4/16/2013

RETRATOS

Grandes figuras expostas nesta bela fotografia dos anos setenta, período romântico do futebol amador florianense.

Este time - o RENO, dirigido pelo piolho de bola José Amâncio, era humilde e teve passagens clássicas pelos campeonatos que disputara em Floriano, ganhando vários troféus.

Certamente que deixou um legado especial dentro do contexto lírico do futebol florianense daqueles tempos.

Conhecidos na foto, podemos citar o Zé Amâncio, Nascimento, Bago, Zé Buraco, Teodoro (grande zagueiro), Mindinho (tinha experiência na zaga), Sebastião (irmão de Luiz Orlando), Alfredo, Paulo Borges (assassinado numa tertúlia nos anos setenta), Selvu, Chapéu e Maioba.

Numa certa vez, quando se disputava o campeonato florianense, Zequinha Futuca, autosuficiente e bom de bola, exigia o passe de seu companheiro Buema, já na entrada da área. Só que Buema tocara de lado, rasteiro na corrida de Zequinha para apanhar a bola lá na frente. Futuca, zangado, queria receber a bola no pé e, irritado, soltou: "prá tiamãe..."

Precisamos voltar ao exemplo do passado, se quizermos resgatar a hegemonia de nosso futebol. A política tem acabado com o romantismo de nosso futebol. Precisamos de gente nova e líderes competentes, para salvar o que ainda existe.

Nenhum comentário: