6/04/2007

ANOITECER


ANOITECER

A noite já se expõe
Quando minhas lágrimas se fazem presentes
Deixando-me sozinho e soturno
Por entre bares e becos no cais do porto

Não há como esconder de minhas veias
Os monturos que carrego à beira dos
Caminhos pedregosos em que tropeço
E os pingos d´água da chuva me fazem
Plantar mais alguns sonhos

Mas não consigo reverter minhas atitudes
Morbidamente serenas de minhas
Andanças em busca de uma luz
No fim do túnel

No entanto a noite já começa a brilhar
E o ronco dos ecos percorrendo na
Madrugada fria e solitária
Deixam-me carregado de palavras
E de pensamentos em busca de um novo SOL
...
Foto - Agamenon Pedrosa

3 comentários:

José Alves Reis da Silva disse...

Brasília,DF, em 13 de junho de 2007
Aos amigos FLORIANENSES
Que BELA IMAGEM essa do anoitecer da nossa querida Princesa do Sul Piauiense, quando o Pôr-do-Sol, com os seus RAIOS COR-DE-ROSA sobre o Velho Monge, nos dão esse Cartão Postal. Francamente, e sem exageros, parece até uma das Praias do Rio de Janeiro, à noite.
Abraços,
JOSÉ SILVA
BRASÍLIA - D F

Anônimo disse...

Anoitecer, essa foto me faz lembrar da tela Nuit Etoilée de V. Van Gogh. Não tenho palavras no meu pobre vocabulário para traduzir o que tá implícito em suas nuançes,no espelho de água que margeia tanta luz. Agamenon, a sua foto me deixou recompensada por um instante de calma e liberdade e, com isso, ainda posso lembra-me de um tempo maravilhoso da minha vida.

LEYLA SIQUEIRA -CURITIBA -PR
leylagoya@uol.com.br

agamenon pedrosa disse...

Caro Editor,

veja você o que uma imagem - simples e despretenciosa - pode fazer.

Quando comecei a postar minhas fotos para o Panoramio, minha única intenção colocar ulgumas boas imagens de Floriano no Google Earth - meta já atingida, com a ajuda de Deus.

Nunca imaginei que as minhas fotos fossem sensibilisar tanta gente e com tanta intensidade. Tenho recebido muitas e boas críticas sobre as minhas fotografias. Mas o que me anima são os depoimentos comoventes, de pessoas por este Brasil afora, como este de LEYLA SIQUEIRA. É gratificante. Obrigado.