5/07/2010

EXONERAÇÃO DE JJ


O delegado João José Pereira Filho, o JJ, foi exonerado da Delegacia de Entorpecentes em função de suposta ingerência política e empresarial. A afirmação é do próprio JJ, mas ele não quer entrar em detalhes.

De acordo com o delegado, sua saída da Entorpecentes pode ter acontecido por duas razões. A primeira delas diz respeito a declarações sobre a falta de estrutura da especializada, o que estaria provocando a desmotivação por parte dos policiais e agentes envolvidos no combate ao tráfico de drogas.

Ele disse também, logo em seguida, que o tráfico de drogas em Teresina estava sendo praticado por setores do empresariado. "A decisão de me demitir partiu da cúpula da Secretaria de Segurança", enfatizou. "Mas não quero entrar em detalhes sobre este assunto."

João José foi o delegado que detonou o esquema de corrupção no Detran/PI em 2004, segundo ano da gestão de Wellington Dias. Foram presos 30 elementos que estavam fraudando as operações dentro do departamento de trânsito do estado.

Segundo JJ, na época ficou bastante afetado pela sua exoneração do cargo de delegado especial para os casos da área de trânsito porque tudo o que fez foi cumprir seu dever. "Prendi funcionários públicos que estavam lesando o erário e tudo o que peguei foi um pé na *#*... Como é que pode?", protesta.

O delegado falou que foi transferido para São Raimundo Nonato - 525km de Teresina. "Vejo minha transferência mais como castigo do que como uma premiação pelos longos anos de serviços prestados à polícia do meu estado."

Fonte: Portal 180graus

Um comentário:

Chico Kangury - Teresina disse...

janclerques,

O Delegado JJ tem honrado o povo florianense. É Trabalhador, Competente, Corajoso, Filho de família humilde e honesta, possuidor de uma folha de trabalho na área policial do Piauí de grande relevancia, em especial, no combate às Drogas. Acho que ele merece um reconhecimento público do Povo do Piauí, principalmente do Povo de Floriano. Tem realizado com firmeza um trabalho excelente no combate às drogas, no Estado. A sociedade perde muito com o seu afastamento. Ele não merece ser tratado desta maneira. O tempo dirá...