11/07/2011

ESPELHO, ESPELHO MEU!

Estávamos fazendo um roteiro matinal num sábado desses, eu e o Tibério, pela cidade e, como não podeia deixar de ser, passamos no Centro Cultural do nosso amigo Teodoro Sobral.


E eis que na entrada do museu, nos deparamos nada mais, nada menos do que aquele velho espelho do Cine Natal, que encontra-se guardado na casa de Teodoro.


Para fobar, fui logo tirando uma pose, para registrar e mostrar aos amigos pelo Brasil a fora, para relembrar aquelas antigas matinês, quando na base da brilhantina, penteávamos e nos apresentávamos às meninas do lugar.

Era um tempo impressionante, de forma que o tempo passava lentamente na velha Floriano, que os anos não trazem mais.

Nenhum comentário: