9/30/2013

Alunos do Colégio Estadual participaram da 3ª Trilha Ecológica

Uma manhã de diversão, aventura e conhecimento a respeito do meio ambiente. Assim foi o dia dos alunos do 3º ano do Ensino Médio da Escola Normal Osvaldo da Costa e Silva (Estadual), que participaram no último sábado (28), de uma Trilha Ecológica.


A 3ª Trilha Ecológica, que foi promovida pelas professoras Kleyssa, Eliete e Jeane, com parceria da Secretaria Municipal de Turismo e Desenvolvimento Econômico, aconteceu na localidade Tabuleiro do Mato, zona rural do município de Floriano, sendo acompanhada pelo Secretário da Pasta, Marcelo Roxo, bem como a diretora da escola, professora Maria da Paz.

A trilha teve como objetivo um recurso metodológico, ou seja, uma prática ambiental, que visa à transmissão de conhecimentos através de visão, olfato e sentimentos, tornando-se uma experiência direta com a realidade de forma interdisciplinar, possibilitando a consciência ambiental dos alunos.

Durante a execução da trilha, coordenada por guias da área, os alunos tiveram um contato com a natureza, onde puderam descobrir a importância da conservação do meio ambiente, compartilhando informações a respeito da temática ambiental de como terem uma consciência sobre a preservação do meio ambiente.

Fonte: florianonews.com

9/26/2013

Prefeito Gilberto Júnior participa do encerramento da Semana do Trânsito

Durante oito dias, a Prefeitura de Floriano, por meio da Superintendência Municipal de Trânsito (SUTRAN), e em parceria com o Batalhão de Trânsito da Policia Militar (BPTRAN), realizou ações educativas e repreensivas nas ruas e avenidas de Floriano.


As atividades fizeram parte da programação da Semana do Trânsito. Houve ainda palestras nas escolas, exposição de carros envolvidos em acidentes, simulação de acidente e atendimento, e distribuição de kits e panfletos informativos sobre as leis e segurança no trânsito.

Na manhã desta quarta-feira (25), uma caminhada marcou o encerramento da Semana do Trânsito de Floriano. O Prefeito Gilberto Júnior (PSB), o vice-prefeito Salomão Holanda (PRB), presidente da Câmara Municipal Vereadores, Manoel Simplício, o superintendente do Trânsito, Marcony Allisson, agentes da SUTRAN, as Policias Militar e Rodoviária Federal, além de estudantes das escolas públicas e privadas, participaram da caminhada que teve como objetivo alertar as pessoas sobre a segurança no trânsito.

A caminhada saiu da Unidade Escolar Bucar Neto desceu pela Av. Dirceu Arcoverde até à Av. Santos Dumont onde já havia um grande número de alunos aguardando. Seguiu até a Av. Eurípedes de Aguiar, dobrando pela Rua Fernando Drumond até a Praça Dr. Sebastião Martins.

No encerramento as autoridades usaram a palavra para pedir pela segurança no trânsito e lembrar mais uma vez que o trânsito é feito por todos.

“Nós estamos gratos pela participação da comunidade, sabemos que o trânsito hoje mata mais que as doenças e a guerra, por isso estamos empenhados em continuar trabalhando para diminuir os acidentes, conscientizar as pessoas e transformar a cidade de Floriano em um lugar mais seguro,” disse o Superintendente Marcony Alisson.

“Sinalizamos Floriano, equipamos nossos agentes de trânsito, estamos com uma equipe pronta pra atuar em qualquer situação e em parceria com a Policia Militar e a comunidade sei que poderemos fazer mais pelo trânsito da nossa cidade,” falou o Prefeito Gilberto Júnior.

Fonte: florianonews.com

9/24/2013

PROGRAMAÇÃO PROJETO FLORART


José Paraguassu/Jusmária Duarte
 Um grupo de artistas e apreciadores de arte e cultura em Floriano esta organizando o projeto cultural FLORART, que tem como objetivo dar oportunidade aos artistas da terra, em todos os seguimentos da arte.

O projeto vem contemplando vários seguimentos da cultura local, como a música, poesia, dança e, brevemente, outros gêneros da arte regional.

A proposta é promover uma reunião de artistas interessados na divulgação do seu trabalho, e de pessoas que apreciam a boa arte e valorizam o que é produzido na Princesa do Sul.

“Imaginamos que essa é uma ótima ocasião para que todas as pessoas interessadas conheçam e tenham contato com as músicas produzidas pelos artistas do nosso rincão,” disse José Paraguassú, da organização.

Programação do Florart:

Dia 27/09/2013 – Pesque Pague 20hs.

Entrada Franca

Abertura:

IDIOCRACIA ROCK BAND

Poesia:

Carlos Didiê
Cida, A Escritora da Madrugada
Simone Batista

Dança:

Grupo Cultura de Rua
Diretor: Alisson Rocha

Teatro:

Associação dos Brincantes do Folclore Nordestino
Apresentação de teatro – Cenas Curtas
Diretor: Leonardo Carlos

Música:

Claudio Roberto do Carmo Moura
1 – Beber Breja Gelada (Claudio Moura)
2 – Linda Estrela (Caudio Moura)
3 – Solidão de Caminhoneiro (Claudio Moura)
4 – Namoro ou Amizade? (Claudio Moura)

Dorival de Jesus Silva (Dorin)
1 – Vamos dar as mãos (Dorin)
2 – Vida de sertanejo (Dorin)
3 – Devolva minha paz (Dorin)
4 – Vou ver você (Dorin)

Francisco da Silva (Kinô)
1 – Forró do bate-coxa (Kinô)
2 – Canta passarinho (Kinô)
3 – Natureza (Kinô)
4 – Pra sempre vou te amar (Kinô)

Izaias – Sanfoneiro do Bairro Taboca
João Roxo – Sanfoneiro do Bairro São Cristóvão

Barracas com comidas típicas
Artesanato

Contatos:

Cícero da Silva – (89) 9976-4112
Chico Mário – (89) 9911-4711
Paraguassú – (89) 3522-114/1292 9925-4882
Visite a pagina do facebook – Projeto Cultural Florart


9/21/2013

RETRATOS

Dentro do contexto histórico do nosso futebol de salão, em sua fase mais arrasadora, destacamos o time do Arrasadores do Esporte Futebol Clube, oraganizado por Teodoro Sobral.

Segundo nos informa Teodoro, na verdade, " não era time do Laboratório Sobral mas, sim, a equipe dos Arrasadores do Esporte Futebol Clube. Esse nome era em função de que todos éramos pernas de pau e tivemos o disparate de concorrermos com times tipo a Aabb que tinha craques como Antônio Luiz Bolo Doce e Zé lobo. Fizemos o primeiro gol nessa partida e perdemos de 17 a 1. A gozação foi grande, mas valeu. Observe o Zé Afonso com o copo de cerveja na mão e o Rafael quis impugnar nosso time por falta de decoro ao esporte."

De qualquer forma, muitas histórias estão aí para serem contadas e expostas com naturalidade e essa resenha do time dos Arrasadores do Espote Futebol Clube nos remete a reviver aquels bons tempos de revolução, saudosismo e galhardia.

RETRATOS

Dentro do contexto lírico de nosso centro histórico, aí observamos a velha loja Casas Pernambucanas e a tradicional Mascote, com alguns transeuntes passeando, como se fosse uma tardinha de domingo, próprio para se  assistir uma bela matinê no Cine Natal.
 
Segundo nos lembra o Tibério Melo, um de nossos assíduos leitores, " a Mascote é o quiosque mais perto das Lojas Pernambucanas, por muito tempo explorada pelo Sr. João e D. Dora, casal muito distinto. Lá eles preparavam vitaminas, refrescos, cachorros quentes (era com carne moída), caldos, pastéis, etc. O outro quiosque era de venda de revistas. É o original da Rosa de Ouro do Sr. Camilo. Colado às Lojas Pernambucanas havia o Seu Tufí, a Loja do Michel (inicial), atrás da Igreja o Posto de aluguel de Bicicletas do Mestre Walter. Neste espaço todo ouviam-se as transmissões, por rádio, dos jogos dos campeonados de futebol e da Copa do Mundo de 58 e 62. Maravilha!"
Essas lembranças nos fazem sentir saudosos em poder reviver, por aqui, essa epopéia lírica daqueles bons tempos.

9/20/2013

Realizada abertura do 3º Festival Nacional de Teatro em Floriano

A cidade de Floriano se transformou nesta quarta-feira (18), no maior celeiro das artes cênicas, devido a abertura do Festival Nacional de Teatro – Pontos de Cultura e Grupos Independentes, que esse ano homenageia o ator e diretor piauiense Francisco Pellé.

O evento segue até o dia 22 de setembro e conta a apresentação de 26 espetáculos de diversas regiões do Brasil.

Durante a programação, sete espetáculos do Piauí irão se apresentar, sendo quatro de Floriano e um do Maranhão, além de palestras oficinas e workshop que acontecerão de 19 a 21.

A abertura do Festival aconteceu no Espaço Cultural Maria Bonita com a estreia do espetáculo “A Mais Forte”, montado pelo Grupo Escalet e dirigido por Alisson Rocha.

Ainda na noite de abertura foram apresentados mais três montagens: "O fuxiqueiro de Janduís" – RN, apresentado na Beira Rio de Floriano; "Fim da Partida de Londrina" -PR, no espaço alternativo do Espaço Cultural Maria Bonita; e "O Encontro das Águas de Aracaju" - SE, apresentado em um palco Italiano no Teatro Maria Bonita.

Em todas as edições, o Festival vem mostrando, principalmente aos piauienses, a grande revolução cultural provocada pelo Programa Cultura Viva, do Ministério da Cultura, através dos Pontos de Cultura, proporcionando o fazer cultural aos amantes da arte em um local distante dos grandes centros onde existe um apoio pequeno a grupos de teatro independentes e aos Pontos. O 3º Festival Nacional de Teatro conta com o patrocínio da Prefeitura Municipal de Floriano, Governo do Estado do Piauí e da Secretaria da Cidadania e Diversidade Cultural, através do Ministério da Cultura.

*Com informações do Grupo Escalet/florianonews.com

9/16/2013

Coleção FLORIANENSES, Volume 2


Chegando ontem, de Brasília, o nosso amigo Cristóvão Augusto, um dos coordenadores da Fundação Floriano Clube, revelou que foi um grande sucesso o lançamento da Coleção FLORIANENES, Volume 2, no dia 12 último, em Brasília no Carpe Diem. Muitos florianenses presentes, uma confraternização de grande magnitude.

Dos homenageados, estiveram presentes o Ministro Aldir Passarinho, acompanhado de sua esposa. Ele está com 94 anos, mas muito lúcido e teceu os maiores elogios a iniciativa da Fundação. Também Ferreira de Castro e Antonio Araújo, todos na companhia de familiares. Presente também familiares de Cristino Castro, Osvaldo da Costa e Silva, Francisco Rocha, Theodoro Sobral, Alderico Guimarães, Josefina Demes, quase a totalidade da família de Sobral Neto e ainda de Pedrina Ramos.

O coordenador estará seguindo hoje para Floriano, para reunões e encontros, no sentido de otimizar o andamento dos projetos da Fundação.

9/13/2013

Alvorada festiva marca início dos festejos de Nossa Senhora da Guia em Floriano

O bairro Nossa Senhora da Guia, em Floriano, celebra mais um novenário em honra a sua padroeira, a mãe e discípula que incentiva o anúncio da Boa Nova com alegria e renovado ardor missionário.
Foto: piauinoticias.com

Com o tema “Discípula e missionária do Senhor”, este ano os festejos comemoram 93 anos de devoção popular a Nossa Senhora da Guia, a mãe que acolhe e conduz seus filhos em busca de salvação a Deus pai.

As festividades de abertura do novenário tiveram início às 05h00 desta quarta-feira (11), com alvorada festiva, queima de fogos e a presença da Banda do município, que tocou musicas tradicionais em homenagem a padroeira.

Logo após foi servido um café da manhã comunitário no adro da igreja. Entre os presentes estavam o Vice-prefeito de Floriano, Salomão Holanda, representando a Prefeitura de Floriano e alguns fieis devotos.

À noite a recitação do terço será iniciada às 19h00 e a celebração eucarística terá início às 19h30.

Durante os dez dias de festejos serão realizadas novenas, missas, torneios, leilões, corridas de cavalo e festa dançante. O novenário prossegue até dia 20 de setembro, encerrando com procissão às 17h30, seguida de Santa Missa.

Os festejos de Nossa Senhora da Guia tem uma tradição de quase 100 anos, onde devotos de todas as partes do estado visitam o santuário no bairro Guia em romarias de agradecimento às graças alcançadas ou com o objetivo espiritual buscar milagres na oração, seguindo a Deus no templo de Nossa Senhora da Guia.

Fonte: florianonews.com

9/08/2013

ENTREVISTA COM CRISTÓVÃO AUGUSTO

Foto: Luiz Alberto Sanches -  
(Jornalista Deoclécio Dantas, filho de florianense 
e autor do prefácio do primeiro volume 
ao lado de Cristovão Augusto, coordenador
 do projeto)



Fonte: cabeçadecuia.com

Para saber mais detalhes da Coleção FLORIANENSES e sobre a Fundação Floriano Clube, o www.cabecadecuia.com conversou com o florianense Cristovão Augusto Soares de Araujo Costa, um dos organizadores do livro e da Fundação. Cristovão trabalhou por muitos anos em Brasília no Ministério da Educação, Ibama e no Senado, onde no Prodazem foi um dos quatro coordenadores da Constituinte e de várias CPIs,como as do Orçamento, Anões e Collor. Foi também chefe da assessoria especial do governo de Maria de Lurdes Abadia, no Distrto Federal.

cabecadecuia.com - Como e para que nasceu a Fundação Floriano Clube?

Cristovão Augusto - "O Floriano Clube foi fundado em 1938 mas estava abandonado há alguns anos. Então os sócios proprietários se reuniram e criaram a Fundação Floriano Club, uma entidade sem fins lucrativos e que trabalha para preservar, promover, desenvolver, incentivar e manter toda e qualquer manifestação cultural, além de promover a manutenção e recuperação de bens materiais e preservar o patrimônio histórico, arquitetônico e paisagístico da cidade de Floriano. A Fundação luta para preservar a história local, o folclore, a culinária e tudo o que venha a compor aspectos da tradição florianense. Nós já temos a projeto arquitetônico para o novo prédio, uma doação do Dr. Avelino Neiva. Inclusive toda a documentação já foi regularizada em cartório, em nome da Fundação. Estamos agora procurando meios e recursos para viabilizar essa construção."

"No ano passado, nessa epóca, durante as comemorações dos 115 anos de Floriano, nós lançamos o primeiro volume da "Coleção Florianenses", que objetiva recuperar e divulgar o perfil com dados biográficos, daquelas pessoas que contribuiram com a história da cidade. No primeiro volume nós trouxemos 10 pessoas. Já no próximo dia 07 de julho,nós faremos o lançamento do segundo volume com 23 pessoas. Além de trazer o perfil biográfico dessas personalidades homenageadas, o livro contém também a parte iconográfica, com fotografias. Para as próximas edições já temos relacionados 193 florianenses, e sabemos que há muitos mais a serem cadastrados."

cabecadecuia.com - Essa iniciativa recebe o apoio de quem?

Cristovão Augusto - "Essa iniciativa conta com o apoio dos florianenses, por enquanto. Ainda não conseguimos viabilizar outro tipo de apoio financeiro. Para esta segunda edição,solicitamos o apoio da Prefeitura de Floriano, mas ainda estamos aguardando uma resposta. Estamos propondo ao prefeito que nos ajude, comprando de 100 a 200 volumes de cada edição, para distribuir nas escolas, no município ou mesmo para presentear aos visitantes da cidade, enfim...Estamos ainda aguardando uma resposta da prefeitura."

"Quanto ao projeto arquitetônico da nova sede, iremos desenvolver um trabalho junto a orgãos do Estado, como a secretaria de Cultura, secretaria de Turismo, para sabermos como poderá ser viabilizada uma ajuda. Vamos buscar recursos também junto a orgãos federais como o Ministério da Cultura e Ministério do Turismo. Vamos também procurar os parlamentares piauienses, para tentarmos viabilizar algum tipo de verba, já que a Fundação não tem fins lucrativos e visa preservar o patrimônio histórico da cidade. No novo projeto arquitetônico, o salão de festas do antigo clube, por exemplo, será preservado. As novas instalações terão espaço para salas para escola de música, escola de dança, culinária e inclusão social. Haverá também um cinema, um mini-shopping com lojas e praça de alimentação, que serão alugados para ajudar na manutenção  do local.

cabecadecuia.com - Esta parece ser uma iniciativa pioneira no Estado. O senhor conhece algo parecido nos municípios piauienses?

Cristovão Augusto - Eu não conheço e algumas pessoas já me disseram que também não conhecem, principalmente esta iniciativa de ter livros publicados, com perfis biográficos de cidadãos que contribuiram para história da cidade.

cabecadecuia.com - De todo o material coletado até agora, muita coisa interessante e rara deve ter sido encontrada. O que o senhor destacaria como algo que foi recuperado para a história de Floriano?

Cristovão Augusto - "Eu destaco como raro, eu diria raríssimo e interessante, um bilhete do própio punho do ex-presidente Juscelino Kubitschek, datado de 17 de maio de 1955, quando esteve em Floriano em campanha para a presidência da República, e fez um bilhete para o então prefeito da cidade, Sebastião Martins Um outro bilhete, também de Juscelino, já eleito e também para o prefeito Sebastião Martins, onde ele pede que ele o represente num batizado de uma criança em Floriano."

"O lançamento da próxima edição acontecerá no próxmo dia 7 de julho, em Floriano, durante as comemorações dos 116 anos da cidade, no Espaço Cultural  Maria Bonita, um prédio que também tem um valor histórico muito grande para os florianenses, que foi inicialmente uma capela e depois passou abrigar a Usina Elétrica. O espaço ficou em ruínas, mas conseguimos recuperar no governo de Hugo Napoleão e do secretário Jesualdo Cavalcanti. Hoje o local funciona como se fosse um teatro."

cabecadecuia.com - Além de adquirir os exemplares das edições já lançadas, como o florianense poderá contribuir com a Fundação?

Cristovão Augusto - "O florianense pode participar de várias formas, mas o que mais nós queremos é o envolvimento das pessoas. Que os florianenses participassem mais e que não esperassem que a coisa acontecesse. Um documento valioso, uma informação... Sabemos que a ajuda financeira é dificil. O que queremos é a participação, o envolvimento. Se isso acontecer e o florianense se envolver de verdade... Isso é o que a gente busca. Existem outras pessoas que participam ativamente do projeto como o Luiz Paulo de Oliveira Lopes, a Rosenilta de Carvalho Attem, o Teodoro Ferreira Sobral Neto, o Avelino Neiva e que podem ser procuradas.


Coleção FLORIANENSES estará em Brasília

No próximo dia 12 de setembro, em Brasília, quinta-feira, portanto, estará disponibilizado o lançamento do livro da Coleção FLORIANENSES, Volume 2, editado pela Fundação Floriano Clube.


O evento acontecerá na residência de ida Sobral, no Lago Norte.

Segundo os seus organizadores, Cristóvão Augusto, Rosenilta Attem, o professor Luís Paulo e Teodoro Sobral Neto será uma boa oportunidade para os piauienses e florianenses que residem em Brasília voltarem ao passado.

A proposta é incentivar, cada vez mais, a revitalização da história de Floriano, através de pessoas que contribuíram, decisivamente, para o progresso da Princesa do Sul.

Seria de suma importância, no entanto, que a colônia florianense que reside em Brasília apoiasse esse trabalho, para que a Fundação Floriano Clube se empenhe, cada vez mais, na edição dos futuros volumes que vêm por aí, ainda.

9/07/2013

7 DE SETEMBRO

Cena típica do desfile de sete de setembro, ainda nos anos sessenta, na altura do Ginásio Primeiro de Maio.

Havia uma postura mística e romântica nos desfiles do passado. Hoje, as alegorias e o visual moderno tomam de conta da avenida.

Quem suava bastante a camisa naquele tempo era o professor Ribamar Leal, conduzindo sua escola com muita tenacidade.

De qualquer forma, a tradição permance e, hoje, teremos mais um belo desfile na avenida Getúlio Vargas.