2/28/2006

PARNAIBA


Outro momento de calmaria: o rio Parnaiba cheio, numa bela manhã cedinho, quando todos ainda estão em suas casas se preparando para mais um dia de rotina.
O parnaiba, caudaloso e sempre a nos embalar para o futuro, para mais um dia de trabalho.
Lembro-me das pescarias dos tempos românticos, principalmente naquele posto do professor Ribamar Leal. Era quase todo dia no mês de julho. A nossa turma em nossas manhãs ensolaradas em bronse total.
Outras manhãs virão; mas quem mais pescará?

Nenhum comentário: