6/04/2013

EXPLORAÇÃO DE GÁS EM FLORIANO

Em recente pesquisa feita pelo professor Luiz Paulo Lopes, de Floriano, como pode ser observado, desde há muito existe estudo sobre a existência de gás e petróleo na região de Floriano.

Achamos a informação deveras interessante, ainda mais agora, que foi realizado leilão para exploração de gás nesta mesma região.

Analisando a documentação ( !n "Notícia Historico-Geographica" de Floriano - 1924 ), o professor Luiz Paulo extraiu o seguinte:

"MINERAES E CONSTITUIÇÃO GEOGRAPHICA - o SUB-SOLO do Município de Floriano é rico em meneraes ainda inexplorados. As tentativas ultimamente realizadas para a exploração das jazidas aqui existentes teem sido constantes e repetidas. Dentre os esforços empregados neste sentido é digno de menção a da firma Arêa, Nunes & CXia, proprietária de uma provável mina de petróleo e schistos betuminosos, descobertas, em começo deste ano (1924), em terras da Fazenda Almécegas, a quatro léguas desta cidade. Em procura de pedras calcareas, dois sócios da referida forma encontram no leito do riacho Taboquinhas, peixes fosseis e outros indícios do precioso combustível. Depois de demonstradas pesquisas e constituida a firma, foi requerido e concediddo o registro da descoberta, cuj comunicação foi levada ao conhecimento do Ministério f Agricultura, Indústria e Commercio, onde já se acha devidamente ptotocollada. Para a continuação dos trabalhos, a firma não descuidou das providências e, attendendo às grandes e multiplas didfficuldades proprias do meio, diritiu-se ao exmo. sr. dr. Epitácio Pessôa, então presidente da República, solicitando-lhe a vinda de um geólogo do Ministério da Agricultura. Em resposta, o egregio brasileiuro prometeu fazer seguir, sem demora, um geólogo, que já havia recebido ordem de vir aos Estados do norte, afim de estudar os terrenos que contivessem mineraes, trazendo recomendações especiaes para os devidos estudos da mina então descoberta na fazenda Almécegas, deste municipio. Factos imprevistos de diversas ordens, como os acontecimentos políticos de julho deste anno, sobrevieram , preocupando e prendendo, no melindroso momento, toda a vida política ncional. Foi então adiada a vinda do profissional, e a firma Arêa & Cia, não medindo sacrificios, conseguiu na Bahia exames valiosos e estudos especiaes sobre amostras de schistos que para alli remeteram. Form satisfastorios. Alguma cois,pois, se tem feito com referencia ao descobrimento e pesquisa de nossas riquezas meneraes. O que não convem é abndonar o louvsvel emprehendimento, de que, provavelmente, advirá melhor futuro para o Estado, quiça para todo o Brasil. A questão é de maximo interesse para a economia nacional, e não devemos mais descrer da existencia do precioso liquido no seio uberino do nosso solo. De eames e pesquisas continuadas é que chegaremos a conficção de brilhante futuro que o desitno reserva a este vasto e rico paiz, fadado para as mais bellas conquistas. O ilustre brasileiro dr. Simões Lopes, quando ministro da Agricultura, no quadrienio presidencial passado, na JUSTIFICAÇÃO do regulamento que baixou com o decreto n. 15211, de 28 de dezembro de 1924, relativo â propriedade e exploração das minas, disse, tratando dopetróleo, que,'PELA SUA ALTA importância mundial, esta espécie de jazidas requer uma legislação especial, que por certo será estabelecida no dia feliz em que encongrarmos o primeiro poço petrolífero". Há muita esperança, continua elle, a este respeito o governo não tem poupado esforços para as pesquisas" De facto, essas jazidas são de impoertância capital, e praza aos céos que em brve chegaremos à realidade desses emprehendimentos. Afirma-se, também, haver neste Municipio jazidas de ouro, cobre, ferro, mas todas inesplordas.O terreno é formado de rochas, em grande parte, porem,dominado por terrenos arenosos e argilosos.

“ O texto é do Doutor José Messias Cavancante, que escreveu "Notícia Histórico-Geographica do Municipio de Floriano. Há um documento ( não localizei, ainda, infelizmente ) , com o laudo que veio da Bahia, confirmando o achado de schisto betuminoso neste Município.

Agora, estão leiloando esta área e Floriano está incluída - inclusive a parte da Almécegas.

Façamos, então, bom uso dessas informações, se for o caso “, comentou o professor Luiz Paulo.

Nenhum comentário: