1/09/2013

Municípios do Nordeste vão receber ações do Projeto Rondon

A cerimônia de abertura vai ocorrer na manhã de domingo (13) em Juazeiro (BA). Serão oito municípios da Bahia, nove do Piauí e três de Pernambuco. O coronel José Paulo da Cunha Victorio, coordenador da operação, disse que duas equipes de estados diferentes serão formadas, cada uma composta por dez participantes, sendo oito estudantes e dois professores, para atuar em cada município.

“Quando a gente divide duas equipes, além de todo conhecimento que eles vão adquirir, há uma troca de informações, uma troca até de culturas entre as universidades, isso faz com que haja um crescimento muito grande dos estudantes”, disse o coordenador. Para ele, “quanto maior o número de cursos envolvidos melhor, é uma a experiência maior para desenvolver os trabalhos”.

Segundo o coordenador, durante a ação, as equipes vão realizar atividades de cultura, educação, saúde, meio ambiente, tecnologia, direitos humanos e justiça. “A gente procura ações para que, quando as equipes saírem de lá, alguma coisa fique na cidade”, explicou. De acordo com ele, as atividades serão dirigidas especialmente a professores, agentes de saúde e agentes da prefeitura. “Nosso foco principal é sempre pessoas que possam multiplicar o conhecimento levado ao município”.

A primeira ação do Projeto Rondon ocorreu no dia 11 de julho de 1967, em Rondônia, com dois professores e 30 alunos. Em 1989, foram encerradas as ações, e em janeiro de 2005, em Tabatinga (AM), o Rondon foi relançado. Em oito anos, o projeto já contabilizou a participação de 13.800 rondonistas, 884 municípios e cerca de 500 instituições de ensino superior. A prioridade é para os estados do Norte e Nordeste.

Fonte: Agência Brasil

Nenhum comentário: