Rocha (Agente Fiscal de Tributos Estaduais); Marília Lobo Oka (Bancária); Maria Anésia Oliveira (Bancária); Maria Luiza Paraguassu (Agente Fiscal de Tributos Estaduais ); Nadja Demes (Fiscal Federal); José Ribamar neiva (Pecuarista); Raimundo Alves Costa (Empresário); aviador Raimundo Oliveira e seu filho Marcos Caboré (também aviador); Gilza Sobral (todo o curso com nota 10); Luís Paulo Oliveira Lopes (Professor e Poliglota); Ana Cristina Mendes Rocha Santos (distinção em Latim); Janete Bucar (distinção em Latim); João Calisto Lobo (Senador); José Nazareno Araújo (Suplente de Senador, Procurador do Estado e Diretor do Detran); José Ribamar de Sá (Promotor Público); Antonio Luiz Moreira Nunes (Bancário); Raimundo de Carvalho Melo (Professor); Fernando Lapa (Presidente do Conselho Odontológico de São Paulo).

Fatos Pitorescos

Na hora do recreio, eu querendo bancar o artista de circo, tentar fazer o vôo da morte pulando de uma goiabeira para um cajueiro. Resultado: caí e quebrei o braço direito. Vieram as provas parciais eeu não tinha condições de escrever. A direção da escola decidiu bondosamente que eu ditasse as respostas dos quesitos para a minha estimada colega Amália Nunes e ela escrevia por mim.

O Sebastião Ribeiro viu no quintalda escola uma cobra saindo de um buraco e gritou alarmando: "chega, gente! Olha uma cobra subterrânea..."

Os irmãos gêmeos Raimundo e Sebastião Leal eram parecidíssimos. Ninguém distinguia um do outro a não ser sua genitora. A Dos Anjos era era uma empregada encarregada de distribuir a merenda. O Sebastião leal, mais traquino do que o Raimundo, comia a merenda duas vezes, deixando seu irmão para trás. O Raimundo reclamaou ao professor Zezinho, que fazia mais de dez dias que a Dos Anjos não lhe dava a merenda, alegando que já tinha dado. O professor resolveu o problema, ordenando que a merenda só fosse servida aos dois gêmeos juntos.

Nenhum comentário: