10/28/2010

5º ENCONTRO DE CINEMA REALIZA MOSTRA EM HOMENAGEM AO PIAUÍ - MOSTRA PIAUÍ NA TELA


Na edição 2010, o Encontro Nacional de Cinema e Vídeo dos Sertões realizará uma mostra em homenagem ao Piauí – Mostra Piauí na Tela. Nesta modalidade participarão filmes como: Aí Que Vida, do diretor Cícero Filho; Dona Maria, do diretor Monteiro Junior; Três Pessoas um Destino, um Desatino, do diretor Roger Arruda e Córpusculo, do diretor Franklin Pires. 
Todos os anos, durante nos mês de novembro a cidade de Floriano, no Piauí, se torna na capital da Sétima Arte brasileira, reunindo obras audiovisuais de diretores iniciantes e profissionais. A cidade de transforma em um ponto de encontro de experiências, pois o evento faz a singular mistura de cineastas antigos e iniciantes, desta forma enriquecendo o cinema nacional.  

CORPÚSCULO - O FILME – PI Ano 2010/60’ / FICÇÃO  
 Bela Swina (Bid Lima) foi expulsa da casa de sua mãe e foi morar em Fucks. Lá ela conheceu Eduard Cualém (Franklin Pires), um vampiro que escondia um segredo, que não era segredo pra ninguém. Sátira estrelada pela Cia de Teatro da Tribo sobre o filme Crepúsculo, este filme vai fazer todo mundo sair do sério e com vontades de dar boas gargalhadas, numa ousada produção piauiense.

DONA MARIA – PI Ano 2010/70’ /DRAMA
Dona Maria, uma heptagenária, está sozinha em casa com seus botões. Abandonada por todos, pela vida que cultivou com tanto labor e paixão, ela agora vive das lembranças, suas únicas companheiras, do tempo em que todos eram felizes e ela, além de uma pintora reconhecida, era uma mulher completa, plena. No entanto, a descoberta de uma neta que ainda não conhece novamente lhe traz de súbito a força de viver e ela resolve desafiar seus demônios internos e pintar um quadro em homenagem a essa neta, mesmo sabendo que assim como poderá fazer sua obra mais pessoal, a mesma poderá vir a ser suas últimas pinceladas.

AI QUE VIDA– PI Ano 2010/60’ / COMÉDIA 
Em meados dos anos de 1990, a fictícia cidade de Poço Fundo, no interior do Nordeste, está vivendo um verdadeiro caos em sua administração pública. O Prefeito Zé Leitão (Feliciano Popô) é um corrupto de mão cheia, capaz de tudo pelo dinheiro, seu egoísmo é a sua principal característica.
Zé Leitão já governa Poço Fundo há quatro anos, mas nada fez pela cidade em seu mandato. A população não consegue enxergar as coisas ruins que o prefeito faz. São iludidos com as falsas palavras de Zé Leitão e subestimados com os “programas sociais” que são realizados em seu mandato. Visto isto, a micro-empresária Cleonice da Cruz Piedade (Antonia Catingueiro) se revolta com os absurdos administrativos de seus governantes e decide “acordar” o povo sobre a atual situação da cidade. E luta pelos direitos do seu povo e conseguirá arrastar multidões em seus claros discursos, tornando-se assim querida por toda a população da cidade.

TRÊS PESSOAS UM DESTINO, UM DESATINO – PI Ano 2010/60’ / COMÉDIA
A trama acontece dentro de um apartamento numa pequena cidade do Piauí e narra a história de três pessoas com personalidades diferentes, Atílio (machista), Lucinda (travesti), Otacília (religiosa fervorosa), que por uma artimanha do destino, ajudado por uma porteira espertalhona, alugam o mesmo apartamento e são obrigados a viverem juntos, aprendendo que as diferenças, é o que nos torna iguais.
O objetivo desta mostra é divulgar as obras piauienses com o lema: o Piauí também faz cinema. O 5º Encontro visa também tornar o estado um dos grandes pólos de arte cinematográfica do Brasill.
O evento será realizado entre os dias 16 e 20 de novembro e é uma realização da Produtora Escalet Produções Cinematográficas e Pontão de Cultura “Cultura Viva ao Alcance de Todos”, tendo como patrocinadora a PETROBRAS e apoio do Sebrae, Sesc – Piauí, Areté, Lei de Incentivo á Cultura, Festluso, Instituto Cervantes, Fundac, e Ministério da Cultura.
 Ligiane Duarte
Ass. de Imprensa/comunicação 5º Encontro de Cinema dos Sertões
(89) 9425 3910

Nenhum comentário: