1/26/2014

FLAMENGO VENCE CORI-SABBÁ NA ABERTURA DO CAMPEONATO PIAUIENSE 2014

A relação fiel entre Augusto e Flamengo-PI não poderia ter recompensa melhor para a torcida, clube e atleta. Na estreia do Campeonato Piauiense, na noite deste sábado, o jogador foi o destaque rubro-negro na vitória por 2 a 0 sobre o Cori-Sabbá, no Estádio Tibério Nunes, em Floriano (PI). Recuperado de uma fratura na perna direita no começo deste ano, o atacante retornou ao clube em que foi revelado. E dos pés do jogador saiu o primeiro gol do Campeonato Piauiense 2014. Aliás, um belo gol. Com velocidade e habilidade nas magrelas pernas, Augusto fintou o zagueiro alvinegro e teve calma para abrir o caminho dos primeiros três pontos da sua equipe no estadual.

Sentindo os efeitos de uma pré-temporada corrida, os dois times tiveram dificuldades no início do primeiro tempo e se esgotaram na etapa final. Faltavam jogadas de arrancar elogios e técnica, mas sobrava um pouco de vontade. Com Darlan na lateral direita, o Flamengo-PI tinha maior presença e escapava com mais perigo. Com Anderson Kamar apagado, o Cori abusava das bolas levantadas – todas elas afastadas pelo goleiro Robson. Talvez por isso, o treinador Vanin pedia mais movimentação ao time. 

Em jogo marcado por polêmicas do árbitro Afonso Amorim com os jogadores do Cori-Sabbá, um pênalti duvidoso selou a festa rubro-negra em Floriano. Augusto recebeu pela esquerda e foi derrubado pelo zagueiro adversário dentro da área. Reclamações e irritações do Cori, mas na cobrança, Joniel colocou no canto direito do goleiro Fagner. 

Com a vitória, o Flamengo-PI enfrenta na segunda rodada o Barras. A partida acontece no próximo domingo (2) no Estádio Lindolfo Monteiro. Um dia antes, o Cori-Sabbá tentará reabilitação fora de casa, contra o 4 de Julho, na Arena Ytacoatiara. 

CORI PRESSIONA, MAS FLA-PI SAI NA FRENTE

Embalado pela torcida, o Cori-Sabbá começou ameaçando. Nos primeiros minutos de jogo, a equipe chegava com mais facilidade ao gol rubro-negro, mas parava nas mãos do goleiro Robson. O Flamengo-PI pouco arriscava. Em uma das poucas oportunidades, a Raposa abriu o placar aos 32 minutos. Augusto driblou a zaga alvinegra e não deu chance para Fagner. Raposa: 1 a 0.

O gol esquentou a partida. Aos 36 minutos, o atacante Marcinho ficou cara a cara com o goleiro Robson, após confusão dentro da pequena área. O goleiro do Flamengo-PI mais uma vez mandou a bola para escanteio. O Cori-Sabbá corria em busca do empate, porém parava na barreira defensiva montada pelo treinador Dênis Borges.

As chances dos donos casa de igualarem o placar ainda no primeiro tempo acabou aos 42 minutos, quando o árbitro Afonso Amorim deu pênalti para o Flamengo-PI. Joniel não deu chance para Fagner e ampliou o placar: 2 a 0. 

PÊNALTI, IMPEDIMENTO E MURALHA ROBSON

Em desvantagem no placar, o Cori-Sabbá voltou a campo mordido e disposto a mudar o placar. Não demorou muito para a equipe ameaçar o gol rubro-negro. Nos primeiros 20 minutos da última etapa, só deu Cori-Sabbá. E teve de tudo: bola na trave, lances de perigo e as mãos de Robson.

O goleiro do Flamengo-PI protagonizou um dos lances mais polêmicos da partida. Aos 10 minutos, o goleiro derrubou Cafezinho dentro da área. O árbitro Afonso Amorim marcou pênalti, mas voltou atrás depois que viu o auxiliar Thiago Leitão sinalizar impedimento do atacante do Cori-Sabbá. 

Insatisfeita com o lance, a torcida do Alvinegro incentivou ainda mais o time. Os gritos vindos da arquibancada deram ânimo aos donos da casa, mas não o suficiente para ultrapassar a muralha rubro-negra. Kamar, Cafezinho e companhia chegaram, mas sem sucesso.

Com a vitória assegurada, o Flamengo-PI chegou a marcar no final com Rafael. O jogador, no entanto, estava impedido. Cansada, a Raposa apenas administrou o resultado, que garantiu a primeira vitória no Piauiense 2014.

Fonte: florianonews.com

Nenhum comentário: