11/21/2009

FERROVIARIO


Outra grande oportunidade do apogeu de nosso futebol, foi quando o time do Ferroviário de Floriano se tornara imbatível durante a década de sessenta, durante a gestão de Deusdete Macarrão.


O time jogava por música e possuía craques que deixavam os adversários a ver navios, como o Sadica, Cabeção, Vicentinho e o driblador Lino, que veio de Campina Grande.


Esse jogador, o Lino, para assinar o contrato de vir jogar em Floriano, acertou que teria que ter à sua disposição uma geladeira ( movida a querosene à época ), o que causava um certo tumulto junto aos outros jogadores contratados.


De forma que, naquele tempo, tínhamos bastante motivos para ir a campo, assistir a grandes jogos e gols espetaculares, fora as famosas " voadas " do arqueiro Pompéia.

Nenhum comentário: