5/14/2008

O VELHO ODORICO



Ah, que saudades que temos do velho Odorico, ali, na rua Gabriel Ferreira, frente à antiga casa de seu Severino. Acordávamos cedo para o aprendizado e para as brincadeiras na hora do recreio.

Havia o nosso futebol, o queimado e o macacão das meninas e o melhor de tudo: a hora da merenda: o corre-corre era terrível, cada qual com o seu copão na mão.

Hoje, as coisas estão diferentes, modernas ( foto ), mas a escola encontra-se em boas mãos pela coordenação de nossa amiga Solange, que também estudara lá no passado.

Um comentário:

oliveira disse...

ola fico emocionado quando vejo este colegio pois foi ai que começei a dar meus primeiros passos para o futuro.hoje moro em brasilia ha 25 anos,e confesso que nunca mais tinha visto este colegio pois nao vou ai com muita frequencia.mas deixo o meu abraço a estes colunistas espetaculares que sao voces. fiquem com DEUS e na certeza que um dia nos encontraremos.