7/11/2008

RETRATOS


Mais um edital fotográfico de nosso irresistível Cais do Porto, no momento em que as águas do Parnaíba estavam acima do limite em constante poesia.

O velho Naval ainda estava solitário e os pescadores, talvez, estivessem lá pelos patetas ou lá pelos regatas buscando seus surubins e piaus.

O instante é lírico, quando nossa imaginação permite buscar os tempos de outrora, quando as tardinhas nos deixavam viver intensamente a infância querida que os anos não trazem mais.

Foto: Umbelarte

Nenhum comentário: