8/29/2013

RECUPERAÇÃO DAS ESTRADAS VICINAIS

A Prefeitura por meio da Secretaria de Infraestrutura, vai recomeçar em setembro, a recuperação das estradas vicinais que dão acesso aos povoados do município. No total, serão recuperados cerca de 100 Km de estradas.


O pedido partiu do prefeito Gilberto Junior durante um reunião com o secretário, George Everson. Ele informou que o serviço será executado por uma equipe da própria secretaria.

“Vamos estar com frentes de trabalho em vários pontos do município, recuperando estradas não pavimentadas, que acabaram sofrendo com o desgaste das chuvas”, explicou o secretário.

“Pelo menos cinco comunidades que residem ao longo dessas estradas e que precisam escoar suas produções serão beneficiadas”, afirmou o prefeito.

Fonte: 180graus.com

8/28/2013

CAPACITAÇÃO PARA PROFISSIONAIS DO TRÂNSITO

A Escola Piauiense de Trânsito, em parceria com o Sest/Senat, ofereceu, durante os dias 19 a 24 de agosto, um curso de capacitação para mototaxistas. Essa iniciativa pretende reforçar asinformações sobre as leis de trânsito e proporcionar maior qualidade de trabalho para estes profissionais, ressaltando a importância de manter uma boa conduta nas linhas de tráfego.

A capacitação foi dividida em três módulos com validade de cinco anos, de acordo com a Resolução 410/12 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que institui cursos especializados obrigatórios destinados aos profissionais em transporte de passageiro e entrega de mercadorias, que exerçam atividades remuneradas na condução de motocicletas e motonetas.

O curso foi oferecido gratuitamente e, segundo Gemma Galgani, diretora da Escola de Trânsito, esse foi um ponto muito importante. “O Detran-PI vem trabalhando para proporcionar maior segurança no trânsito aos cidadãos e levar informações aos condutores”.

Fonte: florianonew.com

                                                                   

8/23/2013

Iniciados festejos de São Raimundo Nonato em Floriano

Teve início no bairro Irapuá II, em Floriano, na última quinta-feira (22), os festejos em honra a São Raimundo Nonato.


Pela manhã aconteceu a carreata e café da manhã partilhado para os fieis da comunidade São Raimundo Nonato, presente no evento.

À noite a abertura do festejo do glorioso padroeiro do bairro Irapuá II contou com o tradicional levantamento do mastro e celebração eucarística, celebrada pelo padre Serafim Petroski.

A programação litúrgica, que teve início na quinta feira (22), se estenderá até o dia 31 de agosto. Durante esses dez dias haverá terço e missa todas as noites, sempre às 19h00.

parte social haverá bingos beneficentes, barracas com comidas típicas, bazar e no dia 31 de agosto, último dia de festejo, haverá leilão e festa solene.

Fonte: florianonews.com

8/20/2013

EDITORIAL II

MOBILIDADE URBANA DE FLORIANO

A ideia da Câmara Municipal, em requerer do Governo do Estado a instalação de linha de metrô em Floriano parece sonho, mas ela faz sentido em se tratando do planejamento urbano da cidade que já forma um contingente populacional significativo e com os projetos que se comenta estão por vir: porto seco, montadora de motos, shopping Center, gás natural (termelétrica) e outros que se falam por aí. Metrô, no sentido clássico da palavra, não deve ser o caso, pois esta modalidade de transporte só se justifica em metrópoles de centenas de milhares de pessoas, mas um transporte de massa adequado às cidades do porte de Floriano já vale a pena pensar e discutir, tipo, os VLTs (veículo leve sobre trilhos). É uma modalidade de transporte sobre trilhos que já funciona na região do Cariri no Ceará, está sendo implantada em Sobral, também no Ceará, Vitória, Rio de Janeiro e Brasília. Nestas capitais, para atender localidades menores e distantes integrando-as à linha metropolitana básica.


Já que a cidade de Floriano está tomando contornos de metrópole faz bem nos seus planos ser incluído este item audacioso de transporte de massa, mas não menos desprovido de fundamento. Até porque está no foco principal dos governos federal e estaduais a intensificação e melhoria da MOBILIDADE URBANA (novo termo introduzido no atual governo federal para tratar de assuntos de transporte urbano e afins).

Agora, que este projeto venha a ser estudado, avaliado, bem planejado e, quem sabe, brevemente implantado sem que se torne um projeto fracassado como a tal usina de biodiesel que hoje se transformou num trambolho que ninguém sabe o que fazer, mas que gera despesas que não se sabe quem banca.

Para começar bem o projeto, é preciso não estigmatizá-lo logo no início como sendo um transporte para carentes. Não, isto não deve ser foco, nem mote muito menos objetivo principal. Este transporte tem que ser direcionado para a população em geral, não importando o seu status ou sua condição de vida para que os automóveis, verdadeiros gargalos das cidades maiores, venham a ser substituídos pelas modalidades mais adequadas. Este é o objetivo dos governos federal e estaduais e deverá ser, também, o de Floriano. Se os equipamentos deste sistema vierem para disputar espaço com os automóveis não terá valido a pena implantá-lo. É bom se ter juízo.

8/19/2013

Vereador solicita em Requerimento construção de linha de Metrô em Floriano

Foi realizada na noite da última sexta-feira (16), na Câmara Municipal de Floriano, a primeira Sessão Ordinária da segunda quinzena do segundo semestre de 2013.

Em conformidade com o regimento interno da Casa Legislativa, no início da Sessão o Vereador José Leão (PSD), que estava como Primeiro Secretário da Câmara fez a chamada nominal dos parlamentares, a leitura da Ata da Sessão anterior e a leitura das Proposições para apreciação em Plenário pelos vereadores presentes.

No início da Sessão, a comitiva da Paróquia de São Raimundo Nonato, usou o espaço na Tribuna Livre da Casa, para divulgar o Festejo de São Raimundo Nonato, e convidar os parlamentares e servidores da Câmara a participarem das festividades. Na oportunidade, os líderes comunitários solicitaram dos Vereadores o auxílio na construção do Salão Paroquial da comunidade do bairro Irapuá.

Dando continuidade a Sessão, foi apresentado 1 Projeto de Lei, de autoria do Vereador Maurício Bezerra, que dispõe sobre a denominação da Rua Travessa São Miguel, situada entre as ruas Major Carlindo Nunes e Benjamim Reis, bairro Pau Ferrado, próximo a Unidade Escolar Jacob Demes.

Na Tribuna, o vereador Manoel Simplício (PV), apresentou o Requerimento n.º 347/2013, solicitando ao Governador do Estado do Piauí, Wilson Martins; ao Prefeito Municipal de Floriano, Gilberto Júnior e ao Secretário Estadual de Transporte, Avelino Neiva, que seja construída uma linha para metrô circulando a cidade de Floriano.

De acordo com o vereador Manoel Simplício, é uma obra audaciosa, mas possível de ser concretizada beneficiando diretamente a população.

“A linha do metrô vai beneficiar a população de Floriano mais carente que tem dificuldade de se deslocar até o centro da cidade. Então vamos lutar, temos muitos recursos disponíveis e é muito importante que a gente comece, atire a primeira pedra, leve esse projeto, que trabalhe e que lute por isso”, ressaltou o vereador.

Na Sessão Ordinária foram apresentados ainda os Requerimentos de autoria da Vereadora Maria da Guia, n.º 345/2013, solicitando ao Prefeito Municipal de Floriano e ao Secretário Municipal de Educação, que seja feita a reforma e ampliação da Escola Municipal João Gonçalves Filho, na localidade Boqueirão, zona rural do município; e Requerimento n.º 346/2013, solicitando que retorne o funcionamento das Unidades Básicas de Saúde, das localidades Boqueirão e Rio Branco, zona rural de Floriano.

Os Vereadores utilizando o espaço na Tribuna relataram suas visitas e posteriores Requerimentos a serem apresentados na Casa Legislativa, apontando melhorias que devem ser realizadas em diversos órgãos do município florianense.

Fonte: florianonews.com

8/15/2013

PESQUISA

Pesquisa realizada pelo Instituto BrVox ouviu 315 eleitores do município de Floriano, a cerca de 235km de Teresina, no período de 19/07 a 20/07/2013 e avaliou a gestão do prefeito Gilberto Júnior, filiado ao PSB, após os seis primeiros meses de mandato.

E o que se vê é uma aprovação com 61,59% dos entrevistados afirmando que aprovam a gestão de Gilberto Júnior. Outros 32,38% optaram pela opção 'Não aprova'. E um total de 6,03% optou por dizer que 'Não sabe' ou 'Não opina'.

VEJA O MAPA DO RESULTADO:


8/08/2013

Floriano vai promover a III Conferência Municipal de Cultura



Entre os assuntos a serem discutidos estão à implementação do Sistema Nacional de Cultura; revisões e propostas de novas leis para regular a atuação do Conselho Municipal de Cultura de Floriano.

A Prefeitura de Floriano, por meio da Secretaria Municipal de Cultura Esporte e Lazer, vai promover, no próximo domingo (11/08), a III Conferência Municipal de Cultura. O evento é etapa integrante da III Conferência Nacional de Cultura e terá como tema geral: “Uma Política de Estado para a Cultura: Desafios do Sistema Municipal de Cultura”.

Entre os assuntos a serem discutidos estão à implementação do Sistema Nacional de Cultura; revisões e propostas de novas leis para regular a atuação do Conselho Municipal de Cultura de Floriano; o Fundo Municipal de Cultura; leis de fomento municipal; produção simbólica e diversidade cultural; cidadania e direitos culturais; e cultura e desenvolvimento.

“Com a realização da conferência teremos uma coleta de subsídios muito importante para a adesão da cidade ao Sistema Nacional de Cultura, por meio do qual poderemos viabilizar recursos do Governo Federal para Floriano. O evento é aberto ao público e é uma excelente oportunidade para a população debater cultura em suas diferentes formas de expressão. Todos estão convidados a participar e contribuir para o fortalecimento da cultura em nosso município”, destaca o secretário de Cultura, Maurício Miranda.

O evento será realizado no auditório da Secretaria Municipal de Educação no horário das 08 às 17 horas e contará com as presenças de Cristina do Vale, consultora técnica da UNESCO e Francisco Pellé, consultor técnico da FUNDAC.

Fonte: noticiasdefloriano.com

8/07/2013

FUNDAÇÃO FLORIANO CLUBE LANÇA LIVRO

A Fundação Floriano Clube lançará, dia 19 de agosto, em Teresina, na Casa do Churrasco, na rua Linfolfo Monteiro, às 20 horas, o livro da Coleção FLORIANENSES, Volume 2.

Nessa edição, estão sendo homenageados 23 figuras ilústres de Floriano, dentre as quais, Milad Kalume, Christino Castro, Josefina Demes, Sobral neto, Frei Antonio Cúrcio, Eleutério Rezende, Salomão Mazuad, Epiphanio Borba, Antenor Silva, Theodoro Sobral, Osvaldo da Costa e Silva, Raimundo neiva, Padre José de Anchieta, Teresa Sá, Franciso Rocha, Raimundinha Carvalho, Alderico Guimarães, Aldir Passarinho, Ferreira de Castro, Pedrina Ramos, Antão Reis, Frei Vicente Cardone e Antono Araújo.

A Fundação Floriano Clube espera contar com o apoio dos florianenses que residem em Teresina e com a sociedade cultural da Capital.

Governo Federal prevê construção de aeroporto em Floriano

A obra entra no pacote de construção de novos aeroportos do país que vai anunciar este mês.

A presidente Dilma Rousseff incluiu a construção dos Aeroportos de Picos e Floriano no pacote de construção de novos aeroportos do país que vai anunciar este mês.

O governador Wilson Martins (PSB) se reuniu com o secretário estadual de Transportes, Avelino Neiva, e o presidente do DER (Departamento de Estradas e Rodagens), Severo Eulálio, para discutir a construção.

Neiva disse que viaja nesta terça-feira para Brasília para um reunião com o Governo Federal para discutir a inclusão dos Aeroportos de Picos e Floriano na lista dos aeroportos que terão construção anunciada. “Ainda vamos saber quais são os recursos e quantos aeroportos do Piauí vão estar incluídos nos que vão ser anunciados, declarou Avelino Neiva.

Eulálio declarou que os Aeroportos de Picos e Floriano serão de porte médio e os dos outros municípios serão de pequeno porte.

Meio Norte – ER

8/05/2013

EDITORIAL

FLORIANO - IDH-M 2013: 0,700
Floriano obteve, através dos dados do Censo de 2010, o índice 0,700, dentro da faixa de alto IDHM (índice de desenvolvimento humano), calculado pelo PNUD, órgão da ONU, sendo o maior índice das cidades do interior do Estado do Piauí e o segundo maior quando se inclui a capital Teresina. Esta marca deve ser valorizada e festejada. Deve ficar marcada por algum emblema, exposta em outdoors em locais públicos para ser lembrada a todo momento pelos seus cidadãos e pelos que visitam esta cidade. A Prefeitura, através de sua Secretaria de Comunicação Social, e os órgãos de imprensa locais não devem perder o timing da divulgação desta marca isto porque seus cidadãos precisam saber e compenetrar-se de que estão construindo uma sociedade saudável e civilizada em Floriano. É uma oportunidade que a cidade tem para atrair mais investimentos e impor-se diante da comunidade brasileira com este grande valor. Seus dirigentes, liderados pelo jovem prefeito e a sociedade local, devem valorizar e aproveitar a oportunidade para tirar os louros desta posição.
É muito importante que a Secretaria de Comunicação Social do município, sob a ordem do Sr. Prefeito, promva a criação de um mote, do tipo, FLORIANO 0,700 ou FLORIANO A MELHOR CIDADE PARA SE VIVER, etc ou coisa que o valha. Os profissionais da comunicação devem saber construir este mote. Fato é, que isto não pode passar como um simples indicador a compor uma lista de índices, pois, definitivamente, FLORIANO é a MELHOR CIDADE DO INTERIOR DO PIAUÍ PARA SE VIVER.
Teresina, já não pode fazer o mesmo, pois comparar-se com os municípios piauienses, do interior, chega a ser uma concorrência desleal. Seu parâmetro já não é este e sim as outras capitais do Brasil e nossa capital, infelizmente, continua colocada na rabeira ultrapassando apenas Maceió no conjunto, embora venha melhorando. Talvez por ser uma capital localizada na fronteira com o Maranhão, estado que apresenta os piores dados da pesquisa, tenha que absorver parte da população daquele estado sem boas condições para formarem positivamente os índices do PNUD e não tenha, também, um programa de incluir esta população de modo a melhorar a educação, a renda e longevidade. A carga para a capital piauiense é muito pesada, embora Floriano, geograficamente, esteja na mesma situação tenha, inclusive, influenciado para melhorar o índice da vizinha maranhense do outro lado do Parnaíba. Aí vem a pergunta: o que é melhor, ter uma população grande para receber o título de metrópole mas com desenvolvimento baixo ou ter uma população menor e capaz de dar melhor conforto aos seus cidadãos.
Cremos que embora não tenham obtido o índice na faixa de alto desenvolvimento, cidades como Picos e Parnaíba, ficaram bem situadas. São cidades com porte econômico bom em acelerado processo de crescimento mas que devem melhorar o seu desenvolvimento.
Floriano precisa, no mínimo, manter este índice. Como é uma cidade, que tradicionalmente não tem representantes nas esferas estadual e federal ou quando tem é muito pouco, o seu feito foi grande. O mérito maior deve ser creditado ao seu povo, à sua iniciativa privada, à sua pujante economia e aos dirigentes locais.

Neste momento a responsabilidade do Prefeito tornou-se maior e, superando o atual índice, tornar-se-á uma liderança a extrapolar as fronteiras do município. A população da cidade poderá contribuir muito.