12/23/2012

BOAS FESTAS!

AOS FLORIANENSES,

E A TODOS AQUELES QUE AMAM ESSA TERRA, A BELA PRINCESA DO SUL,


DESEJAMOS UM FELIZ NATAL E UM ANO NOVO CHEIO DE SONHOS E REALIZAÇÕES.


SÃO OS VOTOS DO NOSSO PORTAL!
 
2012 - 2013

Aeroporto de Floriano poderá receber voos regionais

As novas ações fazem parte do Programa de Investimentos em Logística. O anúncio do pacote foi feito pela presidente Dilma Rousseff, nesta quinta

O Piauí receberá R$ 156,1 milhões para investir em serviços e infraestrutura de sete aeroportos. O anúncio do conjunto de medidas faz parte do Programa de Investimentos em Logística e foi feito pela presidente Dilma Rousseff, em Brasília.

Na primeira fase do programa, os municípios piauienses contemplados foram: Floriano, Picos, Paulistana, São Raimundo Nonato, Bom Jesus, Corrente e Parnaíba.
 
Para fortalecer e ampliar a malha de aeroportos regionais, o Governo Federal vai investir em todo o país R$ 7,3 bilhões em 270 aeroportos regionais. As medidas permitirão aperfeiçoar a qualidade do serviço prestado ao passageiro, agregar novos aeroportos à rede de transporte aéreo regular, aumentar o número de rotas operadas pelas empresas aéreas.
 
Os investimentos previstos são da ordem de R$ 1,7 bilhão em 67 aeroportos na região Norte; R$ 2,1 bilhões em 64 aeroportos na região Nordeste; R$ 924 milhões em 31 aeroportos no Centro-Oeste; R$ 1,6 bilhão em 65 aeroportos no Sudeste; e R$ 994 milhões em 43 aeroportos na região Sul.
 
O programa visa ampliar o acesso da população brasileira a serviços aéreos. O objetivo é que 96% da população brasileira esteja a menos de 100 quilômetros de distância de um aeroporto apto ao recebimento de voos regulares.
 
Os projetos promoverão a melhoria, o reaparelhamento, a reforma e a expansão da infraestrutura aeroportuária, tanto em instalações físicas quanto em equipamentos. Os investimentos incluirão, por exemplo, reforma e construção de pistas, melhorias em terminais de passageiros, ampliação de pátios, revitalização de sinalizações e de pavimentos, entre outros. Os recursos virão do Fundo Nacional de Aviação Civil (Fnac).
 
Dentre os critérios para análise de relevância do aeródromo serão consideradas características como o volume de passageiros e de cargas, os voos regulares e os resultados operacionais. Além disso, serão considerados aspectos socieconômicos, o nível de acessibilidade na Amazônia Legal, o potencial turístico e de fomento da integração nacional. Além de investimentos em aeroportos em cidades de pequeno e médio porte, serão contempladas medidas de incentivo à aviação regional com foco na viabilização de rotas de baixa e média densidades de tráfego.
 
Os planos de investimentos obedecerão às seguintes fases: diagnóstico da infraestrutura e da gestão dos aeródromos; elaboração do programa de necessidades de investimento e de projetos conceituais e termos de referência de equipamentos.
 
Com informações do G1 Piauí

12/22/2012

Prefeito eleito de Floriano anuncia lista de novos secretários



O prefeito eleito de Floriano, Gilberto Júnior (PSB), divulgou no final da tarde da última quinta-feira (20), o nome do secretariado do primeiro escalão da gestão municipal a partir de 1° de janeiro de 2013.

Durante o evento em que divulgou os nomes, o prefeito eleito disse que a escolha foi feita por merecimento, mérito e competência de cada um.
 
“A gente nomeou os secretários do nosso grupo que realmente vai trabalhar em prol de uma Floriano melhor, um grupo coeso, um grupo de talento, merecimento e compromisso com a cidade de Floriano. Tenho certeza que nós compartilhamos os interesses políticos e os interesses técnicos para nós realmente formarmos esse grande grupo que vai trabalhar muito pela nossa cidade, pela nossa terra, nosso orgulho que é a cidade de Floriano”, ressaltou Gilberto Júnior.

Das secretarias que compõem a administração municipal, não foram divulgados os nomes dos secretários de Finanças, Desenvolvimento e Assistência Social e Sutran (que será nomeada Secretaria de Transportes).
 
A maioria dos indicados já é conhecida da população florianense. Veja os nomes dos secretários:
 
Sec. de Governo: Cézar Pedrosa
Sec. de Administração e Planejamento: Márcio Neiva
Sec. de Desenvolvimento Econômico: Marcelo Roxo
Sec. de Comunicação: Idílio Lima
Sec. de Educação: Nelson Júnior
Sec. de Saúde: Bigmam Barbosa
Sec. de Esporte, Cultura e Lazer: Maurício Miranda
Sec. de Infraestrutura: Everaldo Elvas
Sec. Meio Ambiente: Emanuela Simplício
Sec. de Desenvolvimento Rural: Edvaldo Araújo
Procurador Geral do Município: Emanuel Pereira
Controladoria do Município: Agnelo Rufino
Ouvidoria Geral do Município: Cleyton Pachoa
 
Fonte: Floriano News

12/18/2012

Posse de Gilberto Júnior não contará com atrações musicais

De acordo com Cézar Pedrosa, no próximo dia 01, não haverá comemoração festiva, pois não há tempo hábil para a contratação de atrações musicais.
A equipe de transição do prefeito eleito de Floriano, Gilberto Júnior, divulgou a programação referente a solenidade de posse do novo gestor. De acordo com Cézar Pedrosa, no próximo dia 01, não haverá comemoração festiva, pois não há tempo hábil para a contratação de atrações musicais.
“O prefeito será empossado e só após este ato, terá legitimidade jurídica para começar os seus atos administrativos. A contratação de uma atração é desta natureza, requer todo um processo que não se faz em um dia ou em uma semana”, revelou Pedrosa, membro da equipe do gestor eleito.

Confira a programação de posse:

07h: Missa na Co-Catedral São Pedro de Alcântara

09h: Culto evangélico na Igreja Quadrangular (Sambaíba)

11h: Posse na Câmara Municipal

13h: Transmissão de cargos na Prefeitura Municipal

Fonte: Florianonews

12/16/2012

MORRE EX-VEREADORA TERESA CHAIB

Morreu nessa tarde de sábado, 15, às 15:00h a ex-vereadora florianense Teresinha de Jesus Martins de Araujo Costa (Teresa Chaib). A ex-parlamentar que tinha 79 anos lutava contra um câncer e desde julho passado estava em tratamento de saúde em Teresina, capital do estado do Piauí. 

Vereadora por três mandatos, a ex-parlamentar foi presidente da Câmara Municipal. Ao meio dia deste domingo, estará ocorrendo uma sessão em homenagem a ex-vereadora e já estão presentes alguns dos ex-parlamentares que legislaram no mesmo período que ela, entre os quais, o atual prefeito Joel Rodrigues. O prefefeito José Leão, o deputado Gustavo Neiva, o ex-vereador Cesar Pedrosa, além de outras autoridades esta

As 14:00h o corpo será levado para a Capela da Diocese, centro, onde o bispo de Floriano, dom Valdemir Ferreira estará fazendo uma encomendação do corpo. O sepultamento será em seguida, as 16:00h no Cemitério Central São Pedro de Alcântara, bairro Manguinha. O corpo chegou a Floriano por volta da meia noite e foi levado direto para a Câmara Municipal onde está sendo velado.
 
Fonte: piauinoticias.com 

12/14/2012

OPOSIÇÃO ROBUSTA

O prefeito eleito, Gilberto Júnior (PSB), vai exercer o total controle administrativo do município de Floriano, mas terá que dividir a hegemonia política com uma robusta oposição que se anuncia na Câmara Municipal. Os vereadores eleitos Mauricio Bezerra (PTB), Maria da Guia (PTB), Flavio Henrique (PTB), Miguel Vieira (PTB), Carlos Antonio (PRTB), Carlos Augusto da Silva (PTB), Lauro Cesar (PDT) e Alan Pedrosa (PSDB) desejam manter vigilância irrestrita ao atos do Poder Executivo, quando articulam ocupar as principais funções na Mesa Diretora da Câmara Municipal. Mas, com habilidade e conversações isso pode ser contornado.

Lógico que ter oposição é bom e importante, pois estabelece limites nas possíveis situações quando os interesses públicos estão ameaçados. O totalitarismo político, quando o Poder Executivo age unilateralmente, gera profundos seqüelas na democracia, patrimônio político do povo brasileiro, que devemos defender até as últimas conseqüências.

Porém, entre fazer oposição cega e uma coalizão interesseira está a necessidade de progresso do município. Os vereadores devem, neste momento, enxergar a existência de uma população que necessita de políticas públicas com resultados. Então, não cabe fazer uma perseguição ao prefeito eleito. Será necessária uma oposição aos problemas crônicos do município, que impedem os florianenses de ter mais qualidade de vida.

Oportuno, também, é a dita oposição buscar uma relação qualificada com os movimentos comunitários, para ter uma real análise das necessidades dos bairros. Assim, os parlamentares estarão munidos para o exercício da oposição aos problemas comuns da população. Essa sintonia entre poder popular e poder legal deve ser realizado sem cooptações ou peleguismos.

Jalinson Rodrigues – jornalista.

12/12/2012

Floriano recebe a segunda maior chuva do ano


Nesta segunda-feira (10) em Floriano choveu o equivalente a 65 mm. Volume de chuvas é metade do normal para todo o mês, diz meteorologista
O município de Floriano, localizado no Sul do Piauí, registrou na madrugada desta segunda-feira (10) a segunda maior chuva do ano, com acumulado de 65mm, metade do normal para todo o mês, segundo a Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semar). A precipitação desta segunda-feira perde apenas para a do dia 19 de março, quando em um dia choveu 116 mm na cidade.
Segundo a meteorologista da Semar, Sônia Feitosa, as chuvas provocadas nesta região foram devido a um sistema meteorológico chamado de Vórtice Ciclônico do Nordeste. “Aliado a esse sistema está a umidade vinda da região Amazônica. Com isso, se formam áreas de instabilidade de ventos, que giram em sentido horário. O tempo fica seco no centro do sistema e na bordas provocam as chuvas fortes”, explica.

A meteorologista também confirma que mesmo com essas precipitações deve chover abaixo da média no estado. “Nesta região de Floriano, bem como no Cerrado, é comum ter um maior volume de chuvas, já no semiárido o clima seco do local prejudica a formação das chuvas”, afirma.

Sônia Feitosa ressalta que na cidade de Uruçui, na região dos Cerrados Piauienses, só no mês de novembro choveu 538 mm. “No município em um único dia chegou a chover 128 mm, o que mostra que esta região costuma receber grandes volumes de precipitações”, ressalta.

Fonte: noticiasdefloriano.com

12/07/2012

O agricultor familiar e o pão de cada dia

Jalinson Rodrigues – Jornalista

É fato incontestável que os agricultores familiares do estado do Piauí estão mais pobres e sofrendo dificuldades, até mesmo para garantir o pão de cada dia. A seca, como fenômeno natural, deixou a vida destas pessoas mais complicada. Segundo a Federação dos Trabalhadores da Agricultura (FETAG - PI), as perda nas culturas de milho, feijão e arroz foram em torno de 95%. Para complicar ainda mais a situação do homem pobre do campo, foram registradas perdas de 85% da safra de caju e 80% da de mandioca.

Mas, a natureza é mãe e começou a sinalizar que a situação do camponês vai melhorar com as chuvas, trazendo umidade para o nosso árido sertão. A esperança por dias melhores começa a ocupar o imaginário do sertanejo, que busca na fé a força necessário para vencer as adversidades. Com chuva, sementes e o trabalho incansável do agricultor, a lavoura pode volta a garantir o sustento destes bravos, tão importantes na produção de alimentos, tanto para o sustento da família como para a venda nas feiras do nosso Nordeste.

Mas, o agricultor precisa de ajuda para vencer os efeitos residuais da seca. Chegaram as chuvas mas faltam as sementes. Segundo o Sindicato dos Trabalhadores Rurais do município de Floriano, existem um total de 55 comunidades, com aproximadamente 8 mil agricultores, que esperam do Governo do Estado e da Prefeitura este incentivo. A entidade rural declara que já fez o pedido de 20 mil quilos de feijão, 15 mil quilos de milho e 5 mil quilos de arroz. Porém, as autoridades, até o momento nada fizeram.

É sempre assim: os agricultores familiares não contam com o apoio irrestrito dos governos, nas três esferas. As ações, quando existem, são fora do compasso da vida no campo. Começou a chover e já deveria existir um plano governamental para suprir as necessidades da nossa agricultura e repor as sementes perdidas.

Com o agronegócio é diferente. Os governos constroem estradas, doam incentivos fiscais e ainda colocam entidades públicas de pesquisa para auxiliar nas descobertas de melhoramento genético que a aumentam a produção das grandes empresas, muitas multinacionais. Estas empresas, além de causar desequilíbrio ambiental, empregam poucos trabalhadores da região e levam os lucros financeiros para os centros mais desenvolvidos do país.

As medidas como seguro safra e estiagem não restauram a dignidade do sertanejo. “Seu doutô os nordestino têm muita gratidão/ Pelo auxílio dos sulista nessa seca do sertão/ Mas doutô uma esmola a um homem qui é são/ Ou lhe mata de vergonha ou vicia o cidadão (sic)”... (Luiz Gonzaga).

12/04/2012

RETRATOS

" Aqui eu nasci em 1949. Aos 13 de março de 1974 fui morar em Bauru (SP), Rio de Janeiro (RJ), e Teresina (PI). Voltei para Floriano em 1996 (16 anos morando na Rua Defala Attem). Hoje 38 anos e 9 meses depois, estarei voltando a residir na mesma casa onde eu nascí com a proteção do Coração de Jesus e Coração de Maria. " (Presente de Rosalia De Carvalho Attem ).
 
Belo depoimento da nossa amiga Rosália, demonstrando todo o seu amor pela Princesa do Sul e seus familiares, voltando a conviver com a harmonia dos lugares em que viveu.
 
Na foto, vê-se a rua São Pedro, o antigo Cine Itapoã ( posteriormente Cine Glória ), os casarões da rua e, la no fundo, à direita, a carnaubeira centenária da praça doutor Sebastião Martins, nos proporcionando um ar nostálgico e saudosista de nossas lembranças.
 
Ah, Princesa, que te adoramos!
 

Ministério Público do Piauí enfrenta problemas e não consegue evoluir com orçamento reduzido

Prestes a ser votado na Assembleia Legislativa do Piauí, o orçamento do Estado para 2013 é tema de diversos debates e não agrada a todos os poderes e órgãos envolvidos na distribuição dos recursos pelo Governo.

O Ministério Público do Piauí, por exemplo, reclama que as propostas orçamentárias feitas pelo Estado não atendem às necessidades do órgão e que o reajuste sempre linear sugerido pelo Governo não condiz com a realidade, destoando da tentativa de os poderes em resolver seus problemas.

Para o próximo ano, o MP propõe que o Executivo destine no orçamento R$ 165 milhões ao órgão, valor ainda distante do ideal, mas que já serviria para resolver parte dos problemas do MP e encaminhar solução para outros mais, como afirma o presidente da Associação Piauiense do Ministério Público (APMP), Paulo Rubens Parente Rebouças.

O Governo do Estado, por outro lado, sinaliza destinar ao MP o montante de cerca de R$ 118 milhões, ou seja, valor ainda mais aquém do que os promotores de Justiça julgam suficiente para estruturar o órgão.

“Não há como uma instituição como o Ministério Público, que tem capilaridade em todo o Estado, evoluir devidamente com um orçamento desses”, critica Paulo Rubens.

De acordo com o presidente da APMP, mais de 80% das Promotorias de Justiça estão sem servidores e, a grande maioria delas, enfrentando problemas estruturais como falta de salas e sedes próprias, cadeiras, mesas e internet.

Existem apenas 131 promotores para atender à demanda dos 224 municípios, o que gera acúmulo de Promotorias. Das comarcas do Estado, em 96,7% o Ministério Público não possui sede própria. Os problemas são agravados pela inexistência de receita extraorçamentária no órgão.

Na comarca de Oeiras, por exemplo, já existem duas Promotorias (1ª e 2ª entrâncias) e duas novas se preparam para serem instaladas. Porém, os dois novos promotores da cidade não têm onde atender ao público, sendo obrigados a fazer o serviço nos corredores do Fórum ou na secretaria do local.

“Não há sala, mesa ou cadeira para as novas Promotorias em Oeiras. Desse modo, os dois novos promotores não têm como trabalhar”, lamenta Paulo Rubens.

Fonte: R2 Comunicação

12/03/2012

MUTIRÃO EM ESCOLA É EXEMPLO DE CIDADANIA

A Unidade Escolar Odorico Castelo Branco, localizada no centro de Floriano, abriu as portas no último sáado (1º), para receber o mutirão de limpeza realizado por alunos da própria instituição de ensino, para o trabalho de capina, roçada e conservação da escola. O projeto foi desenvolvido pela professora Kátia, com o objetivo de ampliar, mudar o visual da escola e retirar todo o mato que a cerca.

O projeto é realizado aos finais de semana, e a previsão é que no próximo dia 15 de dezembro seja concluído.

Na manhã deste domingo (02), a reportagem do Portal FlorianoNews esteve registrando a ação voluntária dos alunos.

Fonte: florianonews.com

Em tempo:  

Essa iniciativa é um verdadeiro exemplo, in loco, de que não devemos esperar o tempo passar. Além desse mutirão, podemos estender a outros locais da cidade, tipo praças, calçadas, ruas, galerias, no sentido de mostrarmos às autoridades a sua obrigação de limpar a sujeira da cidade.  

E que tal realizarmos um mutirão da cultura local?

COM AS CHUVAS, CARROS PIPAS PODEM PARAR NO INTERIOR DE FLORIANO

Nos últimos meses carros pipas vem abastecendo com água potável algumas das famílias da zona rural de Floriano-PI. Muitas estavam tentando o produto a quilômetros de distancia e muitos animais estavam morrendo por falta de água.

Após estudos, foi detectado que era necessário que diariamente carros fossem enviados para várias localidades pela Defesa Civil que teve apoio de órgãos locais, como Agespisa, por exemplo.

Agora com as primeiras chuvas que caíram em toda a zona urbana e rural há a informação que já querem parar com os carregamentos de água para o interior.

O secretário de Desenvolvimento Rural da administração de Floriano, Assis Carvalho (imagem), foi procurado para falar sobre esse abastecimento de água para as famílias interioranas e foi firme nas suas colocações, “conversamos com o coordenador da Defesa Civil do Município e recomendamos que ele não libere essas pipas, pelos menos por enquanto, pois vamos deixar que todas as comunidades tenham água suficiente com as chuvas, pois há o risco de devolverem os carros pipas e as chuvas cessarem, temos que ter cautela”.

O trabalho de levar água para as famílias do interior em carros pipasé uma ação conjunto do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Agespisa e Defesa Civil.

Fonte: Piauínoticias

12/01/2012

TAMPANDO O SOL COM A PENEIRA

Por - Jalinson Rodrigues
Vamos combinar que os problemas que agridem o município de Floriano não iniciaram, somente, com o prefeito Joel Rodrigues (PTB). Essa falta de planejamento e improbidade com os recursos da população atravessam décadas. Desde o tempo das vacas gordas, quando o município foi referência de desenvolvimento no interior do Brasil, que a Prefeitura sempre contribui para a formação de patrimônio de ex-gestores. Também, ajuda muitos pobre vereadores a tornarem-se abastados.
Nesta seara de desvios de função, contaram, os maus feitores, com o beneplácito dos órgãos de fiscalização. Em suma, o povo nunca esteve nos planos destas administrações fraudulentas. Alguns podem até dizer que tiveram boas intenções e que fizeram algumas obras, mas foram atitudes para ludibriar a opinião pública e burlar as leis, muitas vezes frouxas.
Volto a repetir: tudo que acontece de ruim numa cidade, no que diz respeito a administração pública, é sistêmico. Se falhou o prefeito, também, falharam os vereadores, o Ministério Público fez vistas grossas e a Justiça cegou. E neste contexto, a população deu a sua contribuição, votando nas eleições seguintes em quem não merecia a menor confiança, seja no executivo ou no legislativo. Somos todos culpados.
Agora, o prefeito eleito Gilberto Júnior (PSB) coloca o dedo na ferida e revela para a população o tamanho da chaga: 17 milhões de dívidas acumuladas. Uma atitude cautelosa para livrá-lo de futuras interpretações perniciosas a seu respeito. Isso é oportuno porque ajuda os florianenses na reflexão dos erros cometido. Porém, Gilberto Júnior deve prevenir-se, levando em conta que na coalizão vitoriosa estão muitos que apunhalaram, no sigilo dos gabinetes, a dócil Princesa do Sul. É importante encarar os problemas com isenção e não tampar o sol com uma peneira.

Dívidas, crise financeira e o futuro incerto


Por - Jalinson Rodrigues – Jornalista
As declarações do prefeito eleito de Floriano (PI), Gilberto Júnior (PSB), sobre as finanças  do município impõem a sua gestão uma forma diferenciada de tratar os recursos da população. Pelo exposto, existem dívidas que apontam crise financeira. Neste cenário todo o cuidado é pouco para não gerar instabilidade nas políticas públicas, essenciais e indispensáveis para a população de menor poder aquisitivo. Assim, será prudente o distanciamento do populismo no trato com a coisa pública, uma prática bem comum nos prefeitos anteriores. Até porque, o cardápio de pão e circo está ultrapassado. É indigesto para os que precisam das verdadeiras ações públicas.
A municipalidade deve buscar o equilíbrio econômico e planejamento estratégico com a parca receita que dispõe. Problemas existem em outras áreas e não só nas finanças. As secretarias como as de saúde, educação e meio ambiente precisam de mais eficiência e repactuação com os governos estadual e federal. São unidades da administração que influenciam diretamente no desenvolvimento e na qualidade de vida das comunidades.
Esta discussão é pertinente agora porque o próprio prefeito eleito já sinalizou que pode mandar “mesada” para  time profissional, sem finalidade pública, que nem uma categoria de base mantém. Quem acha que o clube precisa de dinheiro que doe, mas a Prefeitura não! Existem outras prioridades pulsantes. Outro assunto delicado é investir em falsas escola de samba e blocos de carnaval, sem a menor finalidade educativa. Na verdade até blocos de ricos e empresários pleiteiam verbas que podem ser investidas em ações para melhorar o desempenho do poder público municipal. Tanto as agremiações de carnaval e times de futebol profissional devem  empreender e buscar autogestão.
Algumas prefeituras Nordeste afora, hoje, chegaram a conclusão que investir em festas, contribui para disseminar drogas, como o perigoso “crack”, e, também,  evasão de recursos através de cachês caros para bandas caça-níqueis. A compreensão inovadora é contribuir com infra-estrutura e capacitação para as manifestações genuinamente culturais.
Se o novo prefeito eleito não trilhar por outros caminhos fora do nepotismo, do clientelismo e privilégios lisonjeiros o futuro do município de Floriano será incerto.

11/30/2012

DÍVIDA DE FLORIANO É DE 17 MILHÕES, AFIRMA PREFEITO GILBERTO GUERRA

O prefeito eleito em Floriano Gilberto Júnior, afirmou que assumirá junto com a gestão do município, uma dívida de R$ 17 milhões nos cofres públicos. Segundo ele o débito está dividido entre três setores.

“Floriano deve R$ 17 milhões, R$ 5 milhões para o fundo municipal de previdência, R$ 10 milhões com o regime geral de previdência (INSS) e R$ 2 milhões com outros setores”, afirmou o prefeito.

Para ele, o trabalho da equipe de transição será decisivo para um bom planejamento da nova gestão municipal. “Só após a análise detalhada dos documentos apresentados pela prefeitura é que vamos saber como essas dívidas serão pagas”, declarou Gilberto.

O novo prefeito também fez críticas a lentidão no retorno aos pedidos de documentos feitos pela equipe de transição, que segundo ele demoraram mais de trinta dias para serem respondidos.

“Recebemos uma grande quantidade de documentos, agora vem a principal fase do processo, analisar os documentos”, concluiu o prefeito.Rayldo Pereira.

Fonte: cidadeverde.com

11/28/2012

TRANSIÇÃO EM FLORIANO

Repercute a noticia de que o município florianense tem um débito de 17 milhões de reais. O prefeito eleito Gilberto Júnior (PSB/foto) teria feito essa declaração com afirmação que estaria assumindo a Prefeitura com esse valor em aberto nos cofres públicos. O débito estaria em três setores do município.

"Floriano deve R$ 17 milhões, sendo R$ 5 milhões para o fundo municipal de previdência, R$ 10 milhões com o regime geral de previdência (INSS) e R$ 2 milhões com outros setores", declarou o prefeito eleito.

A informação vem sendo motivo de comentários entre integrantes da população florianense e há muitos questionamentos sobre de quem seria esse débito, ou qual seria o prefeito que teria deixado, o que alguns chamam do rombo.

Transição

O prefeito eleito Gilberto disse que vem se debruçando sobre documentos e junto com as equipes das subcomissões da educação, saúde, infraestrutura passam a visitar obras, ver alguns serviços com o intuito de que essas pessoas tenham conhecimento de como estão essas obras e órgãos públicos na cidade.

Gilberto Júnior afirmou que os integrantes das equipes de transição, tanto do governo atual quanto da futura administração vem tendo bons entendimentos.

Para algum questionamento sobre o assunto o piauinoticias.com tentou contatos com o prefeito Joel Rodrigues (PTB) e com assessores do primeiro escalão e conseguiu falar com o secretário de Comunicação, professor Joab Curvina que ficou de fazer um levantamento da questão.

Fonte: cidadeverde





11/27/2012

GINASIO PRIMEIRO DE MAIO

O calendário de encerramento das aulas dos alunos do Ginásio Primeiro de Maio, escola sediada no centro de Floriano-PI, estará sendo iniciado nessa quarta-feira, 28, com as avaliações do quarto bimestre. As informações são da diretora da escola, professora Madalena Laurentino.

A educadora disse que essas atividades estarão terminando dia 3, sendo que no dia 10 de dezembro deve haver a divulgação do resultado final e no dia 11, começam as provas de recuperação com resultados previstos para o dia 17, no dia seguinte, terça-feira, todos os professores e demais colaboradores devem fazer parte de uma confraternização.

Ainda de acordo com a professora Madalena Laurentino, também no dia 3 começam as matrículas para os alunos novatos e no dia 10 para os alunos que já fazem parte do Ginásio. Todas essas datas são no mês de dezembro.

Quando foi procurada sobre algo de novo para o ano letivo de 2013, a professora Madalena disse que uma das novidades é a climatização de todas as salas de aulas.

“Com o objetivo de um maior conforto aos nossos alunos e professores estaremos climatizando todas as salas de aulas do Ginásio Primeiro de Maio, pois está no nosso plano de ação a qualidade no ensino que é uma marca da nossa escola e uma sala climatizada vai propiciar um maior conforto ao alunado que irá refletir no aprendizado”, concluiu ela.

Fonte: piauinoticias.com

11/24/2012

Equipes de transição se reúnem para entrega de documentos

Durante o processo transitório, Gilberto Júnior constatou alguns problemas administrativos como o fechamentos de unidades de educação e saúde.

As equipes de transição do prefeito eleito Gilberto Júnior e do prefeito Joel Rodrigues estiveram reunidos para discutirem questões básicas ligadas à atual administração, principalmente, no tocante à importantes secretarias.
Na oportunidade foram entregues alguns documentos solicitados pela equipe do prefeito eleito. Durante o processo transitório, Gilberto Júnior constatou alguns problemas administrativos como o fechamentos de unidades de educação e saúde.
Fonte: FlorianoNews

AVENIDA GETÚLIO VARGAS

Carreata que partiu da antiga rua Álvaro Mendes ( atual avenida Getúlio Vargas ), para a inauguração do campo agrícola doutor Sampaio no rumo da rodovia Floriano/Oeiras.

Dos sete automóveis, identificamos os proprietários de cinco deles: Juca Carvalho, José Guimarães, Leônidas Carneiro Leão, Afonso Nogueira e José Fonseca.

A bela imagem retrata os anos trinta, quando havia uma simpática presença de público, o belo arvoredo e a poesia, que nos deixam com saudades da velha Floriano.


Foto: Floriano de ontem e de hoje / Teodoro Sobral

11/22/2012

REENCONTRO

Estamos convidando florianenses da velha guarda a se fazerem presentes em nosso reencontro como de costume, para celebrarmos o contexto poético dos bons tempos da Princesa do Sul.

Atenção, o Iran, Kanguri, Cristóvão, Puluka, Chicolé, Ubaldo, Zé Demes, Luís Antonio, Nilson Coelho e quem mais puder prestigiar este momento de galhardia.

O local, é o aconchegante Carneiro na Brasa do dia 24, sábado próximo na esquina rua River ( São Cristõvão ) a partir das 11 horas. Vocês podem estender o convite a outros saudosistas de Floriano para boas resenhas.

Municípios piauienses irão receber cinco vezes mais recursos na distribuição dos royalties

Em 2013, 14 municípios do Piauí receberão mais de R$ 1 bilhão em recursos, entre eles Teresina, Parnaíba, Campo Maior, Picos e Floriano.
Mais de 164 dos 224 municípios piauienses irão multiplicar por cinco os recursos recebidos em 2011, se for feita a sanção da proposta de redistribuição dos royalties do pré-sal, aprovada no inicio da semana na Câmara dos Deputados.

Com as novas regras, os municípios que receberam R$ 61.778 em 2011, vão passar a receber mais de R$ 380 mil a partir de 2013. É quase o dobro o que eles já recebem de repasses do FPM (Fundo de Participação dos Municípios), de aproximadamente R$ 200 mil por mês.

Hoje, o FPM forma a base de sobrevivência da grande maioria dos municípios do Estado, do coeficiente 0.6. Todos os municípios do Piauí serão beneficiados com a proposta do pré-sal. Já em 2013, 14 deles receberão mais de R$ 1 bilhão em recursos.

As cidades que receberão mais de R$ 1 bilhão são Altos, Barras, Campo Maior, Esperantina, Floriano, José de Freitas, Miguel Alves, Oeiras, Parnaíba, Pedro II, Picos, Piripiri e São Raimundo Nonato. Em 2011, só Teresina integrava esta lista – recebeu em 2011 quase R$ 4 bilhões. Com a aprovação do projeto, em 2013, a receita da capital passará para mais de R$ 24 bilhões.

De acordo com o senador Wellington Dias (PT), a grande importância do projeto aprovado na semana passada, e que vai agora à sanção da presidente Dilma, é que ele estabelece a distribuição mais igualitária entre os municípios que possuem as mesmas características financeiras.

A nova regra beneficiará 5.440 municípios do país. A partir da sanção presidencial, todos os estados e municípios receberão recursos provenientes da extração do petróleo em alto mar no território brasileiro. “Essa proposta nasceu de um acordo para atender o que pedem os municípios na divisão dos royalties que são de todos os brasileiros”, afirmou o presidente da Confederação Nacional de Municípios, Paulo Ziulkoski.

Pelo trâmite normal, o Congresso envia o texto para a presidência da República, que tem prazo de 15 dias para aprovar na íntegra ou vetar a proposta ou alguns pontos dela. Com relação às discussões levantadas sobre o projeto, uma delas é sobre a possibilidade de investir os recursos dos royalties na educação. O antigo projeto vetava esse investimento, mas este novo prevê que os recursos podem ser investidos não só na educação, mas em outras áreas prioritárias com saúde, segurança e infraestrutura.

Fonte: Riachão Net

11/21/2012

Prefeito eleito constata desencontro de informações durante visita a obra

Diante das informações desencontradas, o prefeito eleito informou que discutirá com a equipe de transição do atual prefeito.
Além de constatar o fechamento de alguns órgão públicos após as eleições, o prefeito eleito em Floriano também demonstrou surpresa ao visitar um canteiro de obras onde deveria ser construída uma praça de eventos. Com a construtora, Gilberto Júnior obteve informações que as obras em andamento são referentes ao esgotamento sanitário.

“Estávamos visitando uma obra onde seria a praça de eventos, mas fomos informados por parte da construtura, que ali se trata de obras de saneamento básico e aqui a informação que temos já é outra, é de que aqui vai ser uma usina de contenção de resíduos”, disse.

Diante das informações desencontradas, o prefeito eleito informou que discutirá com a equipe de transição do atual prefeito qual obra está sendo executada pelo município no local.

“Na verdade, existe o projeto da usina de contenção, mas a gente entende que isso chocou com a ideia de fazer uma área de lazer. No Plano Diretor do município consta que aquela área será destinada a construção de uma espaço de lazer para a nossa cidade e nós estamos aqui presenciando outra situação”, finaliza Gilberto Júnior.

Fonte: Florianonews

11/20/2012

GILBERTO GUERRA SE RECUPERA BEM

O advogado Gilberto Júnior, prefeito eleito de Floriano, enviou informações sobre a saúde do seu genitor, ex-vereador e contador Gilberto Guerra.

Veja o informe repassado pelo Gilberto Júnior:

" Queria informar a todos, principalmente aos parentes e amigos que meu pai, Gilberto Guerra, vem se recuperando bem.

Ele sofreu um infarto no último sábado e teve que ser encaminhado às pressas para Teresina onde foi submetido a um cateterismo e a uma angioplastia de urgência. Após passar um periodo na UTI, agora ha pouco ele foi transferido para um apto. Quero agradecer a Deus primeiramente e depois a todos os amigos que contribuiram conosco nesse momento de extrema aflição.

A cada dia me convenço mais que ter amigos é a maior riqueza que podemos ter. Agradeço tambem às centenas de mensagens e telefonemas que recebi, bem como às correntes de oração pela recuperação do meu pai. Deus vai nos ajudar a vencermos mais essa batalha e tudo vai ficar bem, em nome de Jesus. "

Fonte: piaui noticias.com

Eneas Maia e a agenda da oposição

Jalinson Rodrigues – Jornalista

O candidato vice campeão de votos em Floriano, Eneas Maia (PSDB), inevitavelmente, assume a condição de motor da oposição ao governo que começa. Pelo que declarou ao Portal Piauí Notícias, lógico, que será uma oposição no bom sentido, apontando as situações em que a Prefeitura Municipal poderá otimizar os serviço destinado ao bem estar da população florianense. Isso é bom porque afasta o totalitarismo assumido por muitos prefeitos, que ao assumirem a gestão pública, muitas vezes acompanhados de um grupo de subservientes, imaginam que podem tudo.

Muito simpático na entrevista concedida após a eleição, ficou nas entrelinhas que Eneas Maia vai continuar seus intentos políticos e convocou o seu grupo a permanecer em alerta, quando afirmou: “eu posso e quero comunicar a cada um dos eleitores florianenses que não nos afastemos da política, iremos permanecer lutando, comunico ainda que nós iremos tentar ajudar da forma como nós podemos a nossa cidade (sic)”. Assim, fica estabelecida a agenda da oposição.

Sem dúvidas, outros agrupamentos políticos do município podem, também, assumir o papel de fiscalizadores das ações do novo prefeito Gilberto Júnior (PSB). É normal que isso aconteça e muito salutar para a democracia. Afinal, o que está em discussão é o progresso do município e a consolidação da moralidade no trato com os recursos da população. Sem isso nenhuma sociedade pode almejar vencer os obstáculos do cotidiano.

Contudo, a oposição terá que exercer o seu papel com responsabilidade, pois o novo prefeito foi eleito pelo sentimento de expectativas positivas dos eleitores que o sufragaram nas urnas. O prefeito Gilberto Júnior merece todos os créditos inerentes a sua função, atribuída pelo voto, de redentor da lisura administrativa na Prefeitura do Município de Floriano.

Constatamos isso porque o último gestor foi um retrocesso político, quando aportou a família e apaniguados na Praça Petrônio Portela e se especializou em montar obras de construção civil de orçamentos, na minha opinião, suspeitos. Basta ver o que mostra o Portal da Transparência.

Portanto, o Eneas Maia, juntamente, com a ex-vereadora Ana Cleide (DEM), serão importantes na pluralidade de questionamentos que, doravante, nortearam as críticas a gestão do município de Floriano. E salve São Pedro de Alcântara.

11/18/2012

GILBERTO VISITA OBRA QUE SERIA PRAÇA DE EVENTOS

O prefeito eleito de Floriano Gilberto Júnior e sua equipe de transição, visitaram na tarde da última sexta-feira (16), o local em que seria construída a Praça de Eventos do município, mas durante a visita foi constatado que outra obra está prevista para ser executada no referido local.

Em entrevista a reportagem do Portal FlorianoNews, o prefeito eleito explicou:


“Estamos visitando uma obra onde seria a Praça de Eventos, mas no local está havendo uma iniciativa por parte da Construtora Jurema e a gente tá querendo saber realmente de que tá se tratando. Pelo que a gente tem conhecimento a Jurema é pra fazer o esgotamento sanitário, e aqui a informação que a gente tem é que vai ser a usina de contenção de resíduos de Floriano, que realmente vem à gente a estranhar essa situação, porque aqui estava previsto uma grande Praça de Eventos.

A gente tinha todo o conhecimento de que as iniciativas, inclusive da Caixa Econômica, de que aqui seria uma Praça de Eventos e agora a gente ver a questão da contenção que realmente surpreende a gente, e aí a nossa equipe de transição visitando essas obras é um exemplo dessa nossa visita, pra daqui a pouco a gente estar conversando com o outro lado da equipe de transição pra saber o que realmente está acontecendo.
 
Na verdade tinha o projeto da usina de contenção, mas a gente entende que isso chocou com a ideia de que se tinha de se fazer uma área de lazer, inclusive o plano diretor de Floriano diz que aqui seria uma área de lazer para a nossa cidade e nós estamos revendo aqui outra situação. Então, a gente quer realmente se interar do que está acontecendo”.   

Fonte: FlorianoNews

11/16/2012

HERANÇA INCÔMODA

Por: Jalinson Rodrigues - jornalista

Sem muito esforço a comissão de transição do prefeito eleito, Gilberto Júnior (PSB), encontra na internet, numa página do Governo Federal (http://www.portaltransparencia.gov.br), a fisionomia do que vai ficar de resíduos da gestão do prefeito Joel Rodrigues (PTB). Sem muita complexidade, o contribuinte tem acesso a informações sobre convênios, valores do projeto e as datas de liberação dos recursos públicos.

Neste espaço consta que a Prefeitura de Floriano, durante o período de 16 anos, realizou 109 convênios no valor aproximado de R$ 70 milhões, mas somente em torno de R$ 50 milhões foram liberados. Calculando a média dos valores, foi investido um montante de R$ 3 milhões, por ano. Parte destes recursos ainda foram transferidos para organizações não-governamentais, como o Grupo de Teatro ESCALET, Associação Cidade Cenográfica, Associação dos Amigos do Museu de Arte Folclórica do Nordeste, Associação Regional Integrada de Desenvolvimento Agroecológico e Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Floriano.

Estes dados mostram que o município tem limitada elaboração de projetos estruturantes e os deputados federais e senadores, que anunciam representar o município, são inertes e com pequeno prestígio federal, pois poucos recursos canalizam para os florianenses. Assim, o volume de investimento é insipiente para um município pólo e com potencialidade de progresso, como Floriano.

Mesmo com pouca criatividade, o município ainda padece da falta de boas intenções dos gestores. Consta no Portal da Transparência problemas nas prestações de contas de muitos recursos recebidos do Governo Federal. Por exemplo: o Convênio 702757, que liberou R$ 170,000,00, através do Ministério do Turismo, para o Réveillon de 2009 e o lançamento do carnaval no mesmo ano, ainda aguarda as prestações de contas; Convênio 728258, que liberou, numa única parcela, R$ 975.000,00, através do Ministério do Turismo, em 21 de maio de 2010, para a pavimentação poliédrica de ruas dos bairros Taboca, Irapuá I, Caixa D’água e Tiberão, também espera a devida comprovação dos gastos públicos; o Convênio Nº 736860, que liberou, em 13 de dezembro de 2011, recursos no valor de R$ 994.500,00, do Ministério do Turismo, com a mesma finalidade de pavimentação de ruas, encontra-se com as mesmas pendências; o Convênio 708295, que liberou R$ 195.000,00, com a última parcela recebida 19 de janeiro de 2012, através da Caixa Econômica e do Ministério dos Esportes, para construção de um ginásio poliesportivo no município de Floriano, está na lista dos gastos sem comprovação.

Estes são alguns dos convênios com problemas na prestação de contas, mas existem outros pendentes, que formam uma obscura herança administrativa.

No mesmo espaço que o Governo Federal disponibiliza informações sobre as gestões públicas, também, existe um link que recebe denuncia de abusos e falcatruas com recursos da população.

11/12/2012

Prefeito eleito em Floriano e CEF avaliam futuras parcerias

O encontro faz parte da estratégia da CEF, que tem como objetivo principal estabelecer relacionamento com os novos gestores municipais.

O prefeito eleito de Floriano Gilberto Júnior (PSB), o vice-prefeito eleito, Salomão Holanda (PRB) e representantes da comissão de transição do novo prefeito, reuniram-se nesta sexta-feira (09) com o gerente regional de Governo da Caixa Econômica Federal – CEF, Raimundo Nonato, para uma conversa sobre os produtos e serviços que a instituição financeira pode disponibilizar para os projetos e obras dos municípios piauienses.

O encontro faz parte da estratégia da CEF, que tem como objetivo principal estabelecer relacionamento com os novos gestores municipais, bem como estreitar o relacionamento com os reeleitos em 2012.

Durante o encontro foi apresentado ao público uma cesta de produtos e serviços da CEF, nas áreas de Habitação, Saneamento, Programas de Modernização da Gestão Pública, Microcrédito Produtivo, Regime Próprio de Previdência, Fundos de Governo, Sala das Prefeituras, Assistência Técnica e Acordos de Cooperação Técnica, além de produtos e serviços para os servidores da prefeitura.

O gerente regional de Governo da CEF, Raimundo Nonato, falou sobre a importância de estar junto com os municípios durante a gestão, prestando esclarecimentos e assistência técnica especializada. “A Caixa é mais que um banco e vai estar junto aos gestores, para colaborar com o desenvolvimento urbano e rural, na região, e para a melhoria da qualidade de vida da população florianense”, afirma.

Segundo o prefeito eleito Gilberto Júnior (PSB) o encontro foi positivo, pois a explanação realizada pelos integrantes da CEF vai servir de base para a organização de sua equipe de governo e para busca de novos investimentos. “Foi um encontro muito importante onde à gente pôde observar muitos pontos positivos que vão servir de base para a nossa administração. A Caixa Econômica será sem dúvida alguma uma grande parceira para a realização de muitas ações sociais em Floriano. Agora, é preciso que tenhamos responsabilidade com a execução dos recursos públicos. Vamos fazer um governo transparente”, afirma.

O vice-prefeito eleito, Salomão Holanda (PRB), relata que diante dos dados apresentados pela CEF, a partir de janeiro, a nova administração terá de fazer um trabalho profundo para que o município não perca recursos.

ASCOM
Fonte: noticiasdefloriano.com.br



11/10/2012

INCLUSÃO ESPORTIVA

Sara Menezes
Enquanto a população do sul do Piauí sofre com os efeitos da pior seca dos últimos 30 anos, ferramentas de superação de obstáculos naturais e sociais, como o esporte, mudarão a rotina de centenas de piauienses daquela região. O projeto de Esporte e Cidadania, desenvolvido pelo Serviço  Social da Indústria (Sesi), vai contribuir para a democratização de atividades esportivas e serviços de saúde na cidade de Floriano, neste sábado (10).
 Realizado simultaneamente em todo o Brasil, com apoio da Rede Globo e suas respectivas afiliadas para difundir o esporte como instrumento de inclusão social, o projeto vai homenagear a campeã olímpica, Sarah Menezes. Ao todo, cerca de 100 promessas do judô piauiense farão uma grande festa em recepção, que conta com lutas de apresentação para a maior referência esportiva piauiense.
Os alunos são oriundos da escola de lutas do judoca Nilo Carvalho, bicampeão do US Open, em Miami (1998 e 1999) e campeão brasileiro universitário em 2008.
“Para mim, é uma satisfação receber uma atleta do porte da Sarah em um evento todo voltado à população. Eu me dedico a projetos sociais, também, por meio da ONG Saber Saudável, e entendo a importância desta iniciativa para melhorar o ânimo das pessoas por aqui”, assinalou o florianense.
Além de estimular a prática desportiva entre crianças, adolescentes e adultos, o evento conta com 10 estandes dedicados à prestação de serviços médicos e clínicos, como aferição de pressão arterial, exames de glicemia e avaliação de massa corpórea (IMC) abertos à população.
O Esporte e Cidadania acontece a partir das 8h da manhã, na sede da AABB, no bairro Irapoã II, na zona sul de Floriano.
Fonte: noticiasdefloriano

11/09/2012

CORI-SABBÁ INICIA PREPARATIVOS PARA O ESTADUAL 2013


Associação Atlética
Cori-Sabbá

Cori-Sabbá recheado de jogadores da região de Floriano, já iniciou preparação para o Estadual e a diretoria do clube confirmou que Vanin será o técnico do time que disputará o Campeonato Piauiense em 2013. O objetivo é encerrar um jejum de títulos que já dura quase 20 anos.

Ainda sem contratações, Vanin comanda os treinamentos do Cori-Sabbá desde a última terça-feira, 6. Segundo o presidente do clube, José Bruno dos Santos Filho, os reforços só devem chegar a Floriano em dezembro.

“Por enquanto, estão treinando apenas jogadores da região de Floriano. Deixaremos para fazer as contratações apenas em dezembro. Como o Vanin tem um leque de conhecimento muito grande no mundo de futebol, ele deve nos indicar alguns atletas. Todas as contratações do Cori-Sabbá para o Campeonato Piauiense serão indicações do Vanin”, explicou José Bruno.

Em 2013, o Cori-Sabbá volta ao Campeonato Piauiense depois de ficar ausente da competição nas suas duas últimas edições. O time alvi-negro não conquista o estadual desde 1995, quando venceu o torneio pela primeira e única vez.

O Cori-Sabbá estreia no Campeonato Piauiense no dia 26 de janeiro, contra o River, no Estádio Tibério Nunes, em Floriano

Fonte: portaldaclube

Rejane Dias visita Conab de Floriano


A parlamentar foi verificar como
está a distribuição de milho
para os agricultores.




 A distribuição de milho para os três mil agricultores cadastrados na Companhia de Abastecimento de Floriano, a 240 km de Teresina, será regularizada até o final deste mês. A informação foi repassada à deputada Rejane Dias pelo gerente interino do órgão, José Reinaldo Costa Jansen, durante visita da parlamentar à Conab, na quinta-feira, dia 8.

Rejane Dias faz parte da Comissão Parlamentar de Acompanhamento às Ações de Combate aos Efeitos da Seca e foi ao órgão buscar informações sobre a distribuição de milho para os agricultores dos municípios atendidos pela Conab em Floriano. A deputada recebeu a informação de que pessoas dormem na porta do órgão para poder receber os grãos, pois o produto está vindo em quantidade menor do que a procura.

Reinaldo Jansen confirmou a informação de que alguns agricultores dormem na porta da Conab, mas que isso não é necessário, pois diariamente são distribuídas 50 senhas e quem mora em outro município pode agendar o recebimento através do escritório do Emater ou do Sindicato de Trabalhadores Rurais.Ele informou que o órgão está fazendo atendimento até no sábado para poder atender a demanda.

O gerente interino informou que todos os dias chega carreta com o milho e cada uma transporta entre 37 mil e 50 mil quilos.A cota para cada agricultor é de acordo com o cadastro, sendo a quantidade máxima para cada pessoa é de 14 mil quilos. Reinaldo Jansen contou que o grão distribuído no Piauí vem da cidade de Sorriso, no Mato Grosso e a Companhia em Floriano atende três mil cadastrados de 60 municípios.Em duas semanas, o órgão recebeu 626.900 quilos de milho.

Rejane Dias vai levar as informações colhidas junto à Conab de Floriano à Comissão de Acompanhamento às Ações de Combate Efeitos da Seca que está recebendo dados sobre a situação das famílias atingidas pela estiagem nos municípios do Estado para elaborar um relatório e apresentar às autoridades e à sociedade.

O presidente do PT de Floriano, Edivaldo de Araújo Costa, o vereador eleito pelo PT, André Luis Ferreira Neto e o ex-presidente do partido no município, José Antonio de Carvalho acompanharam a deputada durante a visita à Conab.

Ascom Deputada Rejane Dias
Geneide Santos 9987 6348 9413 2051

11/03/2012

Estados e municípios não deverão cumprir meta de esforço fiscal

Os estados e municípios não deverão cumprir a meta de superávit primário – economia para pagar os juros da dívida pública – este ano, admitiu na segunda-feira (29/10) o secretário do Tesouro Nacional, Arno Augustin. Segundo ele, a crise econômica interferiu nas receitas das prefeituras e dos governos estaduais e impedirá esses entes públicos de economizar os R$ 42,85 bilhões estipulados para 2012.

“Os estados e municípios tendem a dar primário abaixo do previsto. A programação é nesse sentido. Minha estimativa, para estados e municípios, é de não cumprimento [da meta de superávit primário]. Isso tem a ver com as medidas normais em um ano de receitas baixas”, disse o secretário ao explicar o resultado primário de R$ 1,256 bilhão em setembro, o menor para o mês desde 2009.

De acordo com Augustin, as medidas de ajuda aos estados e municípios também dificultarão o cumprimento da meta. Isso porque o governo federal tem estimulado a manutenção dos investimentos das prefeituras e pelos governos estaduais, o que contribui para que os gastos não caiam. “Temos alguns programas de financiamento, que trabalhamos ao longo do ano, que têm por objetivo sustentar o investimento destes entes”, completou o secretário.

A meta fiscal para os estados e municípios prevista na Lei Orçamentária deste ano corresponde a R$ 42,85 bilhões. O Governo Central (União, Previdência Social e Banco Central) tem de economizar R$ 96,97 bilhões, o que totaliza um superávit primário de R$ 139,82 bilhões para o setor público, equivalente a 3,1% do Produto Interno Bruto (PIB).

Caso os estados e municípios não alcancem a meta, o Tesouro Nacional tem de fazer uma economia extra e compensar a diferença. No entanto, o superávit primário de janeiro a setembro do Governo Central totaliza R$ 54,7 bilhões, 27,3% abaixo do valor obtido nos mesmos meses do ano passado e equivalente a 56% da meta de R$ 96,97 bilhões fixada para a União.

Apesar de o Governo Central precisar economizar R$ 42,2 bilhões nos últimos três meses do ano para alcançar a meta cheia, sem contar um eventual reforço para compensar os estados e municípios, Augustin reiterou que o Tesouro Nacional continua mirando a meta cheia. Ele voltou a descartar a possibilidade de o governo federal usar o mecanismo que permite abater os gastos com o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do esforço fiscal, que diminuiria o superávit a ser alcançado.

“Nos últimos meses, o superávit primário foi fraco, mas haverá recuperação das receitas nos meses subsequentes. Esperamos um resultado forte para outubro e para dezembro porque são meses em que há grande concentração de pagamento de impostos [que impulsionam a receita do Tesouro Nacional]”, declarou.

Na avaliação do secretário, as medidas de estímulo à economia anunciadas no início e no meio do ano somente agora começarão a fazer efeito de forma mais intensa. Apesar de várias dessas ações envolverem desonerações (redução de impostos que diminuem a receita do governo), Augustin assegurou que a arrecadação voltará a reagir nos próximos meses. “Nossa prioridade ao longo de 2012 tem sido medidas para melhorar a economia. Existe uma defasagem para elas fazerem efeito, mas os fatos econômicos indicam que haverá recuperação das receitas”, disse.

Fonte: Agência Brasil

10/30/2012

Comissão de transição começa os trabalhos na prefeitura de Floriano


Gilberto Júnior - Prefeito eleito
de Floriano

Segundo o novo prefeito, a documentação requisitada da atual gestão será analisada para que a situação do município possa ser diagnosticada.
O prefeito eleito de Floriano falou sobre o processo de transição na gestão municipal que deverá acontecer nas próximas semanas. Gilberto Júnior (PSB) definiu quatro membros que farão parte da comissão e terão papel determinante também na formação da equipe administrativa que comandará a prefeitura pelos próximos quatro anos.

Segundo o novo prefeito, a documentação requisitada da atual gestão será analisada para que a situação do município possa ser diagnosticada.

“Daremos início ao trabalho da comissão de transição. Em breve receberemos a documentação requisitada e estaremos debruçados nesses documentos para que se possa ser traçado um retrato da realidade”, disse Gilberto Júnior.

MEMBROS

Quatro membros farão parte da comissão de transição do prefeito eleito em Floriano, Gilberto Júnior (PSB). Com fins de promover uma mudança pacífica de gestão governamental e elaboração de um plano de governo para o município, a equipe terá acesso a informações da atual administração comandada pelo prefeito Joel Rodrigues.

Além do prefeito eleito e seu vice, Salomão Holanda (PRB), atuarão na equipe Cézar Augusto Pedrosa Ribeiro da Costa, Márcio Neiva Martins e Francelino Moreira Lima. A comissão deverá ter papel determinante também durante a formação da equipe administrativa Gilberto Júnior.

Fonte: Florianonews.

Uespi lança edital para seleção de professor do campus de Floriano

Processo Seletivo para o Cargo de Professor do Quadro Provisório
Universidade Estadual do Piauí – UespiA Universidade Estadual do Piauí (UESPI) através da Pró-Reitoria de Ensino e Graduação (PREG) torna público o ADITIVO VIII AO EDITAL/PREG Nº 008/2012 de abertura do Processo Seletivo para o Cargo de Professor do Quadro Provisório, com regime de trabalho TI-40h, para atender às necessidades de professores no Campus Universitário “Dr.ª Josefina Demes” de Floriano –PI, referentes ao 2º semestre de 2012.

Aditivo VIII ao Edital 008
http://www.uespi.br/novosite/wp-content/uploads/2012/10/Aditivo-VIII-ao-Edital-008.pdf

Senai oferece vagas para cursos do Pronatec em Floriano

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) está com matrículas abertas para 07 cursos de Formação Inicial Continuada (FIC), do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec).

Divididos em quatro municípios, Teresina, Parnaíba, Floriano e Piripiri, os cursos têm 429 vagas disponíveis para alunos oriundos da rede estadual de ensino, regularmente matriculados na Educação de Jovens e Adultos, de 4ª a 7ª etapas, no Ensino Médio, 2º e 3º ano, e Ensino Profissionalizante.

A pré-matrícula deverá ser realizada nas unidades escolares de origem dos candidatos, até a véspera de início do curso escolhido. Após a pré-matrícula, os inscritos devem procurar o Senai para confirmar sua seleção. Para efetivar a matrícula serão necessários os seguintes documentos: comprovante de escolaridade, comprovante de residência, R.G. e C.P.F., fotocopiados. A apresentação de todos os documentos é imprescindível.


Cfp José de Moraes Correa – Parnaíba

Mont. e Mant. de Computador - Manhã - 05/11 a 18/01/13

Operador de Computador - Manhã - 05/11 a 18/01/13

Carpinteiro de Obras – Manhã - 21/11 a 08/02/13


Cfp Cândido Athayde - Teresina

Auxiliar Administrativo – Manhã - 19/11 a 01/03/13

Auxiliar Administrativo – Tarde - 19/11 a 01/03/13

Auxiliar Administrativo – Tarde - 19/11 a 01/03/13

Auxiliar Administrativo – Noite - 19/11 a 01/03/13

Auxiliar de Pessoal – Noite - 19/11 a 08/02/13

Mont. e Mant. de Computador – Noite - 19/11 a 15/02/13

Operador de Computador - Noite - 19/11 a 22/02/13

Operador de Computador – Noite - 19/11 a 22/02/13


Cfp Antônio José de Moraes Souza - Teresina

Auxiliar Administrativo – Manhã - 12/11 a 20/01/13

Auxiliar Administrativo – Tarde - 05/12 a 14/03/13

Auxiliar Administrativo – Noite - 05/12 a 14/03/13

Auxiliar de Pessoal – Manhã - 05/11 a 11/01/13

Soldador Proc. Eletr. Rev. Aço B.L. – Tarde - 05/11 a 11/01/13


Cums José Mário Pinheiro - Piripiri

Cabeleireiro Assistente – Manhã - 05/11 A 30/01/2013

Cabeleireiro Assistente – Tarde - 05/11 A 30/01/2013


Floriano

Cabeleireiro Assistente – Manhã - 05/11 A 30/01/2013

Cabeleireiro Assistente – Tarde - 05/11 A 30/01/2013


Fonte: Ascom Seduc

10/29/2012

A expectativa para as novas gestões

Concluído o processo eleitoral, do ano de 2012, nos municípios e capitais brasileiras, cresce com entusiasmo a esperança da população em relação aos novos mandatos, quando prefeitos e vereadores iniciam suas atividades políticas e administrativas, em janeiro de 2013. É o momento de começar a colocar em prática tudo que foi prometido. É bem verdade que durante a campanha eleitoral ficou constatado que as políticas públicas, ainda, estão bem longe de atender as necessidades da população. Então, mãos à obra!

A disputa eleitoral não trouxe nenhuma ascensão ideológica. Portanto, nada de excepcional para esperar. A população deseja mesmo é ver as instituições funcionando para servir ao contribuinte. E para garantir essa harmonia os políticos eleitos devem começar a trabalhar com planejamento, criatividade e impessoalidade. Esse empenho será necessário porque muitas prefeituras enfrentam os mais diversos e graves problemas, desde desvios de recursos, praticados por grupos organizados, até o sucateamento da máquina administrativa.

Mas, tudo é superável com interesse e compromissos dos novos gestores. Nesta empreitada, marca ponto positivo a participação efetiva da população organizada, principalmente através dos conselhos representativos e associações comunitárias. A democracia deve servir para estimular as parcerias, intercâmbios e associativismos. Afinal, a cidadania é feita com reconhecimento de direitos, responsabilidades e deveres.

Atualmente, contamos, também, com posturas renovadas na Justiça eleitoral e no Ministério Público. Outro mecanismo importante será a Lei da Ficha Limpa, que no decorrer das novas gestões vai servir para inibir e, posteriormente, punir os políticos desonestos.

Além da seriedade e moralidade com a coisa pública, a expectativa para as novas gestões está alimentada do desejo de ampliação da qualidade de vida, através do desenvolvimento sustentável, geração de empregos, distribuição de renda, segurança, saúde total e educação libertadora. Aos futuros gestores, bom trabalho.

Jalinson Rodrigues - jornalista

10/25/2012

CONGRESSO DE FLORIANO ( Março - 1964 )

Nos dias 28 e 29 de março de 1964, estudantes secundaristas, dirigentes de grêmios escolares estavam reunidos em Congresso da Classe na Câmara Municipal de Floriano, a 270 km de Teresina. À noite do dia 29 houve concentração na Praça doutor Sebastião Martins ( em frente à Igreja Matriz ), quando falaram jovens oradores, como Nicolau Waquim Neto, Carlos Cavalcante ( Secretário Geral da UNE ), Francisco Teixeira, José Soares de Albuquerque, principais líderes da época.

O Congresso deveria eleger a nova Diretoria da União Piauiense dos Estudantes Secundarios ( UPES ), então presidida por Ernani Moreira de Aquino, estudante do Ginásio Desembargador Antonio Costa ( Domício ). Mas a noite não terminou bem. O prédio da Câmara foi cercado por soldados do Exército, a praça onde se realizava a concentração foi esvaziada e os principais líderes "convidados" a entrar nos caminhões que os conduziria a Teresina. Carlos Cavalcantei, Nicolau Waquim Neto, José Soares de Albuquerque e Francisco Teixeira tomaram outro destino, escapando da ação policial. Os líderes estudantís que ainda permaneciam no prédio da Câmara foram detidos e encaminhados ao veículo. Herculano Moraes era Presidente do Grêmio Nilo Peçanha, da Escola Industrial de Teresina, e estava surgindo como líder da Classe juntamente com outros líderes, como Valério Chaves, do Colégio Municipal Eurípedes de Aguiar, José Reis, do mesmo colégio, Chico Viana, Juraci Leite de Carvalho, Rafael Medeiros e Albuquerque, Manoel Carvalho e outros foram "despejados" na praça Saraiva. O golpe militar estava apenas começando.

Fonte:
Livro Memória Histórica / 40 Anos de Resistência / Círculo Literário Piauiense ( CLIP ) - 1967 / 2007.