10/02/2008

TRAVESSIAS



Flagrante dos tempos das canoas à vela, quando ainda se disputava as Regatas de Julho. Época romântica, que os anos não trazem mais.

Hoje, as disputas estão mais acirradas, modernas e o Cais do Porto com seus novos sons de tirar o sono: axé, forró eletrônico e a multidão buscando espaço para brincar o novo carnaval.

Aquelas travessias eram livres, poéticas e românticas. Atravessava-se a nado até a praia do Barão numa boa, onde mostrávamos toda a nossa foba. Foram tempos bons, mas que agora teremos que enfrentar e buscar uma nova realidade e com um final feliz.

Nenhum comentário: