10/07/2011

RETRATOS

Essa é a nossa nova praça doutor Sebastião Martins, extraída, recentemente, mas mesmo com poucas árvores, ainda nos proporciona um certo bem estar.

No entanto, seria de suma importância fazermos um trabalho, parcerias, no sentido de recuperarmos os nossos arvoredos, para que o clima fique mais ameno.

O tempo passa e, com o efeito estufa, no futuro poderemos ter diversos problemas, mas que ainda há tempo de recuperarmos o tempo perdido.

Quem não se lembra, por exemplo, daquela antiga praça, com aqueles arvoredos que pareciam mais uma pequena floresta, os bambuais, a antiga Sertã, aquela bela fonte luminosa... É a saudade que bate. Os interessados nessa nossa temática ambiental, bem que reclamassem também junto às autoridades e, juntos, parceiros, poderíamos mudar essa realidade atual.

Um comentário:

Anônimo disse...

Estive recentemente em Floriano. A cidade até que está bonita, tomando ares de cidade grande. Muito movimento. Qualquer dia sobe um arranha-céu por lá! Mas uma coisa, realmente, me incomoda, é a falta de arborização na cidade. A Secretaria de Urbanização, bem que deveria fazer um plano e um programa junto à população, para arborizar a cidade, inclusive, orientando como fazer a poda das árvores que, se for por baixo das copas, a cidade não apresenta uma aparência nanica. A cidade não só ficaria mais bonita como, também, mais agradável o seu clima. Dia desses ouvi na televisão numa dessas reportagens sobre o tempo, que o local mais quente no Brasil, naquele momento, era Floriano no Piauí. Chato, não?
Tibério Melo-RJ.