3/12/2012

RETRATOS

Carnaval - 1972

No ano de 1972, o carnaval de Floriano voltara a revigorar-se, após o trauma causado pelo prematuro falecimento do nosso amigo Bucar. Os foliões, animados, voltaram a botar o seu bloco na rua.

O Dim ( já falecido ), irmão de Pechincha, era um dos foliões que mais brilhava ali pelos arredores da antiga Sertã, com a sua fantasia de fofão, botando medo nos meninos.

O bar Carnaúba e o bar São Pedro, além da saudosa Sertã de antigamente, proporcionavam um apogeu lírico à nossa festa de momo, muita gente se divertindo a valer sem nenhuma preocupação, somente com o desejo de se divertir, de aparecer para a platéia e ganhar o seu aplauso.

Na foto ao lado, por exemplo, podemos identificar esse momento hilário do carnaval de 1972, quando ali no Bar São Pedro reuniu-se uma turma pra lá de bagdá, com o seu estilo bloco dos sujos. O Jusmar Leitão ( já falecido ), com o Teodoro Sobral, Juarez da Costa e Silva Ribeiro, o Napoleão Nogueira Lustosa, o Raimundo Flandeiro e o Borba filho, faziam a marcação da novidade.

Tempos bons, que jamais voltarão, por isso, precisamos voltar a celebrar esses velhos carnavais, que outrora faziam a felicidade de todos os florianenses que gostavam de garantir sua vaga na avenida da folia. O carnaval de hoje é bonito, mas está saindo muito caro, precisamos de maior criatividade para revitalizar aquela época maravilhosa das marchinhas e dos frevos inesquecíveis.

Nenhum comentário: