3/24/2013

Cori-Sabbá perde em casa para o Parnahyba



O time de Floriano chegou com mais efetividade pela primeira vez aos 21 minutos, em cobrança de falta do lateral direito Cacá, obrigando Aranha a desviar para escanteio.
 
Parnaiba venceu o Cori-Sabbá por 2 a 1 em um jogo decidido nos detalhes no estádio Tibério Nunes, na tarde deste sábado (23), em Floriano. Com a vitória, o time azulino chega aos 17 pontos – empatando em pontuação com o líder River, que joga neste domingo contra o Barras no estádio Juca Fortes.

O tubarão mostrou que ia dar trabalho logo no começo do jogo, ao tentar uma pressão nos minutos iniciais, mas sem levar muito perigo ao gol de Andrei. O time azulino valorizava a posse de bola, mas logo o Cori-Sabbá organizou o time, deixando o jogo igual. O time de Floriano chegou com mais efetividade pela primeira vez aos 21 minutos, em cobrança de falta do lateral direito Cacá, obrigando Aranha a desviar para escanteio.

O Cori chegou de novo aos 26, quando Cafezinho bateu para o gol e a bola saiu com perigo para a linha de fundo. A torcida queria o gol, e o alvinegro partiu para cima. Aranha, em tarde inspirada, salvou o Parnahyba mais duas vezes aos 30: primeiro em uma finalização “envenenada” de Ranielson, que foi espalmada pelo arqueiro do tubarão. 

Depois, Cafezinho pegou a sobra do lance e também emendou um chute perigoso, que Aranha também defendeu.

No fim do primeiro tempo, o meia Pelezinho deu sinais de que não poderia continuar por problemas físicos, e o ex-técnico e agora auxiliar Vanin (regularizado nesta semana como jogador) começou o aquecimento, aumentando a expectativa no estádio. No entanto, Pelezinho pediu para permanecer em campo. Neste momento da partida, as coisas começaram a dar errado para o Cori: Aos 45, Fagundes cometeu pênalti em Idelvando, que Daniel converteu um minuto depois, abrindo o placar.

Os dois times voltaram sem mudanças do intervalo. O Cori decidiu pressionar no início da etapa complementar e, antes dos cinco minutos, chegou duas vezes: primeiro em cobrança de falta de Pelezinho e depois em bom chute de Diego, de fora da área. Nesse contexto, o empate veio aos 10 minutos: Em jogada individual, Cafezinho recebeu na área, girou e bateu prensado com o lateral esquerdo Rian, mas a bola acabou entrando no canto direito.

Vanin finalmente entrou em campo aos 12 minutos, depois que Pelezinho sinalizou que não conseguiria mais permanecer na partida. O ex-técnico do time entrou com o papel de ser mais um homem de armação de jogadas, reforçando a parte ofensiva. O Cori tentava chegar ao segundo gol, mas quem marcou foi o Parnahyba, aos 21. Paroveitando falha grotesca do zagueiro Anderson, Fabinho ficou cara a cara com Andrei e não perdoou, ao mandar de perna esquerda para o fundo da rede.

Depois de uma atuação mediana, o estreante lateral esquerdo Dida deu lugar a Diego Santos. Nelson Mourão mandou o time com força total para o ataque ao tirar o volante Ian e mandar o atacante Franzé para o jogo. Paulo Moroni respondeu trocando Daniel por Zé Rodrigues. O próprio Zé teve boa chance de fazer o terceiro aos 30, ao subir sozinho e cabecear na grande área. O Cori-Sabbá ainda chegou perto de empatar e mandou uma bola na trave com Cafezinho aos 33. Final: Vitória do Parnahyba por 2 a 1.

Fonte: noticiasdefloriano.com.br

Nenhum comentário: