4/30/2016

Rebaixado e com futuro incerto, Cori joga por "alegria à torcida", diz Vanin

Vanin quer despedida com vitória
Rebaixado para a segunda divisão do Campeonato Piauiense, o Cori-Sabbá joga no domingo contra o Altos pela última rodada do returno apenas para cumprir tabela e, como diz o técnico Vanin, “para dar ao menos uma alegria para a torcida”. Sem diretoria, os torcedores ainda não sabem qual será o futuro do clube.

Com apenas seis pontos na classificação geral do estadual, o Cori disputa a última rodada matematicamente rebaixado. Porém, tem um papel fundamental: joga contra o Altos, que pode ser punido com a perda de quatro pontos, e o placar do duelo pode alterar a tabela do G-4.

Sem nenhuma pretensão, Vanin acredita que a motivação dos jogadores virá da necessidade de retribuir o apoio dos torcedores.

- Continuamos treinando. Queremos dar pelo menos uma alegria para a nossa torcida na última partida, então vamos para vencer o jogo. O torcedor ajudou bastante a gente nessa dificuldade que o Cori-Sabbá teve – relata o técnico.

O futuro do time também continua incerto. O time deve ficar mais de um ano parado, já que a próxima competição profissional que poderá disputar será a Série B do estadual, no segundo semestre de 2017. Até lá, o clube precisa se reestruturar. Atualmente o Cori não tem sequer diretoria legalmente constituída.

- Ninguém sabe como vai ser daqui para frente. O clube vai fechar as portas – diz Vanin.

Na última rodada, o clube atuará sem Yan, Cleiton Maranhense e Anderson, suspensos pelo acúmulo de cartões, e sem o meia Elton, que deixou Floriano. O jogo contra o Altos será na casa do Cori, o estádio Tibério Nunes, às 17 horas.

Nenhum comentário: