1/26/2012

"O eleitor espera idéias inovadoras"

A pesquisa do Instituto Data AZ, que aferiu a preferência dos eleitores do município de Floriano, para a disputa deste ano, apresentou alguns aspectos que podem interferir diretamente no resultado final, quando serão eleitos o prefeito e os vereadores que passaram quatro anos (2013 a 2016) recebendo salários e regalias, tudo  financiado pelo contribuinte. A pesquisa foi realizada nos dias 14 e 15 de janeiro, e entrevistou 400 pessoas de 23 bairros e 3 comunidades rurais.

O primeiro aspecto, o mais óbvio, é que mantém a tendência do eleitorado pelo nome do advogado Gilberto Júnior (PSB), que representa o grupo do Governo do Estado. O segundo, também explicito, é o desgaste da gestão do prefeito Joel Rodrigues, fato que faz o vice-prefeito, o professor Oscar Procópio, aparecer na consulta com a maior rejeição e em segunda posição na opção dos entrevistados pelo Instituto.

Mas, o que chama a atenção mesmo é o número de eleitores em dúvida sobre em quem votar na próxima eleição. A sondagem espontânea para candidato a prefeito teve 69% de entrevistados que não sabem em quem votar. O abismo é maior na opção para vereador e 71% do potencial eleitorado está indeciso, sem escolha.

 Isso claramente demonstra que a eleição está aberta. Os político candidato, incluindo os vereadores, que estão mal na fita, não despertam tanta credibilidade. É o momento de surgimento de outras lideranças, o que é importante para alternar o poder na cambaleada Princesa do Sul.

O resultado da pesquisa indica, também, que a população quer escutar quais as proposta dos candidatos. Lógico que teremos de votar em algum deles, porém é preventivo apostar na melhor capacidade de projetar um futuro melhor. A população manifestou nesta consulta que precisa de mais informações sobre as intenções dos pretensos candidatos.

Prudente será se os candidatos ao invés de mostrarem a família, segurar andor de santo em procissão, posar falante em programa de rádio e TV, mostrarem, para os florianenses, que níveis de entendimento possuem sobre o desenvolvimento do município. Agora, querer disputar uma eleição numa cidade do porte de Floriano e não apresentar uma plataforma é o cúmulo do cinismo.

Considero que a eleição está aberta porque pode conter no número de indecisos os votos pra eleger o próximo prefeito. Serão eles, os duvidosos, que vão julgar, pelas propostas, sobre que saída teremos para o marasmo em que foi submergida a nossa tão amada terra natal, tanto pela fracassada gestão municipal como os descasos do Governo Estadual.

Imagino que, com este quadro, os candidatos terão que lidar com eleitores mais críticos, indignados e esclarecidos. Desejamos que o voto de cabresto desapareça desta próxima eleição e que a Justiça Eleitoral cumpra mais vezes o seu papel. “A  política é a ciência da liberdade”  - Pierre Proudhon.

Jalinson Rodrigues – Jornalista

Nenhum comentário: