7/07/2007

POR DO SOL



Aquelas tardinhas românticas eram quentes e nos deixavam vaidosos, quando caía o pôr – do – sol. O sorriso nosso expressava poesia, pureza e grandes emoções.

O cais do porto tem esse cenário todo para buscarmos a paz e a tranquilidade. A lentidão do rio expressando bem essa magia, que nos transforma e nos transporta para a beira das paixões.

O mês de julho mostra bem essa paisagem mística, misteriosa dali. Em cada detalhe e em cada canto encontramos os encantos líricos, que nos distraem a melancolia. Saborosos são esses momentos que guardamos e eternizamos suavemente em nossos corações.

O tempo passa, mas permanecem essas lembranças fortes que carregamos vida a fora. A canoa ainda não virou e os barcos, em seu sobe – desce, em transe com os remansos e com as ventanias relicárias que o tempo não apaga.


Foto: Agamenon Pedrosa

Nenhum comentário: