2/09/2012

A TRADUÇÃO DE GILMAR DUARTE

Por: Jalinson Rodrigues

Os militantes do PT não estão decididos sobre o apoio ao pré-candidato da base de sustentação do prefeito de Floriano, Joel Rodrigues (PTB). A indicação do vice-prefeito, Oscar Procópio (PTB) não aglutina os aliados no projeto de eleição do sucessor. Esta questão fica exposta na “luta de braço” entre os dois vereadores petistas, Raimundo Martins, que rompeu com a base desde o início do seu mandato, e Edvaldo Araújo, suplente que ocupa uma vaga na Câmara Municipal, fruto da coligação na eleição passada. Numa nota oficial, o vereador Edvaldo afirma que inexiste acordo prévio para a eleição de 2012.
Agora a história é outra. O PT, de acordo com as últimas declarações das duas tendências internas, pode não configurar como aliado do pré-candidato, Oscar Procópio. O PT já apresentou até o seu pré-candidato, o ex-vereador e professor Gilmar Duarte.
Essa postura do PT é legítima e consciente, pois o ex-vereador Gilmar Duarte é quadro de luxo do Partido, com cacife em nível de igualdade com todos os pré-candidatos de outras orientações políticas. O professor Gilmar foi destaque por dois mandatos de vereador  na oposição ao ex-prefeito José Leão. Conta, também, na sua biográfica, o fato de acumular a condição de mestre de várias gerações de estudantes do Colégio  Agrícola de Floriano, inclusive do vereador Edvaldo Araújo. Também, gestor público probo e criativo. O marketing político, que é uma condição fundamental para o marketing eleitoral, o professor Gilmar Duarte tem de sobra.
Esse intento do professor Gilmar torna-se mais favorável com o senador Wellington Dias avalizando seu projeto na capitação de votos. Outro fator positivo é a sobreposição do projeto municipal com os projetos de Lula e Dilma no plano nacional. O município de Floriano precisa correr para recuperar os anos perdidos.
Portanto, é um candidato competitivo e o PT parece querer potencializar está oportunidade de chegar a Prefeitura de Floriano. Uma situação que na pior das hipóteses ajuda a ampliar a sua bancada na Câmara Municipal. Assim, a pré-candidatura do professor pode ser a tradução de mais conquistas para os petistas.
Pode ser que o prefeito Joel Rodrigues não se agrade com essa articulação do seu mais novo ex-aliado. O que motiva o PT nesta empreita, pelo que afirma o vereador Raimundo Martins em declarações nos meios de comunicação, é a falta de sintonia entre o projeto do PT e o projeto personificado do atual prefeito, que mantém a família em cargos privilegiados na gestão municipal, em detrimentos da qualidade nas políticas públicas. “O castigo dos bons que não fazem política é ser governados pelos maus” define o pensador Platão.

Nenhum comentário: