1/22/2007

BRASIL


Dentro dessa trajetória lírica e desse comportamento romântico do desporto florianense, podemos dizer que essas figuras aí do Clube de Regatas Brasil também conseguiram fazer a diferença no passado.

Havia entrosamentos e um certo traquejo com a bola; a afinidade e toque harmônicos e os dribles desconcertantes davam uma dinâmica forte para os times serem campões.

Hoje, os recursos são outros: até câmeras por todos os lugares dão a dinâmica do desenvolvimento do esporte atual, mas o brilho do passado, que apenas ficaram na nossa memória, permanecerão para sempre no sentimento lírico que nos domina.

É por isso que precisamos relambrar, sempre, essas grandes figuras da fotografia, os piolhos de pé da esquerda para direita Milton Costa, Pedro Atem, Esternil, Tequinha, Careca, Antonio Ulisses, Almeida, Nozinho e Raimundo Rego.

Agachados, na mesma ordem - Chicolé, Pedrão, Reinaldo, Sádica, Zeca Futuca, Antonio Luis “Bolo Doce”, Cleber Ramos e Zé Baixinho.

Nenhum comentário: