4/04/2007

CAMPO DOS ARTISTAS



O CAMPO DOS ARTISTAS era, evidentemente, o grande palco das movimentadas tardes esportivas e, também, das famosas noites artísticas, com os tradicionais circos de arena, mas o futebol amador fazendo o auê principal dos piolhos de bola que freqüentavam aquele areão de saudosas histórias.

Lembramos dos torneios do tempo de Gusto ( dono do Botafogo ) e do time do São Paulo de Carlos Sá ( foto ) fazendo a diferença e a elegria dos torcedores que marcavam a sua presença quase que diariamente.

Certa vez, essa foi verdade, Chico Lista, filho do senhor Cícero Pintor ( in memorian ), estava doido para assistir ao circo, de noite, mas estava sem dinheiro. No entanto, inteligentemente, decidira pegar suas parcas economias e comprara umas duas laranjas da banca de dona Lia. Imediatamente, se meteu no meio da fila do Gran Bartolo Circos.

O porteiro logo o abordara, perguntando pelo ingresso. No entanto, Chico Lista, astuto, se articulando todo, fazendo cara de sério, foi categórico:

- O quê? Eu saí nesse momento pra comprar essas laranjas, tá vendo, não? Num foi, não, Ivan?

Dessa vez o nosso amigo Chico Lista escapou, teve sorte, fora esperto e entrara sorrateiramente sem precisar varar naquela noite ao grande espetáculo circense que fazia grande sucesso nos saudosos anos sessenta, que os anos não trazem mais.

Nenhum comentário: