3/09/2007

NANAM DO CRUZEIRO




Nascido em Pio IX no ano de 1944, o nosso amigo Francisco das Chagas, mais conhecido como Nanan, chegou em Floriano com dois anos de idade. Abandonado pelo pai, sofreu bastante na vida, chegando até a pedir esmolas nas ruas.

No entanto, sua trajetória de vida muda, quando foi adotado pelo professor Binu Leão, Hononato Drumond e Alberto Soares. Depois as coisas foram mudando e chegou a ajudar seus outros irmãos, que também passavam dificuldades.

Aos dezenove anos seguiu para servir o Exército Brasileiro no 25 BC em Teresina. Aos vinte anos casou-se com dona Júlia Pereira, que também enfrentava a vida com dignidade e muita luta.

Vinda do interior de Bertolínea, com ela nasceram quatro filhos - Maria de Lourdes, Maria das Dores, Francisco Evandro e Carlos Roberto.

Voltando a Floriano, fundou dois blocos carnavalescos - Os Astronautas do Samba e Setentões do Samba. No futebol, chegou a jogar no Santa Cruz de Bazué. Foi, também, treinador do Reno Futebol Clube e Cruzeiro Futebol Clube, onde ganhou vários torneios.

Trabalhou no Vende - Bem, com o nosso amigo Pauliran, como balconista, foi torrador de café, tratorista, maqueiro, encarregado de fazendas e, por fim, motorista de várias firmas em Floriano, como L. S. Brandão, Mendes Junior e hoje é camihionheiro do grupo Jorge Batista em sua terra natal - Floriano.

Um comentário:

Chico Kangury - Teresina disse...

Janclerques,
Taí, um bom exemplo de vida que engrandece a dignidade de um cidadão.Lembro dele, trabalhando no Bar e Café Bento Leão e no mercadinho do Pauliran. Era também um dos peladeiros dos anos sessenta e carnavalesco. Tratava todos com educação e alegria. Justa homenagem.