8/29/2012

FLORIANO - ESTADO DO PIAUI / BRASIL ( PARTE II )

Dados Sumários de 1925 a 1943 )

Por - Delmar Mendes dos Reis / Texto de Novembro de 1993


GOVERNO MUNICIPAL

Até o ano de 1929, eram chamados de Intendentes, os chefes de Governo dos Municípios. Do meu conhecimento, enumero alguns:

Coronel Raimundo Borges da Silva ( chefe político local e de todo o sul do Piauí e de cidades adjacentes ); Doutor Antonio Ribeiro Gonçalves ( médico ) e, posteriormente, Deputado Federal; Doutor Antonio Luiz de Area Leão ( médico ); e o Farmacêutico Fernando de Oliveira Marques. Este, tão logo assumiu a Intendência, mandou erradicar todas as árvores da avenida Álvaro Mendes e de alguns logradouros, compostas, em sua maioria, de jamelão. Até hoje não compreendemos a razão de sua atitude neste propósito, tratando-se de uma cidade de clima tórrido como a nossa, pois é sabido e notório que as árvores contribuem, em muito, para amenizar bastante o grau de calor asfixiante existente em cidades ribeirinhas. Talvez, quem sabe, por se tratar de árvores frutíferas, como o jamelão, a molecada de ruas acometesse àquelas com paus e pedras, na época dos frutos, causando com isto aborrecimentos ao alcaide, o qual era neurastênico ao extremo, apesar de boníssimo! E dizer-se que os tais frutos nem tão bons eram, face ao seu gosto adstringente.

Em razão do movimento revolucionário de 1930, foram dissolvidos em outubro do referido ano e cassados os mandatos do Conselho e dos Intendentes Municipais, criando-se os cargos de Prefeitos e Vereadores. Nessa ocasião foi nomeado pelo Interventor Federal de então, o senhor Cyrilo Martins ( comerciante ), o qual foi substituído posteriormente pelo Farmacêutico Theodoro Ferreira Sobral.

Normalizada a situação dos Interventores e chamado o povo a votar, foi eleito o dentista Oswaldo da Costa e silva. Este, foi substituído pelo doutor Sebastião Martins de Araújo Costa ( médico ).

Na política, antes do advento da revolução de 1930, Floriano dava as cartas na sucessão dos Governadores, sob o comando do Coronel Doca Borges e Major Carlino Francisco Nunes.

Nenhum comentário: