4/06/2010

PAIXÃO DE CRISTO DE CRISTO DE FLORIANO /PIAUÍ SE CONSOLIDA COMO UMA DAS MAIORES DO BRASIL.


A Semana Santa em Floriano com a tradicional apresentação do espetáculo Paixão de Cristo, durante os dois dias de apresentação atraiu milhares de turistas de todo o mundo, para mais uma encenação do belíssimo espetáculo que narra a trajetória da vida de Jesus Cristo desde batismo á ressurreição.

Em 14 anos de apresentações mais de dois milhões de pessoas já assistiram e aprovaram o evento, que possui: 350 atores; 200 profissionais que formam as equipes de som, luz, restaurante, posto médico, segurança, contra-regra, guarda-roupa, administração e coordenação; 300 refletores foram utilizados para iluminar os cenários e platéia; 25 caixas acústicas de som; 1.200 figurinos fazem parte do guarda-roupa.

Durante os dois dias de apresentação o espetáculo contou com um público de 20 mil pessoas que seguiu fielmente os últimos passos de Cristo na terra.

O evento - espetáculo, que se consolida no calendário cultural e turístico do Brasil, aconteceu num espaço de 35.000 metros quadrados entre os diasà 3 de abril, cobrindo todo o final de semana e mostrou momentos importantes da vida de Jesus Cristo, desde a sua chegada à Jerusalém, passando pelo batismo de João Batista, milagres, sermão da montanha, santa ceia, traição de Judas, flagelação, crucificação e a Ressurreição.

Os visitantes vieram à cidade não só com o objetivo de assistir a encenação, mas com o desejo de atuar diretamente na peça como figurantes, se emocionando como se estivessem vivendo naquela época. A riqueza dos detalhes em cada cena, os efeitos especiais, os palcos gigantescos... Fizeram brilhar os olhos dos espectadores.

ATORES NACIONAIS E INTERNACIONAIS ENCENARAM A PAIXÃO 2010.

Na temporada de 2010 o palco da Paixão teve presença internacional do português Ricardo Pereira, o João de Negócio da China (rede Globo - 2008), e do ator Marco Pigossi, o Cássio de Caras e Bocas (rede Globo - 2009). Ricardo intepretou Caifáz, o personagem que faz as maiores intrigas para crucificar Jesus, intimidando até mesmo Pôncio Pilatos, governador da Judéia, interpretado por Marco Pigossi, que ficou conhecido como o que disse a última palavra antecedente a crucificação de Jesus Cristo “Eu Lavo Minhas Mãos do Sangue Deste Justo”.

O público pôde presenciar um show de interpretação vinda de ambas as partes. Os atores ficaram maravilhados com a grandiosidade, beleza e repercussão do espetáculo da Paixão:

“Eu adorei tudo! Já tinham me falado que participar de uma Paixão de Cristo é uma experiência única. Hoje eu encarei algo que não conhecia. Já tinha estudado o personagem e realizado a gravação das vozes, mas quando cheguei vi que é muito mais do que eu esperava. Vivi uma nova experiência. È um estilo diferente de fazer teatro, pois nunca havia apresentado para um público tão vasto. Uma das Coisas que mais me surpreendeu foi o fato de tudo ser feito com muito amor e dedicação. Isso é muito bom! É uma emoção muito forte!” afirma Ricardo Pereira.

“Acho o projeto muito bacana. Um evento desse porte só incentiva ainda mais a cultura e a arte. É um prazer enorme esta fazendo parte desse grande elenco. Eu não conhecia o Piauí, mas pude conhecer da melhor forma, participando de um evento que celebra os últimos dias de Cristo na terra.” Afirma Marco Pigosse que esteve durante os dois dias de apresentação.

O evento é realizado há 15 anos com diversas finalidades: para comemorar a páscoa, desenvolvimento da cultura local, potencializar o turismo na região e expor e divulgar produtos do estado. Durante sua realização observou-se um crescente número de turistas na cidade, que antes da apresentação visitaram o palco da Paixão para tirar fotos da magnífica estrutura construída no Teatro Cidade cenográfica.

Hoje o evento possui a credibilidade de ser um dos maiores pólos turísticos do Brasil, pois sempre se preocupou em estar inovando em suas exibições com novos atores, cenários, figurinos e equipamentos. E este ano não foi diferente, a grande novidade pode ser observado nos dois novos palcos, o de Caifáz (com 32 m² e grandes janelas) e o de Pilatos (28 m² com uma gigantesca escadaria), a construção de uma praça de alimentação e a presença de diversos estandes com artesanato local, lembrançinhas da Paixão de Cristo, desta forma enriquecendo ainda mais o evento, oferecendo ao público mais conforto e qualidade a cada ano.

SOBRE A CIDADE DE FLORIANO

Floriano, cidade que abriga o Teatro Cidade Cenográfica e o evento da Paixão de Cristo, situa-se na Zona Fisiográfica do Médio Parnaíba, a margem direita desse rio. A Cidade fica a 256 Km da capital do Estado do Piauí, Teresina. Possui 55.500 habitantes. Também possui uma população flutuante entorno de 14.500 habitantes oriundas das cidades circunvizinhas, o que totaliza aproximadamente 70 mil habitantes. Além disso, Floriano faz fronteira com Barão de Grajaú (uma cidade do Estado do Maranhão separada pelo Rio Parnaíba) que possui 20 mil habitantes, o que aumenta o contingente populacional para 90 mil habitantes que dependem econômica e socialmente da cidade.

A realização da celebração, em 2010, buscou dar continuidade ao crescimento do Turismo no Estado do Piauí e dar visibilidade nacional à cultura e as atividades locais. O evento foi marcado pelas comemorações dos 15 anos da encenação da Paixão de Cristo nas praças e no teatro Cidade Cenográfica, grandes acontecimentos fecharam com chave de ouro a encenaçãos, como os gogos de artifícios durante a ressurreição e a 3ª edição do Piauí Mix Gospel, que é um Show musical que aconteceu após o espetáculo da Paixão e que este ano trouxe O artista nacional Eros Biondini da rede Canção Nova de Televisão.

Fé e Tradição são as palavras que definem a grandiosa apresentação do Espetáculo da Paixão de Cristo Floriano, que celebra a trajetória de Jesus, com muita cultura, arte, música e religião.

Mais informações e site www.escalet.com.br

créditos das fotos: Otávio Almeida/UOL

Ligiane Duarte
Ass. de Imprensa/comunicação
(89) 9975 2143/9418 8488

Um comentário:

Kelly disse...

Nossa é com imenso orgulho e emoção que vejo minha querida cidade Floriano, em um nivel tão alto como esse, quando o assunto é CULTURA!
Parcicipei de grupos de teatro no Espaço Cultural Maria Bonita, e sinto muito orgulho do grupo scalet que sempre batalhou muito por um espaço em Floriano.
PARABÉNS MESMOOOOOOOOO
não pude estar no evento pq moro no DF, mais tenho certeza que foi maravilhoso!