2/01/2007

ARTILHEIRO NATO



MOCÓ - DE PRIMA - CHUTE CERTEIRO - ARTILHEIRO NATO!

Falar em futebol piauiense, tanto de FUTSAL como de campo, precisamos, sem dúvida nenhuma, destacar o nosso eterno craque - RILMAR BARBOSA DE ARAÚJO, o famoso Mocó: estilo, criatividade, habilidade, categoria, chute certeiro, um verdadeiro piolho da bola.

- Em Floriano você começava a dar show de bola, mas realmente quando você surgiu para FUTSAL?

- Em 1978, buscando novos horizontes e conhecimentos, transferiu-se para a capital piauiense, onde fora morar na Casa do Estudante e nos intervalos da escola ia treinar no River.

O nosso saudosoTiberim ( diretor de esporte do Piauí Esporte Clube à época ), soube que Mocó estava em Teresina e marcou cerrado, não deu espaço, convidou o moço e o convenceu a ir jogar e morar na concentração do PEC.

Ficara tudo acertado, à noite Tiberim ( não perdeu a oportunidade ) o levaria para treinar na seleção piauiense de futsal, pois o time estava se preparando para jogar em São Luis com a seleção do Maranhão.

No treino Mocó foi para o time reserva, mas começou dando olé e aí não deu outra, o treinador logo percebera que estava diante de um astro, de um artista da pelota, o colocou no time principal, foi só alegria, senão vejamos.

Foram realizados dois jogos em São Luis - o primeiro Piauí bateu o Maranhão por dois tentos a um; no segundo jô novamente outra taca - Piauí um a zero no Maranhão. Os três gols do selecionado piauiense foram marcados pelo craque Mocó. Os maranhenses ficaram boquiabertos, tamanho espetáculo proporcionado por aquele jovem de apenas 21anos, com 57 quilos, endiabrado, com um tiro certeiro, jogadas mirabolantes, com variações jamais vistas, o assédio foi grande, para que sua transferência fosse concretizada para a capital maranhense.

Perguntado sobre em quem se inspirara no futebol, a resposta foi de prima:

- Inspirei-me no meu primeiro técnico, Alberino de Paula, ( Seu Bero ) e no ícone do futebol florianese, Antonio Luis Bolo Doce ( in memorian ), tanto em FUTSAL quanto em campo.

- E o FUTSAL de Floriano como está na sua visão?

- Eu ( Mocó ), Darlan e Roberto Holanda estamos realizando o 5º torneio de férias e a cada ano está se consolidando, as empresas e os órgãos governamentais estão vendo o retorno, tanto pelo lado organizacional como também pela presença do público que tem frequentado a quandra da AABB.

Os atletas estão sentindo que têm que treinar, pois se isso não acontecer o timaço de Uruçuí vai levar todas. Mas o mais importante de tudo é ver a arquibancada lotada e vibrando com jogos espetaculares!

- Você lembra de algum momento inusitado no FUTSAL?

- Sim, foi num torneio de férias de Verão na década de 80, na quadra da AABB, o nosso time era bom e gostavam de atuar e cada jogo era um espetáculo diferente, fui artilheiro com 35 gols e Naldinho vice com 33 gols, nossos jogos só saiam goleadas!

Nenhum comentário: