10/30/2012

Comissão de transição começa os trabalhos na prefeitura de Floriano


Gilberto Júnior - Prefeito eleito
de Floriano

Segundo o novo prefeito, a documentação requisitada da atual gestão será analisada para que a situação do município possa ser diagnosticada.
O prefeito eleito de Floriano falou sobre o processo de transição na gestão municipal que deverá acontecer nas próximas semanas. Gilberto Júnior (PSB) definiu quatro membros que farão parte da comissão e terão papel determinante também na formação da equipe administrativa que comandará a prefeitura pelos próximos quatro anos.

Segundo o novo prefeito, a documentação requisitada da atual gestão será analisada para que a situação do município possa ser diagnosticada.

“Daremos início ao trabalho da comissão de transição. Em breve receberemos a documentação requisitada e estaremos debruçados nesses documentos para que se possa ser traçado um retrato da realidade”, disse Gilberto Júnior.

MEMBROS

Quatro membros farão parte da comissão de transição do prefeito eleito em Floriano, Gilberto Júnior (PSB). Com fins de promover uma mudança pacífica de gestão governamental e elaboração de um plano de governo para o município, a equipe terá acesso a informações da atual administração comandada pelo prefeito Joel Rodrigues.

Além do prefeito eleito e seu vice, Salomão Holanda (PRB), atuarão na equipe Cézar Augusto Pedrosa Ribeiro da Costa, Márcio Neiva Martins e Francelino Moreira Lima. A comissão deverá ter papel determinante também durante a formação da equipe administrativa Gilberto Júnior.

Fonte: Florianonews.

Uespi lança edital para seleção de professor do campus de Floriano

Processo Seletivo para o Cargo de Professor do Quadro Provisório
Universidade Estadual do Piauí – UespiA Universidade Estadual do Piauí (UESPI) através da Pró-Reitoria de Ensino e Graduação (PREG) torna público o ADITIVO VIII AO EDITAL/PREG Nº 008/2012 de abertura do Processo Seletivo para o Cargo de Professor do Quadro Provisório, com regime de trabalho TI-40h, para atender às necessidades de professores no Campus Universitário “Dr.ª Josefina Demes” de Floriano –PI, referentes ao 2º semestre de 2012.

Aditivo VIII ao Edital 008
http://www.uespi.br/novosite/wp-content/uploads/2012/10/Aditivo-VIII-ao-Edital-008.pdf

Senai oferece vagas para cursos do Pronatec em Floriano

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) está com matrículas abertas para 07 cursos de Formação Inicial Continuada (FIC), do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec).

Divididos em quatro municípios, Teresina, Parnaíba, Floriano e Piripiri, os cursos têm 429 vagas disponíveis para alunos oriundos da rede estadual de ensino, regularmente matriculados na Educação de Jovens e Adultos, de 4ª a 7ª etapas, no Ensino Médio, 2º e 3º ano, e Ensino Profissionalizante.

A pré-matrícula deverá ser realizada nas unidades escolares de origem dos candidatos, até a véspera de início do curso escolhido. Após a pré-matrícula, os inscritos devem procurar o Senai para confirmar sua seleção. Para efetivar a matrícula serão necessários os seguintes documentos: comprovante de escolaridade, comprovante de residência, R.G. e C.P.F., fotocopiados. A apresentação de todos os documentos é imprescindível.


Cfp José de Moraes Correa – Parnaíba

Mont. e Mant. de Computador - Manhã - 05/11 a 18/01/13

Operador de Computador - Manhã - 05/11 a 18/01/13

Carpinteiro de Obras – Manhã - 21/11 a 08/02/13


Cfp Cândido Athayde - Teresina

Auxiliar Administrativo – Manhã - 19/11 a 01/03/13

Auxiliar Administrativo – Tarde - 19/11 a 01/03/13

Auxiliar Administrativo – Tarde - 19/11 a 01/03/13

Auxiliar Administrativo – Noite - 19/11 a 01/03/13

Auxiliar de Pessoal – Noite - 19/11 a 08/02/13

Mont. e Mant. de Computador – Noite - 19/11 a 15/02/13

Operador de Computador - Noite - 19/11 a 22/02/13

Operador de Computador – Noite - 19/11 a 22/02/13


Cfp Antônio José de Moraes Souza - Teresina

Auxiliar Administrativo – Manhã - 12/11 a 20/01/13

Auxiliar Administrativo – Tarde - 05/12 a 14/03/13

Auxiliar Administrativo – Noite - 05/12 a 14/03/13

Auxiliar de Pessoal – Manhã - 05/11 a 11/01/13

Soldador Proc. Eletr. Rev. Aço B.L. – Tarde - 05/11 a 11/01/13


Cums José Mário Pinheiro - Piripiri

Cabeleireiro Assistente – Manhã - 05/11 A 30/01/2013

Cabeleireiro Assistente – Tarde - 05/11 A 30/01/2013


Floriano

Cabeleireiro Assistente – Manhã - 05/11 A 30/01/2013

Cabeleireiro Assistente – Tarde - 05/11 A 30/01/2013


Fonte: Ascom Seduc

10/29/2012

A expectativa para as novas gestões

Concluído o processo eleitoral, do ano de 2012, nos municípios e capitais brasileiras, cresce com entusiasmo a esperança da população em relação aos novos mandatos, quando prefeitos e vereadores iniciam suas atividades políticas e administrativas, em janeiro de 2013. É o momento de começar a colocar em prática tudo que foi prometido. É bem verdade que durante a campanha eleitoral ficou constatado que as políticas públicas, ainda, estão bem longe de atender as necessidades da população. Então, mãos à obra!

A disputa eleitoral não trouxe nenhuma ascensão ideológica. Portanto, nada de excepcional para esperar. A população deseja mesmo é ver as instituições funcionando para servir ao contribuinte. E para garantir essa harmonia os políticos eleitos devem começar a trabalhar com planejamento, criatividade e impessoalidade. Esse empenho será necessário porque muitas prefeituras enfrentam os mais diversos e graves problemas, desde desvios de recursos, praticados por grupos organizados, até o sucateamento da máquina administrativa.

Mas, tudo é superável com interesse e compromissos dos novos gestores. Nesta empreitada, marca ponto positivo a participação efetiva da população organizada, principalmente através dos conselhos representativos e associações comunitárias. A democracia deve servir para estimular as parcerias, intercâmbios e associativismos. Afinal, a cidadania é feita com reconhecimento de direitos, responsabilidades e deveres.

Atualmente, contamos, também, com posturas renovadas na Justiça eleitoral e no Ministério Público. Outro mecanismo importante será a Lei da Ficha Limpa, que no decorrer das novas gestões vai servir para inibir e, posteriormente, punir os políticos desonestos.

Além da seriedade e moralidade com a coisa pública, a expectativa para as novas gestões está alimentada do desejo de ampliação da qualidade de vida, através do desenvolvimento sustentável, geração de empregos, distribuição de renda, segurança, saúde total e educação libertadora. Aos futuros gestores, bom trabalho.

Jalinson Rodrigues - jornalista

10/25/2012

CONGRESSO DE FLORIANO ( Março - 1964 )

Nos dias 28 e 29 de março de 1964, estudantes secundaristas, dirigentes de grêmios escolares estavam reunidos em Congresso da Classe na Câmara Municipal de Floriano, a 270 km de Teresina. À noite do dia 29 houve concentração na Praça doutor Sebastião Martins ( em frente à Igreja Matriz ), quando falaram jovens oradores, como Nicolau Waquim Neto, Carlos Cavalcante ( Secretário Geral da UNE ), Francisco Teixeira, José Soares de Albuquerque, principais líderes da época.

O Congresso deveria eleger a nova Diretoria da União Piauiense dos Estudantes Secundarios ( UPES ), então presidida por Ernani Moreira de Aquino, estudante do Ginásio Desembargador Antonio Costa ( Domício ). Mas a noite não terminou bem. O prédio da Câmara foi cercado por soldados do Exército, a praça onde se realizava a concentração foi esvaziada e os principais líderes "convidados" a entrar nos caminhões que os conduziria a Teresina. Carlos Cavalcantei, Nicolau Waquim Neto, José Soares de Albuquerque e Francisco Teixeira tomaram outro destino, escapando da ação policial. Os líderes estudantís que ainda permaneciam no prédio da Câmara foram detidos e encaminhados ao veículo. Herculano Moraes era Presidente do Grêmio Nilo Peçanha, da Escola Industrial de Teresina, e estava surgindo como líder da Classe juntamente com outros líderes, como Valério Chaves, do Colégio Municipal Eurípedes de Aguiar, José Reis, do mesmo colégio, Chico Viana, Juraci Leite de Carvalho, Rafael Medeiros e Albuquerque, Manoel Carvalho e outros foram "despejados" na praça Saraiva. O golpe militar estava apenas começando.

Fonte:
Livro Memória Histórica / 40 Anos de Resistência / Círculo Literário Piauiense ( CLIP ) - 1967 / 2007.

CAMPEONATO PIAUIENSE DE FUTEBOL - 2013

A Federação de Futebol do Piauí (FFP) divulgou, nesta quarta-feira (24), a tabela do Campeonato Piauiense de 2013. O torneio terá início no dia 26 de janeiro e se estenderá até 19 de maio. O campeão do estadual assegura vaga no Campeonato Brasileiro da Série D em 2013 e na Copa do Brasil de 2014.

Cori - Campeão Piauiense 1995

A abertura do Campeonato Piauiense de 2013 terá dois jogos. No Estádio Tibério Nunes (Floriano), o Cori-Sabbá, de volta ao estadual depois de um ano de licença, encara o River. Na Arena Ytacoatiara (Piripiri), o 4 de Julho enfrenta o Piauí. As duas partidas acontecem no dia 26 de janeiro, às 20 horas.

O complemento da primeira rodada acontece no dia 27 de janeiro, quando Barras, também de volta ao Campeonato Piauiense depois de um ano de licença, joga contra o Parnahyba no Estádio Juca Fortes (Barras) e Flamengo encara o Picos no Estádio Lindolfo Monteiro (Teresina). As duas partidas estão marcadas para as 17 horas.

Finalistas do Campeonato Piauiense em 2012, Flamengo e Parnahyba se enfrentam pela primeira vez no estadual de 2013 no dia 6 de fevereiro, na terceira rodada da competição. As duas equipes voltam a se enfrentar no dia 27 de março, em partida válida pela décima rodada do torneio.

O Rivengo, maior clássico do futebol piauiense, acontecerá pela primeira vez no Campeonato Piauiense de 2013 no dia 17 de fevereiro, na quarta rodada do estadual. O jogo da volta entre River e Flamengo acontece no dia 31 de março, sendo válido pela décima primeira rodada da competição.

Em 2013, o Campeonato Piauiense reunirá River, Flamengo, Piauí, Barras, 4 de Julho, Parnahyba, Cori-Sabbá e Picos. Em relação ao estadual disputado este ano, a grande novidade é a ausência de Caiçara e Comercial, que serão substituídos por Barras e Cori-Sabbá. A diretoria da FFP já adiantou que a competição não prevê o rebaixamento dos últimos colocados, mesmo com a realização da Segunda Divisão em 2013.

Assim como aconteceu em 2012, o Campeonato Piauiense de 2013 terá três fases. Na primeira, os oito participantes se enfrentam entre si, em jogos de ida e volta. Ao fim dessa fase classificatória, os quatro melhores colocados avançam para as semifinais. Os vencedores dos confrontos nas semifinais, por sua vez, seguem para a final da competição, que definirá o campeão estadual.

Diferentemente do que aconteceu em 2012, o clube de melhor campanha na fase classificatória em 2013 não terá vantagem na semifinal e na final em caso de dois resultados iguais. Se ao final do segundo jogo destas fases houver empate em número de pontos ganhos entre os dois times disputantes, independentemente do número de gols obtidos por cada clube nestes jogos, haverá uma prorrogação de 30 minutos, na qual o clube mandante jogará pelo empate.

Fonte: Portal da Clube

10/24/2012

RETRATOS

Esse é o time do Comércio Esporte Clube, em 1952, quando disputava uma jornada esportiva aqui na vizinha cidade de São João dos Patos.

O resultado daquele saudoso encontro, não deu outra, o time do Comércio venceu a partida por dois tentos a um.

Segundo o nosso amigo Fenelon Brasileiro, que trabalhava como cooedenador da equipe, à epoca, o Comércio viajou num caminhão, viagem difícil, mas cheia de resenhas e belas aventuras.

Na foto, podemos destacar e equipe da esquerca para a diretira, em pé, o goleiro Quincas, depois o lateral Tarquinho, os zagueiros Balduíno, Daniel Bicudo, Djalma Macedo e o lateral Rolé.

Agachados, o dirigente Feneleon Brasileiro, o ponteiro direito Adalto, os atacantes Colega, Defala Attem, Babaçu e baixinho Nilton Camarço.

O futebol da Princesa do Sul, naquela época, dava show de bola e havia companheirismo, dedicação e vontade sempre de vencer as adversidades que o esporte proporcionava àqueles guerreiros.

10/23/2012

RETRATOS

Esse é o famoso time do Ferroviário Atlético clube, quando disputava uma jornada esportiva no dia 6 de julho de 1953, época em que o futebol florianense despertava grandes emoções.

Com relação à escalação, da esquerda para direita, observamos os atletas Sérgio, o goleiro Nelson Oliveira ( hoje morando na rua 7 de Setembro ), Balduíno, Binda, Genério e Chico Martins;

Agachados, temos os jogadores Batista, Lauro, o centroavante Fenelon Brasileiro, o craque Vilmar e Nenê na esquerda.

O nosso amigo Fenelon, o centroavante da foto, hoje aposentado, fora abordado pelo professor Djalma Nunes Filho e nos presenteou com essa pérola do futebol românico da Princesa do Sul.

RETRATOS

Diariamente, a barbearia de propriedade do treinador Galdino, principalmente dia de sábado, encontra-se repleta de desportistas, antigos jogadores e piolhos de bola.

Estivemos lá no último sábado pela manhã e, nada mais nada menos, reencontramos o próprio Galdino ( ex-técnico do Grêmio Esportivo Florianense ), Zezeca, Chequinim e o ex-lateral do Ferroviário Jeremias, que aparava o seu bigode delicadamente.

Galdino falou das novidades e demonstrou suas esperanças da revitalização do nosso futebol, apesar dos pesares. Com essa nova transição, no contexto político, pode ser que dessa vez possamos viver dias melhores no nosso futebol.

Para o final do ano, haverá um jogo amistoso para reencontrar antigos jogares e desportistas locais, que moram em várias partes do Brasil.

RETRATOS

Estávamos participando das festividades do dia dedicado ao nosso Padroeiro, São Pedro de Alcântara e, aproveitando o ensejo, para matar a saudade, fomso fazer um roteiro pela cidade.

De repente, abordo duas grandes figuras do cotidiano de Floriano, o fotoógrafo Valdemir Barbosa, que trabalhou durante muito tempo como projecionista do antigoCine Natal e o desportista Lauro ( foto ), para abrilhantar o nosso bate papo.

Para não passar em branco, concordaram em tirar uma foto na esquina do velho Cine Natal, que hoje ocupa um serviço de restaurante e lanchonete. Era desse ponto que muitas vezes disputávamos uma brechinha para assistir aos tradicionais filmes de bang bang, principalmente.

Hoje, a movimentação do centro da cidade está um caos e, acrescentando, o calor causticante que está deixando o florianense meio inquieto, muitas motos e carros pra lá e pra cá, mas deixando a população motivada com essa transição política que ora nos reserva.

SAUDADES DE PARNAIBANO

Na quarta-feira, do dia 17 de outubro, dia em que é comemorado o Dia do Profissional de Propaganda, faleceu o locutor publicitário Osvaldo Silva, natural de Parnaíba ( PI ) e que residia no município de Floriano.

Mais conhecido como Parnaibano, Osvaldo Silva foi jogador do time do time do Ferroviário nos anos sessenta, onde disputou o campeonato piauiense de 1964. Tinha habilidade com a bola, calmo, tranquilo e passava a pelota de maneira estilista para os seus companheiros fazerem os gols.

Posteriormente, dedicou-se e  ingressou na imprensa local, onde trabalhou com propaganda publicitária em carro de som, e nas emissoras de rádio de Floriano. Parnaibano tinha 72 anos, e durante sua trajetória realizou muitas festas de destaques em homenagem aos florianenses, além de cantar e animar muitas serestas.

10/22/2012

Obras do Terminal Rodoviário de Floriano iniciam na segunda-feira (22)

O novo Terminal Rodoviário de Floriano, localizado na BR 230, é uma das obras que mais demora pra ser concluída. A construção que começou há alguns anos agora vai chegar a sua fase final. Na terça-feira (16), o Secretário dos Transportes, Avelino Neiva, fez uma visita técnica à obra da nova rodoviária.

“Nós estamos na reta final de limpeza para iniciarmos a obra segunda-feira. Estamos limpando as coisas que tem quer ser feitas, e vamos fazer o trabalho que tem que ser feito pra iniciar a obra, montando escritório, montando o pessoal do canteiro de obra. A empresa responsável é a HIDROS, e quero que ela me entregue a obra no final de dezembro para janeiro”, disse o Secretário Avelino Neiva.

De acordo com os engenheiros, no momento está sendo feita a limpeza da obra e concluindo o fechamento do canteiro para segunda-feira (22), dar início ao trabalho de conclusão do prédio do Terminal Rodoviário. Uma equipe de aproximadamente 50 homens está trabalhando, para que a obra seja entregue o mais rápido possível a população florianense.

Fonte: Florianonews

Entrevista do prefeito eleito de Floriano ao Programa Prefeito Vencedor

Fonte: 180graus

Gilberto Júnior, prefeito eleito no município de Floriano esteve na sede do 180graus onde concedeu entrevista ao programa Prefeito Vencedor.

Durante a entrevista Gilberto Júnior contou sobre sua trajetória política até chegar a prefeitura de Floriano. De acordo com o novo prefeito um dos pontos decisivos para a sua candidatura foi o intenso contato com a população do município. "Sou advogado e jornalista, fui diretor do presídio de Vereda Grande por um determinado período e também atuei como professor e juiz leigo do juízado especial, tudo isso me permitiu um contato maior com a população, em 2004 e 2008 me candidatei à prefeito entretanto não obtive êxito apesar de realizarmos boas campanhas, somente este ano graças a Deus e ao povo de Floriano conseguimos esta vitória".

Gilberto Júnior também falou sobre a emoção de ter sido escolhido prefeito pela primeira vez. "A emoção é muito grande, é muita felicidade e sabemos da nossa responsabilidade, temos um compromisso firmado com o povo de Floriano e estamos confiantes que iremos realizar um bom trabalho ao longo desses quatro anos", afirmou o prefeito eleito.

Sobre os primeiros projetos a serem desenvolvidos no município, o novo gestor afirmou que as prioridades serão: Um mutirão de limpeza pública na cidade com atenção especial para revitalização de ruas, praças e iluminação pública, uma atenção especial para escolas e postos de saúde do município e implementação de uma política de geração de emprego e renda.

Gilberto Júnior finalizou a entrevista fazendo um agradecimento especial a população e reafirmando seu compromisso. "Já estamos trabalhando pra realizarmos uma grande gestão em nosso município, estamos procurando recursos tanto junto ao governo do estado e em seguida junto aos minisério pois queremos retribuir a confiança das mais de desesseis mil pessoas que votaram em mim. Só tenho a agradecer a população agradecendo com muito carinho e humildade e tendo a convicção da grande responsabilidade que tenho em mãos". Concluiu o novo prefeito de Floriano.



Indústria florianense produz remédios para o Brasil

Tintura Jalapa, AAS infantil. Quem nunca ouviu falar em pelo menos um desses produtos? Os dois são fabricados em um laboratório localizado na cidade de Floriano, ao sul do Piauí, que há 101 anos produz remédios que são distribuídos para todo o Brasil. O único fabricante de medicamentos existente no Estado se mantém e se fortaleceu ao longo de mais de um século mesmo frente à concorrência de empresas multinacionais. E ainda consegue obter um grande crescimento com o acréscimo da produção de medicamentos genéricos.

Todos os meses, a empresa, que possui 300 funcionários, chega a produzir 3.100 milhões de unidades. Ao todo, são cerca de 30 produtos comercializados para o Brasil inteiro. No início, com apenas dois funcionários, não conseguiam atingir nem 10% da produção atual, feito que conseguiram com o passar dos anos, com a renovação de maquinário e profissionais cada vez mais qualificados.

Ao longo do tempo, conseguiu o reconhecimento em nível nacional e também se tornou bastante importante para a economia da cidade. Cerca de 90% do corpo de profissionais da empresa são de Floriano; cinco deles se formaram na universidade de Farmácia da região. A partir deste laboratório, foram criadas outras empresas do setor.

De acordo com o gerente industrial do laboratório, Ivan Carlos da Silva, este ano, o crescimento na produção foi de 30%, índice superior à média de crescimento de empresas do país dentro desse mercado. Com isso, o aumento na produção foi uma consequência. Hoje, a fábrica funciona 24 horas por dia para atender a essa demanda. “Estamos acumulando crescimento de 30%, um número fantástico, que vem apresentando principalmente este ano e temos que trabalhar 24 horas por dia pra atender essa demanda”, reforça.

A produção de medicamentos genéricos também contribuiu para o aumento na produção e é nessa área que tem sido um grande destaque nos últimos anos. A maior demanda desse tipo de medicamento não vem do Norte e Nordeste e sim do Sul do país, como explica Ivan. Atualmente, esses medicamentos são vendidos para 30 distribuidoras, que depois repassam para todas as farmácias e drogarias do país. “As regiões norte e nordeste vêm consumindo mais esse tipo de medicamento, mas ainda é um pouco inferior com relação às regiões sudeste e sul, mas a gente vem sendo favorecido com esse acesso que o norte e nordeste vem tendo ao medicamento genérico”, considera.

Fonte: Meio Norte

10/20/2012

REPLAY AO VIVO

São Paulo de Carlos Sá - 1964
no Campo do Artista





Danúnzio Melo
( na foto ao lado, ele é o centroavante aos 14 anos de idade / Texto de 1980 )

Já alguns anos nos separam daquela primeira meia década dos anos sessenta, mas ainda vive na minha memória aquele cômico episódio que passo a narrar.

O Campo do Artista era a praça preferida dos torneios e campeonatos de peladas que se notabilizaram pelas grandes expressões dos praticantes da modalidade, entre os quais a figura do meu amigo Vicente Xeba, que era conhecido como a maior expressão em termos  de arbritgem da época, e ficava orgulhoso ao escutar, aqui e ali, elogios como: Vicente Xeba tem moral e categoria...

Naquele tempo, pouquíssimos árbiros possuíam estes requisitos, o que era motivo de vaidade para o mestre do apito.

Lembro-me, era uma manhã quente de julho, pingava o meio dia e o sol era escaldante. Disputavam o torneio o Botafogo do Gusto versos Santos Futebol Clube. Jogo duro. Oitenta, oitenta e cinco minutos do tempo de contenda. Zero a zero. Jogadores sem fôlego. Xeba, apito na mão, elegante sobre suas pernas cambotas, comandava o espetáculo. De repente, Luiz Orlando, grande jogador de bola, lança da meia cancha a pelota para o narrador deste fato, que ficou de cara a cara com o excelente arqueiro Manoel Antonio, filho de Cirilão, que quando colocou a bola no canto esquerdo do goleiro, já a galera, de pé, teve o seu grito de gol embargado na garganta, pela determinação errônea do grande juiz, marcando impedimento. Ele não observara que o zagueiro José Geraldo, filho de Geraldo Teles, dava condição de jogo ao atacante, enquanto refrescava um pouco a cabeça sob a sombra do poste do seu próprio arco e, em meio ao tumulto gerado em face dos pedidos de explicação, todos estavam indignados com o erro daquele juiz que nunca errara. E, diante disso, aconteceu um fato interessante: o craque do apito não se deixou abalar. E digo eu: se é que existe o fenômeno da reencarnação, estou convencido de que naquele momento o corpo de Vicente Xeba foi possuído pelo espírito do grande sábio Salomao, pois, sem se constranger, ordenou que todos os atletas voltassem a se colocar nos seus postos de quando aconteceu o lançamento do meia armador Luiz Orlando, inclusive botando o zagueiro José Geraldo na mesma posição em que se enncontrava na hora e, fato continuo, mandou que se repetisse toda a jogada. E tudo aconteceu igualzinho ao lance anterior, só não acontecendo mesmo o gol.

Terminada a peleja, comentava-se, nos bastidores, que ficava debaixo dum pé de caju próximo: é um grande juiz... Um grande juiz!

Realmente, convencera a gregos e troianos. Até o próprio Xeba, que era um pouco retraído, despiu-se de sua humildade e cantou em prosa e verso: eu tenho é moral e categoria, eu tenho é moral e categoria...

Foi, realmente, o maior replay ao vivo que presenciei.

CAMPEONATO PIAUIENSE DE 2013

Termina nesta quinta-feira(18) o prazo que a Federação concedeu aos clubes para tomarem uma decisão a respeito de presença ou não no Campeonato Piauiense de 2013, com início no dia 27 de janeiro.Quem vai participar terá que assumir um compromisso por escrito. O clube que confirmar a participação e depois desistir, terá que pagar uma multa de 30 mil reais.Os federacionistas tomaram uma atitude correta.

Cori de 1980
É assim que se faz futebol profissional.Quem não estiver em condições deve partir para um trabalho de base, de reorganização do clube, de preparação para o retorno na temporada seguinte.

São considerados presenças certas no Campeonato de 2013: 

De Teresina – Flamengo, Piauí e River
De Parnaíba – Parnahyba
De Piripiri – 4 de Julho
De Barras – Barras

São dúvidas os seguintes clubes:

De Picos – Picos
De Floriano – Corisabá
De C. Maior – Caiçara e Comercial

O Presidente da FFP, Cesarino oliveira, está otimista em relação às presenças de Picos e Corisabá, ficando com remotas possibilidades os clubes de Campo Maior. O Princesa do Sul já é considerado fora da competição.

CRONISTAS ESPORTIVOS

Cronistas esportivos do Estado estão agendando uma reunião com o Presidente da Federação, para os próximos dias, na sede da entidade. Integrantes de diversos órgãos de comunicação levarão à FFP uma posição de independência em relação à APCDEP. A entidade está vivendo momentos graves nos aspectos administrativo e financeiro, inclusive com a dilapidação de um valioso patrimônio e ainda respondendo na justiça por dívidas que não tem como pagar.

Serão adotadas providências urgentes para apuração dos fatos e definição de responsabilidades.O grupo de radialistas e jornalistas vai buscar junto à FFP um novo sistema de credenciamento, respeitando-se o direito que cada um tem de exercer sua profissão, na forma da lei.

COPA DO NORDESTE

A Copa do Nordeste de 2013 vai começar no dia 19 de janeiro, para terminar em 17 de março.Os cabeças de chaves serão: Bahia, Sport, Vitória e Santa Cruz de Recife.Há promessa de participação dos clubes do Maranhão e do Piauí a partir de 2014. Com informações do Cidade Verde

Fonte: noticiasdefloriano

10/18/2012

FLORIANO - O Município continua a sua saga

O município de Floriano encerra um ciclo político-administrativo e, infelizmente, aumentam as demandas, há muitos anos acumuladas. São necessidades que existem, entre outras, desde falta de educação no transito, higiene da cidade, degradação do meio ambiente, deterioramento do patrimônio histórico passando pelo desrespeito ao Código de Postura, conservação das ruas e até a indefinição da obra de esgotamento sanitário. A gestão do “Construindo o Novo” e os vereadores de então, estão deixando um legado infernal de problemas. Um não fez e o outro nunca fiscalizou. Basta dar uma volta na cidade, que o constrangimento emerge.

Porém, alguns destes problemas podem ganhar resolutividade somente com uma canetada do próximo prefeito. Vários demandas ainda persistem por falta de postura nitidamente administrativa do gestor. Por exemplo: a invasão do espaço público, tipo calçadas, por sorveteria, loja de tem de tudo, churrasqueiras, camelôs e outros resolve-se com a correta aplicação do novo Plano Diretor, que existe desde a primeira gestão do prefeito Joel Rodrigues (PTB).

Imaginamos que todo prefeito faz alguma coisa, mas o distanciamento entre o que foi feito e as necessidades não pode ser grande, como enxergamos em Floriano. Questões aparentemente simples, como gerir investimentos federais, são motivos de suspeitas e ineficácia. A obra do esgotamento sanitário ainda vai revelar surpresas na alçada das investigações federais.

Muito do que presenciamos é resultado da falta de planejamento e ausência de compromisso para resolver as necessidades da população. Um gestor precisa de autonomia e determinação. Só governa quem decide com altivez respondendo aos anseios das comunidades. Os laços com os grupos privados, nepotismo e clientelismo geram atrasos administrativos irreparáveis. Os bens da população devem ser aplicados para gerar qualidade de vida e não para enriquecer apaniguados políticos.

Assim, passam os prefeitos e o município continua a sua saga. Resta, agora, que o prefeito eleito, Gilberto Júnior (PSB) restaure para o florianense a lisura, a honestidade e o princípio da igualdade entre os cidadãos. Que os erros do passado fiquem no passado e, também, sirvam para prevenir retrocessos.

Jalinson Rodrigues – jornalista.
Fonte: piauinoticias.com




10/11/2012

Fiéis iniciam o festejo de São Pedro de Alcântara/FLO

Ações com manifestações de populares e pessoas ligadas a Paróquia de São Pedro de Alcântara, padroeiro do município florianense, marcaram nessa terça-feira, 9, o início das festividades em homenagem ao santo citado. Como ocorre anualmente um grupo de fiéis foi esperar a imagem que todos os anos vem da localidade Manga, zona rural com destino a Igreja Matriz, centro.

O público espera a imagem de São Pedro num ponto do Cais da Beira-rio e após a sua chegada centenas de pessoas seguem em procissão até ao templo de São Pedro. Além dos fiéis, líderes religiosos de várias paróquias comparecem para fazer parte do evento.

A praça Sebastião Martins serve como ponto de encontro e as pessoas se reúnem antes e depois das celebrações para bate-papo e ouvir musicas ao vivo com artistas da terra. A festa de São Pedro de Alcântara termina dia 19, uma sexta-feira, feriado municipal.

Fonte: piauinoticias

10/10/2012

Floriano terá hospital de referência e terreno já está sendo preparado


Pedro Attem - Diretor do Hospital
O Governo do Estado, através da Secretaria da Saúde (Sesapi), já iniciou o projeto para a construção do novo hospital na cidade de Floriano. O terreno já foi comprado e foi iniciada a parte de topografia da área para que sejam feitas as adequações necessárias.

O médico Pedro Atem, diretor do hospital, explicou que o atendimento tem melhorado na cidade e tem se trabalhado com capacidade máxima. “Temos aumentado o número de atendimentos, e a tendência é que esse número cresça. O hospital tem uma estrutura antiga e não tem mais capacidade para reforma ou ampliação. A solução, é a construção de um novo hospital que já está em andamento”, comenta.

O médico explicou ainda que após a conclusão do novo hospital, o Hospital Tibério Nunes será transformado em um complexo materno infantil funcionando no modelo da Maternidade Evangelina Rosa, em Teresina.

Melhorias

Nos últimos dois anos, o Hospital Regional tem tornado-se referência no Sul do Estado. Com as melhorias, o hospital triplicou o número de atendimentos diários, que passou de 5 mil para 15 mil atendimentos.

O hospital conta com dez leitos na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e tem reduzido significativamente o número de pacientes enviados para a capital. O hospital realiza hoje cerca de 500 cirurgias por mês e mil internações.

“Temos trabalhado para que seja criada uma barreira natural e seja evitado ao máximo o deslocamento de pacientes para Teresina, por isso temos trabalhado com nossa capacidade máxima”, afirma.

Fonte: Da Editoria de Cidades - cidades@cidadeverde.com

10/09/2012

Gilberto Jr e Salomão Holanda agradecem pela vitória em Floriano

No dia seguinte após a eleição, o prefeito eleito do município de Floriano, Gilberto Jr e o vice Salomão Holanda realizaram a caminhada da vitória até ao santuário de Nossa Senhora da Guia, em Floriano. Ao lado de familiares, amigos e correligionários Gilberto e Salomão agradeceram a todos que abraçaram sua candidatura.

“Fizemos a grande tradição da política de Floriano que é vir agradecer a Nossa Senhora da Guia, exatamente pelas adorações, pelo o que a gente conquistou nessa grande eleição. Então, eu e Salomão estamos agradecendo a toda população de Floriano e agradecendo a Nossa Senhora da Guia por essa grande vitória”, disse Gilberto Jr.

“Agradeço a Deus, a todos os amigos que estão presentes, a Gilberto Jr, a família 40, a toda família que realmente acreditou nesse projeto do 40, o projeto do Salomão e Gilberto, essa união que veio de Deus. Estamos agradecendo com o povo de Floriano nessa caminhada, e juntos a entrar no santuário de Nossa Senhora da Guia com essa grande promessa que todo mundo faz e quando ganha uma eleição vem agradecer, e também é uma promessa do povo, da manifestação popular”, ressaltou Salomão Holanda.

Fonte: florianonews

10/08/2012

FLORIANO: Gilberto Júnior vence com 49,60 % dos votos

Fonte: 180graus.com

PERFIL

Gilberto Carvalho Guerra Júnior nasceu em 29 de março de 1962 em Floriano. Aos 50 anos de idade Gilberto Júnior já é casado e tem três filhos. Sua esposa se chama Marla Guerra e os filhos; Pedro Guerra, Diana Gaze Fabris Guerra, e Clara Guerra. Concluiu o ensino médio no Colégio Industrial São Francisco de Assis, em Floriano e pelo ensino superior passou pela Universidades Estadual do Piauí (UESPI) e Universidade de Brasília (Unb). É formado em advocacia. No período de 1997 a 2008 foi apresentador pela afiliada da Rede Globo em Floriano, a TV Alvorada.

Gilberto Júnior foi professor na UESPI durante seis anos. Atuou como advogado, delegado e juiz leigo do juizado especial durante 6 anos. Além de administrados do presídio de Vereda Grande. Além disso, foi o primeiro blogueiro de Floriano do 180graus.
VIDA POLÍTICA

Filiou-se ao Partido Socialista Brasileiro (PSB) em 2011 em solenidade na qual estava o atual governador do Piauí, Wilson Martins. Posteriormente, já em 30 de junho de 2012 foi realizada a convenção do partido no Comércio Esporte Clube a qual homologava a sua candidatura junto ao vice Salomão Holanda, com participação tanto do governador Wilson Martins, quanto a do atual secretário de Educação Átila Lira.

Em oportunidade, Gilberto Júnior declarou-se satisfeito com a coligação. “Conseguimos formar um grande grupo político. Quero agradecer a participação de todos e gostaria de contar com essa força até chegarmos à prefeitura de Floriano”, declarou. A Coligação a qual lhe trouxe vitória é a “Floriano!Agora é você!”, composta por PT, PPL, PP, PRB, PSDC, PSD, PSB, PTC, PTdoB e PV.

MOTIVOS QUE O FIZERAM PREFEITO

Em entrevista ao 180graus ainda como candidato Gilberto Júnior declarou: “Pretendo fazer um governo compartilhado, com orçamento participativo, quero saber a opinião do meu povo. Iremos falar com as pessoas e as associações para saber qual será o melhor a ser feito. Vou ouvi-los”.

Na área da saúde, Gilberto, acrescentou que: “A cidade precisa de um hospital materno infantil, pois a demanda do hospital regional é grande em relação a gestantes, com partos, acompanhamento de pré-Natal” “...com relação ao idoso, penso em um espaço para a terceira idade, um espaço saúde para eles terem um melhor atendimento” finaliza Gilberto Júnior.

Gilberto Júnior é o novo prefeito de Floriano

O município de Floriano tem um novo prefeito. Gilberto Júnior (PSB) venceu a disputa no município do Sul do Piauí com quase metade dos votos válidos. A apuração foi concluída por volta de 19h deste domingo (7).

Gilberto Júnior recebeu 16.159 votos (49,60%). O segundo colocado foi Eneas Maia (PSDB), com 8.329 (25,56%). Almir Reis (PTB), apoiado pelo atual prefeito, Joel Rodrigues, ficou em terceiro com 8.092 votos (24,84%).

A abstenção pode ser considerada pequena em relação a muitos municípios – chegou a 8% (3.132 eleitores). Votaram em branco 534 eleitores, enquanto 1.091 anularam.

EM TEMPO:

Vereadores Eleitos (*):
http://www.noticiasdefloriano.com.br/web/apuracao-das-eleicoes-2012-cobertura-noticias-de-floriano

Fábio Lima - fabiolima@cidadeverde.com

10/06/2012

Que vença o melhor projeto

Jalinson Rodrigues – jornalista
O quadro eleitoral nas capitais e municípios está desenhado e todos os envolvidos, partidos, candidatos e eleitores recebem a importante missão de zelar pela lisura deste processo. Esta atividade cívica se reveste da mais privilegiada oportunidade para a reflexão das eternas carências, descaminhos e eficácia das políticas publicas essenciais. Na eleição o voto é livre e soberano. Cada cidadão possui a sua importância na construção das conquistas sociais.
Assim, é fundamental para o eleitor buscar o amadurecimento do seu voto. Através das propostas e compromissos assumidos publicamente, durante a campanha, é possível iniciar uma trajetória na escolha. Neste momento é fundamental pensar nos problemas do cotidiano e buscar a solução escolhendo votar no candidato que melhor represente os interesses da população. A campanha eleitoral no rádio, televisão, debates e entrevistas serviu para contribuir na identificação das melhores intenções.
As forças especiais de segurança estarão nas ruas e sessões eleitorais. Esta medida vai contribuir para o eleitor manter a liberdade de opção. Com o espírito de civismo, os brasileiros vão escolher prefeitos e vereadores num processo democrático e de pluralidade de idéias. Nenhuma atitude golpista deve ser tolerada e o processo eleitoral deve ser respeitado por todos, candidatos e eleitores.
Contudo, que vença o melhor projeto e restitua para o cidadão a esperança em dias melhores. A eleição tem este papel de renovar as expectativas de desenvolvimento e melhor aplicação dos recursos da população.  A democracia tem esta vantagem de proporcionar a alternância de poder através da decisão popular. Então, vamos todos votar com a consciência livre e de acordo com a nossa vontade.

10/05/2012

RETRATOS

No calor da tarde, nada melhor do que você chegar na nova praça e tomar uma garapa de cana no novo bar Sertã. O atendimento do nosso amigo Calixto é de primeira e, provocando, nos proporcionamos uma boa conversa de fim de tarde.

Lembramos, agora, do passado, do quebra-queixo de dona Pretinha; dos alfinins e dos pudins de dona Inésia da rua do Cruzeiro; e quem não se lembra dos picolés do bar do Bento?

Lembro que, outrora, saía para caçar passarim com os Gladiadores eu, o Juca, o Pimenta, o Pateta, o Alvinho, o Mancada lá pelo rumo do Meladão, quando a forme batia a gente passava pelas pitombas, ingás, muta e das marias preta quando dos nossos pequeniques.

Hoje, recordamos com prazer das nossas traquinices, quando não havia essa febre dos celulares e da internete. Na verdade, aqueles momentos foram de pura felicidade e de momentos inesquecíveis.

Sobra, atualmente, esse consumo desenfreado que nos leva não sabemos pra onde, quando a violência nos faz esconder a magia que vida pode nos proporcionar.

10/03/2012

REVISTA MANCHETE - JULHO/1964

Adquirimos, recentemente, um exemplar da antiga revista Manchete de número 639, datada de 18 de julho de 1964 ( foto da capa ao lado ).

Essa edição, para a cidade de Floriano, é de grande valia, tendo em vista que ela faz a cobertura completa do concurso Miss Brasil daquela temporada no qual a florianense Maricildes Costa foi destaque com fotos e glamour.

Guardaremos, com muito carinho essa publicação, que futuramente será disponibilizada para aqueles que acompanharam aquele período romântico e plos admirdores de Floriano.

A revista fechou suas portas no ano de 1995, quando fazia querenta e oito anos de existência. Hoje, a variedade de publicações por aí é imensa, mas as matérias, de um modo geral, são apenas mais para o consumo visual do que para textual.

10/01/2012

O Ferroviário de Floriano no Piauiense de 1964

Fonte: Site do Buim

A participação do Ferroviário no Campeonato Piauiense de 1964, foi a primeira de uma equipe da cidade de Floriano numa competição profissional promovida pela Federação Piauiense de Desportos (hoje Federação de Futebol do Piauí). A foto abaixo, embora da época, não é de jogo oficial do citado campeonato.

Ferroviário - 1964
Na realidade, embora tenha vários atletas que atuaram aquele campeonato, percebe-se que, agachados, os dois últimos atletas são Tassu e Bitonho, que jogaram naquela ocasião, apenas por ser um amistoso, uma vez que pertenciam a River e Piauí. Mas é possível ver, a partir da esquerda, vários atletas daquela campanha do Ferroviário.

A partir da esquerda, vê-se os jogadores Valdivino, Valdemir, Piqui, Pompéia, Zezeca e Pepedro (em pé), Cabeção, Cristóvão, Rômulo, Tassu e Bitonho. A foto está publicada no Poral de Floriano, assinado pelo jornalista e escritor Janclerques Marinho.

1ª Fasse - 1° Turno

1ª rodada

12/07/1964
FERROVIÁRIO 1x2 FLAMENGO

Local: José Meireles (Floriano)
Arbitragem: Antônio Milton Vilanova, auxiliado por Nelson Oliveira Silva e Clóvis Ramos.
Renda: 237.400,00
Gols: Paulinho 42 do 1º tempo; Paulinho 19 e Cristóvão 45 do 2º.
Ferroviário – Bucar; Zezeca, Antônio Ulisses, Teles e Pepedro; Parnaibano e Reginaldo; Cristóvão, Sadica, Valdimir (Paulo II) e Dos Santos.
Flamengo – Chiquinho; Zé Carneiro, Maneca, Vitor e Papagaio; Itamar e Macalé; Maçarico, Matintim, Paulinho e Fernando.

19/07/1964
FERROVIÁRIO 2x2 PIAUÍ

Local: José Meireles (Floriano)
Arbitragem: Antônio Milton Vilanova, auxiliado por Nelson Oliveira e Clóvis Ramos.
Renda: Cr$ 157.800,00
Gols: Sinésio 12 e Sibiata 27 do 1º tempo; Cristóvão 10 e Sanêga 30 do 2º.
Expulsões: Bitonho e Cristóvão.
Ferroviário – Bucar; Popó, Antônio Ulisses, Teles e Pepedro; Parnaibano e Valdemir; Cristóvão, Sadica, Sinésio e Paulo II (Antônio Luiz).
Piauí - Zé Barros (Zé Alberto); Tuíca, Nanô, Manoelzinho (Sibiata) e Chico Dedão; Nonato Leite e Bitonho; Sanêga, Chapéu, Carmino e Zilmar

29/07/1964
AUTO ESPORTE 5x0 FERROVIÁRIO

Local: Lindolfo Monteiro (Teresina)
Arbitragem: Antônio Milton Vilanova, auxiliado por Osvaldo Viana e Severiano Alves Teixeira.
Renda: Cr$ 116.000,00
Gols: Bicudo 35 do 1º tempo; Capote 15, Capote 20, Zé Augusto 33 e Pestana 35 do 2º.
Auto Esporte – Antônio Luis; Amadeu, Marcos, Delmiro e Quincas; Zé Maria e Zequinha; Pestana, Capote, Zé Augusto e Bicudo.
Ferroviário – Pompéia; Popó; Antônio Ulisses, Teles e Pepedro; Paulo e Valdimir; Reginaldo, Sinésio, Sadica (João Alfredo) e Cristóvão.

02/08/1964
FERROVIÁRIO 2x1 COMERCIAL

Local: José Meireles (Floriano)
Arbitragem: Severiano Alves Teixeira, auxiliado por Nelson Oliveira Silva e Cláudio Ramos.
Renda: Cr$ 124.400,00
Gols: Cristóvão 7 e Antônio Luiz 29 do 1º tempo; Curniça 35 do 2º.
Ferroviário – Pompéia; Popó, Piqui, Teles e Pepedro; Parnaibano e Paulo; Cristóvão, Reginaldo, Antônio Luiz e Valdemar.
Comercial – Beroso; Edson, Smith, Galo e Zé Ivan; Hugo e Quinha; Radiê, Zeca, Valdir e Negrote (Curniça).

09/08/1964
CAIÇARA 2x1 FERROVIÁRIO

Local: Deusdedit de Melo (Campo Maior)
Arbitragem: Valdimir Soares da Silva, auxiliado por Renato Barreto de Moraes e Severiano Alves Teixeira.
Renda: Cr$ 133.400,00
Gols: Raimundinho Fumaça no 1º tempo; Reginaldo e Anduiá no 2º.
Caiçara – Coló; Napoleão, Mormaço (Valter), Cabo Dulce e Prego; Paulo da Banana e Raimundinho Fumaça; Ditoso, João de Deus, Anduiá e Escurinho.
Ferroviário – Pompéia; Popó, Piqui, Teles (Antônio Guarda) e Pepedro; Parnaibano e Paulo; Reginaldo, Cristóvão, Antônio Luiz e Valdimir.

19/08/1964
RIVER 1x1 FERROVIÁRIO

Local: Lindolfo Monteiro (Teresina)
Arbitragem: Severiano Alves Teixeira, auxiliado por Raimundo Barreto de Moraes e Antônio Palhano.
Renda: Cr$ 192.900,00
Gols: Tassu 28 do 1º tempo; Paulo 42 do 2º.
River – Manoelzinho; Zequinha, Astolfo, Filomeno e Ivanildo; Giri e Vilmar; Tamundó, Carrinho, Tassu e Rudinha.
Ferroviário – Pompéia; Zezeca, Piqui, Antônio Guarda e Pepedro; Parnaibano e Valdimir; Reginaldo, Paulo, Cristóvão e Sadica.

1ª Fase - 2° Turno

06/09/1964
COMERCIAL 2x1 FERROVIÁRIO

Local: Deusdedit de Melo (Campo Maior)
Arbitragem: José da Costa Araújo.
Gols: Reginaldo (Fer), Radiê e João Catita (Com)
Comercial – Beroso; Edson, Smith, Galo e Sapato; Hugo e Quinha; Curniça, João Catita, Radiê e Valdir.
Ferroviário – Pompéia; Zezeca, Piqui, Antônio Guarda e Pepedro; Parnaibano e Valdimir; Reginaldo, Cristóvão, Rômulo e Dos Santos.

09/09/1964
FLAMENGO 3x2 FERROVIÁRIO

Local: Lindolfo Monteiro (Teresina)
Arbitragem: Francisco de Assis Castelo Branco, auxiliado por Antônio Mlton Vilanova e Valdimir Soares da Silva.
Renda: Cr$ 187.200,00
Gols: Mano 20 e Rômulo 35 e 44 do 1º tempo; Mano 5 e 25 do 2º.
Flamengo – Chiquinho; Zé Carneiro, Maneca, Matintim e Papagaio; Temístocles e Macalé; Maçarico, Mano, Paulinho e Salvador.
Ferroviário – Pompéia; Popó, Piqui, Antônio Guarda e Pepedro; Valdivino e Valdimir; Reginaldo, Cristóvão, Elder e Rômulo.

16/09/1964
PIAUÍ 1x1 FERROVIÁRIO

Local: Lindolfo Monteiro (Teresina)
Arbitragem: Antônio Palhano, auxiliado por José da Costa Araújo e Valdimir Soares da Silva.
Renda: Cr$ 63.500,00
Gols: Sanêga 18 e Reginaldo 43 do 2º tempo.
Piauí – Zé Barros; Tuíca, Nanô, Manoelzinho e Chico; Zilmar e Bitonho; Chapéu, Sanêga, Carmino e Vagner.
Ferroviário – Pompéia; Piqui, Sousa, Antônio Guarda e Pepedro; Valdivino e Valdimir; Reginaldo, Paulo, Rômulo e Sadica.

27/09/1964
FERROVIÁRIO 1x4 RIVER

Local: José Meireles (Floriano)
Arbitragem: José da Costa Araújo, auxiliado por Nelson Oliveira Silva e Francisco de tal.
Renda: Cr$ 201.000,00
Gols: Pedroca (cabeça) 23 e (cabeça) 28 do 1º tempo; Pedroca, Carrinho e Reginaldo no 2º.
Ferroviário – Pompéia; Piqui, Valdivino, Antônio Guarda e Pepedro; Fernando e Valdimir; Reginaldo, Cristóvão, Claudemir e Rômulo. Técnico: Francisco Bezerra de Souza (Sinhozinho).
River – Caxambu; Gereba, Zé Artur, Filomeno e Zequinha; Giri e Vilmar; Waldeck, Pedroca, Moaci e Carrinho. Técnico: Júlio Marques.

04/10/1964
FEROVIÁRIO 2x1 CAIÇARA

Local: José Meireles (Floriano)
Arbitragem: Renato Barreto de Moraes, auxiliado por Nelson Oliveira Silva e Francisco de tal.
Gols: Rômulo (2) no 1º tempo e Anduiá no 2º.
Ferroviário – Pompéia; Piqui, Valdivino, Antônio Guarda e Pepedro; Fernando e Valdimir; Reginaldo, Cristóvão, Claudemir e Rômulo.
Caiçara – Onésio; Napoleão, Mormaço, Cabo Dulce e Prego; Paulo da Banana e Raimundinho Fumaça; Vicentim, Anduiá, Índio e Escurinho.

11/10/1964
FERROVIÁRIO 1x1 AUTO ESPORTE

Local: José Meireles (Floriano)
Arbitragem: Valdimir Soares da Silva
Gols: Bicudo (Auto) e Cristóvão (Ferr)
Ferroviário – Pompéia; Piqui, Valdivino, Antônio Guarda e Pepedro; Fernando e Valdimir; Reginaldo, Cristóvão, Claudemir e Rômulo.
Auto Esporte – Petrúcio; Marcos, Amadeu, Deolindo e Quincas; Zé Maria e Wallace; Pestana (Ananias), Caboclo, Soares e Bicudo.

Jogo extra decidindo o rebaixamento

06/11/1964
AUTO ESPORTE 0x2 FERROVIÁRIO

Local: Lindolfo Monteiro (Teresina)
Arbitragem: José da Costa Araújo
Gols: Cristóvão no 1º tempo e Elder no 2º.
Auto Esporte – Antônio Luiz; Marcos, Amadeu, Deolindo e Quincas; Sabará e Wallace; Pestana, Capote, Ananias e Bicudo.
Ferroviário – Pompéia; Piqui, Valdivino, Sousa e Pepedro; Fernando e Valdimir; Reginaldo, Cristóvão, Elder e Rômulo.

RESUMO DA CAMPANHA

13 jogos
3 vitórias
4 empates
6 derrotas
10 pontos ganhos
17 gols marcados
25 gols sofridos
-8 gols de saldo

ARTILHEIROS

5 gols - Cristóvão.
4 gols - Rômulo e Reginaldo.
1 gol - Sinésio, Antônio Luiz, Paulo e Elder 1

JOGADORES UTILIZADOS

13 jogos – Pepedro e Valdimir.
12 jogos - Reginaldo e Cristóvão.
11 jogos - Pompéia (goleiro).
10 jogos - Piqui.
8 jogos - Antônio Guarda.
7 jogos - Rômulo.
6 jogos - Parnaibano e Valdivino.
5 jogos - Paulo, Sádica, Teles e Popó.
4 jogos - Fernando.
3 jogos - Antônio Ulisses, Claudemir, Zezeca e Antônio Luis.
2 jogos - Bucar (goleiro), Sinésio, Elder, Sousa, Dos Santos e Paulo II.
1 jogo - João Alfredo.

RETRATOS

Verificando os nossos alfarrábios, encontramos um antigo monóculo do início dos anos setenta, quando nos deparamos com uma foto do nosso irmão, o Danúnzio ( in memorian ).

À época, ele já estava morando na Ilha do Amor, São Luís ao lado dos nossos primos e parentes, estudando, trabalhando e curtindo as praias da Ilha.

Na foto, observamos ele na praia do Olho D´água, a mais tradicional daquela época, a mais popular. O tempo passou, Danúnzio trabalhou na Arpaso Pop, na Cimec e, por último, já formado em Direito, foi classificado como Procurador do Estado do Maranhão.
Danúnzio chegou a jogar no futebol amador de Floriano, quando jovem, atuando nos times de Gusto e no Flamengo de Tiberinho de Floriano, chegando a brilhar como um dos melhores atacantes do futebol da Princesa do Sul.

Lamentavelmente, por falta de cuidados, Danúnio nos deixou, antes do tempo, em 2001, aos cinquenta nos de idade. Sofria de problemas e não fez as devidas prevenções. O tempo em que nos proporcionou com a sua garra e alegria, Danúnzio para nós foi um grande vencedor, casou-se com a Raimunda, digníssima figura da cidade de Pinheiro/MA, teve quatro filhas lindíssimas e, hoje, elas moram em São Luís, todas formadas e trabalhando.

FLORIANO - ESTADO DO PIAUI / BRASIL ( PARTE FINAL )

Dados Sumários de 1925 a 1943 )
Por - Delmar Mendes dos Reis / Texto de Novembro de 1993

COMENTÁRIOS FINAIS

Atualmente, Floriano cresceu muito como cidade, em face do surgimento de alguns bairros, por sinal, bastante populosos. Porém, no que se refere ao movimento comercial, não creio que tenha havido progresso substancial, apesar da farta energia elétrica hoje existente proveniente da hidrelétrica de Boa Esperança, que anteriormente se fazia sentir.

Quanto à sociedade chamada elite, estamos certos de que não houve a evolução do tradicionalismo de famílias e nem observados os valores morais, pelos descendentes, com raríssimas excessões. Não queremos dizer com esse suscinto comentário afirmar que a sociedade de hoje não mereça distinção nem apreço. Longe de nós tal conceito. O que queremos dizer é que os valores moraisde hoje são completamente antigônicos aos daqueles tempos passados. A mocidade de então pensa e age compltamente diferentes dos de seus antepassados.

Finalizando, reiteramos aqui tudo o que a nossa memória conservou e gravou, e se algo não estiver de acordo ou literalmente correto com os acontecimentos do passado, pode crer que procuramos ser verídico o mais possível, a fim de que os registros retro citados possam servir-lhe como documentário para o seu livro, do ocorrido nos 18 anos citados, da vida de nossa querida Floriano.

E, se algum fato de bom ou de ruim aconteceu durante os 50 anos após, corre por conta do chamado progresso, o qual não somos contrário nem ortodoxo extremado.

Todavia, não podemos esquecer jamais do desaparecimento do eficiente transporte fluvial, que se fazia no "velho Monge", e aí rememorando os tempos que não voltam mais, quêdo-me como num sonho, vendo as balsas de buritís descendo o rio e o vai e vem das embarcações, no afã cotidiano de trazer para nós outros um pouco do progresso de outras plagas, como também levar para outrem aquilo de bom que a nossa terra produzia.

Por tudo isto e pela saudade que sinto n´alma, tal qual o sentimento de nostralgia o poeta de "As Primaveras", recordamos de seus versos:

"Oh! Que saudades que tenho
da autora da minha vida
da minha infância querida
que os anos não trazem mais!...



FLORIANO - ESTADO DO PIAUI / BRASIL ( PARTE XII )

Dados Sumários de 1925 a 1943 )
Por - Delmar Mendes dos Reis / Texto de Novembro de 1993

PESSOAS E PERFÍS

Eleutério Rezende

Este notável e humilde alfaiate, maranhense de Barão de Grajaú, foi uma das poucas pessoas que contribuíram com a sua inteligência privilegiada, no desenvolvimento educacional de Floriano, especialmente como professor de música da Escola Normal local.

Não temos certeza se este brasileiro esquecido, estudante do antigo Colégio "24 de Fevereiro", concluiu o curso ginasial. Todavia, era um autodidata sem precedentes, entendendo de tudo, como: astronomia e música, especialmente. Foi poeta, escritor, dramaturgo e ator, e professor de música sem nunca ter tocado nenhum instrumento, quer de sopro, quer de cordas etc.

Cultor da arte presidida por Euterpe, são de sua própria autoria quase todos os hinos em honra de Santa Teresinha do Menino Jesus, os quais eram cantados pelo pocona data festiva da Santinha de Lisieux. Era Eleutério católico fervoroso praticante. E, por todos estes predicados, respeitosamente, consignamos-lhe - Honra ao Mérito.

Hercília Barros Camarço

Brilhante professora e educadora por excelência, possuindo um colégio misto denominado "Santa Cecília". Quando da criação da Escola Normal de Floriano, foi sua Diretora por muitos anos até aposentar-se.

Exímia pianista, executava de cór mais de cem composições musicais. Foi em seu piano que o Tenente-Coronel revolucionário João Alberto Lins de Barros, quando de sua estada por Floriano, executou algumas peças musicais.

Muitos jovens, de ambos os sexos, devem a esta notável educadora os conheicimentos pré-primários e pré-ginasial. À ela, nossa homenagem!

Vultos Populares

Perambulando pelas ruas e logradouros públicos eram encontradas pessoas que o vulgo dotou de apelidos jocosos, como: Maria Véia, Joana Véia, Derréia, João Cego, Manuel Garapa, João Pé de Bola etc. Havia também uma moça velha toda enfeitada de flores, andando com um crucifixo, dizendo-se Santa Teresinha. Se alguém a saudasse tomando-lhe a bênção, ela alegrava-se e até dançava de contentamento; porém, se a chamassem de vovó, ela esperneava-se xingando a pessoa.

O tal "garapa", não gostaca do apelido e ficava fulo de riva, quiando alguém o chamava assim. Muitos moleques gritavam: mel com água - e ele respondia: mistura, acompanhados de uma série de palavrões.

Etnia e Raça

Em Floriano existia ou existe ainda uma raça de negros luzídios, que o povo apelidou-os de "zinidores", por serem pretos retintos e de cabelos ancarapinhados ou enroladinhos na cabeça.

Hoje, talvez, com o constante cruzamento de reaças - preta e branca - a população da cidade e município se constituem de pardos em sua maioria.