1/11/2007

FUTEBOL DE SALÃO


Hoje no futebol, ou em qualquer esporte, as mordomias são muitas: hidroginástica, piscinas, viagem de avião, repouso, salários e outras tantas frescuras, e aí deu no que deu: a seleção brasileira de futebol estrepou-se na última copa. Ronaldinho Gaúcho, a nossa esperança, ficou apático dentro de campo.
Naquela época, com a nossa seleção de futebol de salão ( foto ) não havia essas frescuras, não: viajava mesmo era de picape, canoa, expresso, o escambau: o baile era diferente.
É por isso que precisamos rever, revitalizar o nosso futebol. Floriano no passado tinha muitos craques. Não é à toa que esse time aí da foto arrebentava a boca do balão: Tim de Bruno, Arnaldo do antigo Palácio dos Móveis, Chico Lobo, Rafael ( técnico da seleção dessa formação ) e agachados temos os craques Paulão, o estilista e driblador Cléber Ramos, Antonio Luís Bolo Doce, Chico Bailarina e Puluca (cracasso).
Não tinha pra ninguém!

Nenhum comentário: