4/17/2008

ABDORAL E O PESO DA CAMISA 9


Na foto, Abdoral no comando do Palmeiras em 1965. É o último em pé à direita

O time do Palmeiras originou-se do antigo Bonsucesso, em 1965, através dos desportistas Abdoral Alves do Nascimento e José Bruno dos Santos.

A sua formação inicial era de peso, senão, vejamos, Antonio Guarda, Raimundo Bagana, Sádica, Miguel ( goleiro ), Perereca, Bitonho ( estes dois vieram do Piauí de Teresina ), Zé de Tila e Pechincha ( filho do senhor João Guerra ).

O nosso grande amigo Abdoral Alves do Nascimento, professor e jogador de futebol de poeira, era piolho e obteve uma boa oportunidade de mostrar seu potencial no famoso Grêmio de Galdino e, segundo este:

- Abdoral gostava muito de jogar, mas o Grêmio era um timaço, não dava pra ele ser titular e num certo dia ele se zangou, saiu do Grêmio e formou a sua própria equipe, um time para ele jogar, a famosa camisa nº 9 -, e logo no seu primeiro jogo, contra o Grêmio, vejam só, ele ficou em marcação cerrada pela dupla: “batia e arrepiava” , Bagana e Antonio Guarda.

A dupla dava de pau e Abdoral só agüentou até aos 35 minutos do primeiro tempo, e aí o jeito foi pedir arrego. Chamou os dois zagueiros: Bagana e Antonio Guarda e, languidamente, desabafara:

- Meus amigos, pelo amor de Deus, eu tenho mulher e filhos pra criar, não me matem, me ajudem!”

A dupla caiu na gargalhada e atendeu o seu pedido. Maneirou! Dá pra acreditar que maneirou?!"

Um comentário:

Anônimo disse...

Amigos,

O Abdoral foi um dos maiores incentivadores do esporte local Observando essas histórias.

A primeira que me vem à mente são aquelas belas jornadas esportivas que vivíamos à época.

O Janclerques está de parabéns, resgatando esses valores do passado. Nos fazem bem.

Altino